A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

23/04/2013 06:45

Pelo título, Cene põe a prova melhor ataque e defesa do campeonato

Gabriel Neris
Cene chega a final do Estadual marcando nove gols na 2ª fase e sem sofrer nenhum (Foto: Arquivo/Gabriel Neris)Cene chega a final do Estadual marcando nove gols na 2ª fase e sem sofrer nenhum (Foto: Arquivo/Gabriel Neris)

Finalistas do Campeonato Estadual, Cene e Naviraiense começam agora a estudar os adversários para a decisão. As duas equipes tiveram momentos opostos na competição e chegam em situações distintas.

O primeiro jogo da final será no próximo domingo (28), às 15h, no estádio Virotão, em Naviraí. O segundo confronto está marcado para o dia 5 de maio no Morenão, em Campo Grande. Por ter realizado melhor campanha na fase de classificação, o Cene joga por dois resultados iguais.

Porém o time atuou na segunda fase sem precisar do regulamento. Em quatro partidas foram nove gols marcados e nenhum sofrido. O Cene tem o melhor ataque, com 41 gols marcados, e a melhor defesa, 14 sofridos.

Do outro lado, o Naviraiense passou altos e baixos no Estadual. O time trocou de técnico, Itamar Bernardes foi demitido e deu lugar a Paulinho Resende, classificou na bacia das almas para as quartas-de-final e precisou jogar com o regulamento debaixo do braço para chegar a final.

“O Naviraiense está empolgado, embalado, com astral bom, com o emocional melhor”, cita o comentarista Leomar Ferreira, lembrando da passagem do Jacaré para a segunda fase da Copa do Brasil. “O Paulinho sabe mexer com o grupo, a parte psicológica, é claro que isso é uma situação datada, com prazo de validade, ninguém consegue disputar um campeonato inteiro nessas condições”, completa o cronista Rogério Vidmantas.

Leomar acredita que o técnico do Naviraiense apostará na correria para levar vantagem na decisão. “O Paulinho vai procurar usar a velocidade e tentar segurar as duas laterais do Cene, que tem Arnaldo e Morais. É jogar nas costas desses dois jogadores e fechar o meio para diminuir o espaço”, revela.

“O Valter Ferreira deve estar preocupado com a confiança dos resultados. Hoje eles (jogadores do Naviraiense) acreditam que podem qualquer coisa, e quanto ganha confiança aparece à melhora técnica”, comenta Vidmantas.

O Jacaré chega à decisão após dois empates com o Novoperário, ambos por 2 a 2, nas quartas-de-final, e uma derrota no jogo da volta por 2 a 1 em pleno estádio Virotão. “Principalmente no jogo de domingo são reflexos da maratona com a Copa do Brasil. Essa semana deve estar mais forte para enfrentar o Cene”, avalia Vidmantas.

“O pensamento tem que ser de agredir, ainda mais no primeiro jogo. Se vencer o primeiro jogo, armar o time para segurar. O Cene é muito cirúrgico”, completa o cronista.



O Itaporã foi garfado,prejudicaram anulando 2 gols seus!
 
Joelcio Fernandes em 23/04/2013 11:30:57
aproveita agora CENE, que o galo verdadeiro esta voltando,,aqueles que fazem vcs tremerem,,,estou sabendo que tem um patrocinio grande, e vai contratar exelentes jogadores,,e na comissão Tec. Paulinho ,tem a volta do Prep. Fisico Souza, e de goleiro o Neneca...o morenão vai ficar pequeno,,,,,,,,
 
Nilton Correa de Jesus em 23/04/2013 10:51:19
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions