A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

05/02/2015 21:52

Palmeiras mostra entrosamento mas sofre primeira derrota no Paulistão

Daniel Machado
Desta vez o Verdão não deu motivos para sua torcida comemorar, com uma derrota de 0 a 1 para a Ponte Preta. (Foto: Miguel Schincariol/GazetaPress)Desta vez o Verdão não deu motivos para sua torcida comemorar, com uma derrota de 0 a 1 para a Ponte Preta. (Foto: Miguel Schincariol/GazetaPress)

Aquela afã de boa parte da torcida palmeirense que, diante da contratação do técnico Oswaldo de Oliveira e mais 18 reforços, batizou 2015 de “o ano verde”, começou a ganhar contornos de realidade na noite desta quinta-feira (5), até pela questão do entrosamento que não acontece da noite para o dia e requer um pouco de paciência.

Após estrear com uma convincente vitória de 3 a 1 diante do Audax, de Osasco, o Verdão jogou hoje novamente no Allianz Parque, mas desta vez não deu motivos para comemorar à sua torcida, com uma derrota de 0 a 1 para a Ponte Preta.

Nem Dudu, nem Alan Patrick ou Rafael Marques, quem brilhou foi o atacante Wanderson, que entrou na etapa final em tempo de marcar o único gol da partida.

A equipe alviverde até teve um bom desempenho, mas a Macaca soube aproveitar melhor as oportunidades criadas na partida, válida pela segunda rodada do Paulistão.

O primeiro tempo foi equilibrado, mas com poucas chances de gol. A mais clara veio com Alan Patrick, que cobrou falta no travessão. Com dificuldades na saída de bola, o Palmeiras demonstrou claros sinais de falta de entrosamento e, em alguns momentos, foi pressionado pela Ponte Preta.

A melhor oportunidade para o Palmeiras saiu aos 13 minutos da primeira etapa. O estreante Alan Patrick bateu falta com categoria, a bola carimbou o travessão, quicou sobre a linha e foi em direção ao meio da área. Gabriel completou para o gol, mas o árbitro acertadamente anulou o gol, marcando falta de Leandro Pereira sobre o defensor.

O segundo tempo começou com o Palmeiras em cima dos adversários, marcando a saída de bola e lembrando a equipe que bateu o Audax na primeira rodada da competição. Porém, sem muita efetividade, a equipe comandada por Oswaldo de Oliveira deixou espaços atrás, viu a Ponte Preta crescer, assustar e abrir o placar na arena.

Após falhar da marcação do lado esquerdo, Wanderson pegou o rebote de Fernando Prass e balançou as redes.
Depois da pressão campineira, Oswaldo de Oliveira fez algumas alterações e conseguiu mudar a partida.

Com as entradas de Rafael Marques, Cristaldo e, principalmente, Robinho, o Palmeiras melhorou no setor ofensivo e só não empatou a partida por que Matheus, goleiro da Ponte, fez defesas seguras e um milagre para salvar a equipe de Campinas.

Com a derrota, o Palmeiras perde a liderança do Grupo 3 do Campeonato Paulista. Agora, a Portuguesa divide a liderança com o Botafogo-SP, com quatro pontos cada.

A equipe de Oswaldo de Oliveira está na terceira posição, somando apenas três pontos. Já a Ponte Preta vence a primeira do estadual e, com três pontos, assume a vice-liderança do Grupo 2, que possui o Corinthians como líder.

Na próxima rodada, o Palmeiras recebe o Corinthians, no próximo domingo, às 17h, primeiro clássico na Allianz Parque. Já a Ponte Preta visita o Botafogo-SP, no mesmo dia, mas às 19h30, no Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions