A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

12/11/2015 15:16

Pantanal Extremo se torna "sonho de consumo" para atletas renomados

Thiago de Souza
Atletas competem em meio a exuberância da fauna e flora pantaneira. (Foto: Divulgação)Atletas competem em meio a exuberância da fauna e flora pantaneira. (Foto: Divulgação)
Marly Pires, quando levou a prata em 2014 no stand up paddle. (Foto:  Reprodução/Facebook)Marly Pires, quando levou a prata em 2014 no stand up paddle. (Foto: Reprodução/Facebook)

O Pantanal Extremo – Jogos de Aventura – que começa hoje (12) e vai até o domingo se tornou um dos eventos esportivos de aventura mais importantes do País. Ir bem na competição se tornou o sonho de muitos atletas e por isso todo treino ainda é pouco para encarar o desafio.

As modalidades a serem disputadas pelos 1.253 atletas são: stand up paddle, mountain bike, orientação, maratona aquática, canoagem e corrida de trilha.

A Tocantinense Marly Pires, 30 anos, tem rotina de treinamento intensa e não economiza suor para fazer bonito no Pantanal Extremo. Os treinos se intensificaram no início deste ano, e agora, a poucas horas da competição é hora de reunir forças e fazer o melhor. “Chego nessa sexta em Corumbá e mem estou dormindo a noite de tanta ansiedade", revelou a competidora. Marly disse que as dificuldades maiores da prova em Corumbá são o calor e o vento contra. “É uma prova de resistência e velocidade. Fazemos o percurso em duas horas e meia”, contou.

As competições de stand up paddle devem ser bastante acirradas, segundo Marly, pois todas lutam pela primeira posição no ranking do circuito brasileiro. “Hoje minhas grandes concorrentes são a Ariane Teófilo, que é a segunda no ranking. A Aline Adisaka também vem muito bem”, pontuou a atleta.

Felipe Magno, 26 anos, vai competir pela segunda vez no Pantanal Extremo, na categoria PRO, do moutain bike. A expectativa do corumbaense é boa para a prova desse ano. Em 2014 ele não foi muito bem, sentiu cãibras e fez o percurso total em sete horas. Magno compete no domingo (15) e teve tempo de se preparar participando de competições em Campo Grande e em Rochedinho, que tinham o mesmo percurso do Pantantal Extremo. “Esse ano o calor é que vai matar o pessoal. Eu e os atletas da terra estamos mais acostumados com o calor, por isso a expectativa é boa”, analisou.

A abertura oficial do Pantanal Extremo está programada para a noite desta quinta-feira (12), no Porto Geral em Corumbá. 

Provas de mountain bike tem percursos de 65 e 102 quilômetros. (Foto: arquivo)Provas de mountain bike tem percursos de 65 e 102 quilômetros. (Foto: arquivo)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions