ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JULHO, SEGUNDA  15    CAMPO GRANDE 17º

Esportes

Por R$ 82 milhões, clube italiano anuncia campo-grandense como reforço

Com passagens por Cruzeiro, Corinthians e Fortaleza, volante Ederson foi anunciado pelo Atalanta-ITA

Jhefferson Gamarra | 07/07/2022 12:25
Ederson durante apresentação no novo clube Italiano (Foto: Divulgação/Atalanta)
Ederson durante apresentação no novo clube Italiano (Foto: Divulgação/Atalanta)

Cria do Tiradentes, bairro da região leste de Campo Grande, o volante Ederson, que teve passagem pelo Corinthians em 2020 foi anunciado ontem (6), como reforço do Atalanta, que disputa a Série A do Campeonato Italiano.

Ojovem jogador campo-grandense, que completa 23 anos nesta quinta-feira (7), foi negociado por 15 milhões de Euros, cerca de R$ 82 milhões. A duração do contrato com o novo camisa 13 do cluber não foi revelado.

"Olá a todos, aquie é o Ederson e estou muito feliz em estar aqui. Vamos Atalanta", resumiu Ederson em sua apresentação, já se arriscando no indioma Italiano.

O jogador despertou interesse do Atalanta após ajudar a equipe Salernitana, também italiana a se manter na primeira divisão do Campeonato Italiano. Ao todo, Ederson marcou dois gols em 15 jogos.

O volante sul-mato-grossense começou a carreira no Desportivo Brasil, onde chamou atenção do Cruzeiro que o contratou por quase 1,6 milhão de reais. Sem muitas oportunidades na Raposa, acabou sendo negociado com o Corinthians, onde conquistou a titularidade e teve boas atuações com o técnico Tiago Nunes fazendo parte do elenco vice-campeão paulista de 2020.

Após o Paulistão, acabou emprestado ao Fortaleza onde foi um dos destaques do Brasileirão sob direção de Juan Vojvoda. Para fazer caixa, o Timão acabou negociando o atleta no inicio do ano por 6 milhões de euros.

O Corinthians tem direito a 0,52% do valor de Ederson com o clube Italiano, o que renderá R$ 430 mil ao clube brasileiro. Já o Cruzeiro vai receber cerca de R$ 650 pelo chamado mecanismo de solidariedade da Fifa, por ter tido participação na formação do jogador.

Prata da casa - O jovem jogador iniciou a promissora carreira aos 13 anos ainda em escolinha de futebol no campo do bairro Tiradentes, leste da Capital. O sonho de jogar futebol começou a ser construído quando foi levado para o Desportivo Brasil, no município de Porto Feliz (SP). De lá, Éderson seguiu para o Cruzeiro, onde foi campeão da Copa do Brasil sub-20 e começou a receber oportunidades no time profissional.

Nos siga no Google Notícias