A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

03/06/2014 17:41

Petrobras dá dicas de como obter R$ 2,5 milhões para projetos esportivos

Helton Verão
Várias palestras foram ministradas ao longo do dia explicando a metodologia para conseguir o beneficio  (Foto: Cleber Gellio)Várias palestras foram ministradas ao longo do dia explicando a metodologia para conseguir o beneficio (Foto: Cleber Gellio)
Presidente do CG Rugby, Raphael sonha em receber incentivo para a equipe  (Foto: Cleber Gellio)Presidente do CG Rugby, Raphael sonha em receber incentivo para a equipe (Foto: Cleber Gellio)
Shuh ressalta a importância dos projetos participarem da caravana  (Foto: Cleber Gellio)Shuh ressalta a importância dos projetos participarem da caravana (Foto: Cleber Gellio)
Tajara ressalta que este ano os projetos não precisam estar aprovados na lei de incentivo ao esporte Tajara ressalta que este ano os projetos não precisam estar aprovados na lei de incentivo ao esporte

Órgãos e entidades ligadas ao esporte de Campo Grande e todo o Estado participam durante todo o dia da Caravana Esportiva da Petrobras, que visa orientar na elaboração de projetos para busca de patrocínios esportivos educacionais para o programa "Seleção Pública de Projetos Esportivos Educacionais 2014". O evento já passou por vários estados brasileiros e vai ajudar a definir a destinação de R$ 45 milhões a serem investidos nos próximos dois anos pelo Programa Petrobras Esporte e Cidadania.

Os selecionados poderão receber até R$ 2,5 milhões com foco no esporte educacional para jovens de até 14 anos, protagonizados por entidades sem fins lucrativos. Uma das interessadas, a associação Lar do Pequeno Assis, no bairro Tiradentes, enviou uma funcionária para assistir as palestras. “Fiquei sabendo que a caravana estaria aqui pelo site da Petrobras, temos nossa entidade que cuida de 150 crianças através da pratica do futsal. Nossa quadra é pequena e simples, precisávamos de incentivo para melhorar nossa estrutura”, conta Jennifer Fonseca.

Muitos dos colaboradores trabalham de forma voluntária. “Muitos trabalham apenas por um futuro melhor das crianças no bairro”, revela Jennifer.

O Campo Grande Rugby Clube também tem interesse em se adequar para receber o beneficio, afinal, o clube já conta com 80 atletas treinando e competindo, sempre se bancando com dinheiro de cada um. “Recebemos o convite por email e viemos assistir as palestras. Nosso clube não tem nenhum fim lucrativo e gostaríamos de levar cada vez mais o esporte a mais pessoas, dependemos de nós apenas para bancar as viagens, afinal não temos nenhum patrocínio”, conta o presidente Raphael Martinez.

O dirigente sonha com o incentivo, poder pagar um professor para ensinar as 10 crianças e mais 20 jovens em dias de semana e aumentar os locais de treinos. “Almejamos ter um dia, três campos em diferentes regiões para propagarmos a modalidade. Nosso incentivo não seria tão gigantesco quanto de outros projetos, com R$ 80 mil anuais poderíamos bancar o professor e equipamentos”, ressalta Martinez.

O representante da Petrobras, Alexandre Shuh, explica que a função da caravana é explicar questões de metodologia. “Estamos passando por todas capitais e maiores cidades, com a leitura do documento, explicar todo o mecanismo de como o projeto fazer o tramite para receber o incentivo”, explica Schuh.

De acordo com Alexandre, a entidade não precisa assistir as palestras da Caravana Petrobras para garantir o beneficio. “Não precisa participar do nosso encontro, basta se inscrever até 14 de julho. De preferência projetos sem fins lucrativos, que prestem serviço social”, recomenda.

Um representante do Ministério dos Esportes também está na Capital para o evento. “Iremos explicar procedimentos internos, de como funciona, como melhor fazer para ter mais chances de ser aprovado”, comenta o gestor de políticas públicas, João Tajara.

Diferente dos anos anteriores, o projeto não precisa estar cadastrado na Lei de Incentivo de Esporte. “Este ano não será necessário o projeto estar aprovado na Lei de Incentivo ao Esporte”, completa Tajara.

As inscrições estão abertas até 14 de julho. Os interessados podem tirar dúvidas sobre como inscrever projetos no segmento de esporte educacional no atendimento online do site do programa, www.petrobras.com.br/ppec2014 .



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions