A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 15 de Julho de 2018

07/07/2017 11:13

Sem passaporte, atleta de luta livre fica fora de competição na Argentina

Paulo Nonato de Souza
Assíria Silva e o técnico Agnaldo Pereira no embarque para Buenos Aires (Foto: Felams/Divulgação)Assíria Silva e o técnico Agnaldo Pereira no embarque para Buenos Aires (Foto: Felams/Divulgação)

Com Assíria Silva, 16 anos, atleta da categoria até 52 kg, mas sem Alan Silva, da categoria até 100 kg no estilo greco-romano, a luta olímpica sul-mato-grossense inicia nesta sexta-feira, 7, a participação no Campeonato Pan-Americano de Wrestiling Cadete em Buenos Aires, na Argentina. A competição vai até domingo, 10.

Embora também estivesse classificado para disputar o torneio internacional que reúne atletas com idade entre 15 a 17 anos de idade, Alan Silva não conseguiu emitir seu Passaporte em tempo de embarcar, por conta da suspensão do serviço da Polícia Federal desde o dia 27 de junho, em todo o país, sob a justificativa de falta de recursos.

Em entrevista nesta manhã ao Campo Grande News, o presidente da Federação de Lutas Associadas de Mato Grosso do Sul, Jean Nunes, explicou que Alan Silva poderia ter embarcado para a Argentina com o seu RG, mas a questão é que o Passaporte seria indispensável para a emissão da sua Licença de Competição pela UWW (United World Wrestling), uma espécie de Fifa da luta olímpica no mundo.

“Estou muito triste e decepcionado, porque para mim seria um sonho poder representar Mato Grosso do Sul e o Brasil MS. Treino Wrestling há três anos e só eu sei o esforço e dificuldades que passei para me tornar campeão brasileiro e depois perder a chance de competir internacionalmente. Agora é manter o foco e seguir em frente”, desabafou Alan em nota divulgada pela Federação.

Sem recursos para bancar a viagem dos dois atletas, mais um treinador, no final de junho a Federação de Lutas Associadas chegou a fazer campanha para arrecadar fundos. Nesta sexta-feira, Jean Nunes disse que Assíria Silva e o técnico Agnaldo Pereira viajaram com o patrocínio da Fundesporte (Fundação Estadual de Desporto e Lazer). "Somos gratos ao Governo do Estado pelo apoio", ressaltou o dirigente.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions