A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 23 de Janeiro de 2018

28/12/2016 14:51

Sem receber, vencedor de competição denuncia calote de exposição fitness

Amanda Bogo

Fisiculturistas vencedores da competição da modalidade realizada na Expo Fitness, maior evento do segmento da região Centro-Oeste e que foi realizado em Campo Grande no início do mês de dezembro, alegam não terem recebido o valor referente a premiação até o momento.

Competidor de uma das duas modalidades do fisiculturismo, que não quis ter a identidade revelada, procurou o Campo Grande News para denunciar a situação. Segundo ele, a premiação para os três primeiros colocados em todas as modalidades era de R$ 1 mil, R$ 700 e R$ 500, respectivamente, além do melhor da noite, que receberia mais R$ 2 mil. A competição de fisiculturismo foi realizada no dia 10 de dezembro, e o dinheiro deveria ter sido pago no dia 14 do mesmo mês.

“Ligamos diversas vezes e não nos atenderam. Depois, quando conseguimos falar, disseram que os patrocinadores, um deles o Governo do Estado, não fizeram o pagamento e que por isso seria feito uma reunião no dia 23. Depois mudaram o prazo para o dia 27. Agora o organizador disse que não deve nada para ninguém e quem deve é o evento”, afirmou o fisiculturista. 

Para o competidor, a falta de reconhecimento e dívidas como esta desmotivam em seguir em frente. “É o sonho da maioria dos competidores chegar ao nível profissional. Esse esporte é muito difícil pela visibilidade. Não é igual no futebol que você compra uma chuteira e joga. No fisiculturismo é dedicação, alimentação. Gastamos quatro meses de preparação para subir um dia no palco, ficar cinco minutos, e todos os gastos e o esporte são desvalorizados”.

O Campo Grande News apurou que funcionários que prestaram serviços para a exposição também não receberam o pagamento referente aos trabalhos prestados até o momento. A equipe ligou diversas vezes para Val Franco, presidente e responsável pela Expo Fitness, mas ele não atendeu as ligações.

A reportagem falou com o diretor-presidente da Fundesporte (Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul), Marcelo Miranda, para saber detalhes da situação. Miranda explicou que o Governo do Estado apenas deu o apoio ao evento oferecendo brinquedos infláveis, e que não tem nenhuma responsabilidade quanto ao pagamento das premiações.

Santos é surpreendido em casa e derrota por 1 a 0 para o Bragantino
O Bragantino surpreendeu o Santos e conquistou, na noite desta segunda-feira (22), a segunda vitória no Paulistão. Na Vila Belmiro, o time de Braganç...
Semifinal entre São Paulo e Inter é paralisada e retornará na terça
A partida entre São Paulo e Internacional, pela semifinal da Copa São Paulo de Futebol Júnior, terá seu término realizado na terça-feira (23), às 14h...
Fla bate a Portuguesa de virada, faz 3 a 2 e está na final da Copa SP
O Flamengo está na final da 49ª edição da Copa São Paulo de Futebol Júnior. A vaga foi garantida no final da tarde desta segunda-feira (22), quando o...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions