A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 23 de Abril de 2019

07/04/2019 17:52

Tiago Volpi defende 2 pênaltis, São Paulo vence Palmeiras e vai à decisão

Após um novo 0 a 0 no tempo normal, Choque-Rei define finalista do campeonato nas penalidades; arqueiro tricolor também teve cobrança defendida

Humberto Marques
Tiago Volpi defendeu dois pênaltis e teve papel decisivo na vitória Tricolor sobre o Palmeiras. (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)Tiago Volpi defendeu dois pênaltis e teve papel decisivo na vitória Tricolor sobre o Palmeiras. (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)

A disputa entre Palmeiras e São Paulo por uma vaga na final do Campeonato Paulista foi decidida nos pênaltis, após uma partida muito disputada na casa do Alviverde. Melhor para o Tricolor paulista que, por 5 a 4, contou com as mãos de Tiago Volpi, que defendeu cobranças de Ricardo Goulart e Zé Rafael para vencer o Choque-Rei deste domingo (7). Antes, porém, cobrou a última penalidade da série normal e viu Fernando Prass impedir seu tento.

Com o resultado, o São Paulo agora espera o vencedor de Santos e Corinthians, que se enfrentam às 19h desta segunda-feira (8) no Pacaembu –o time do Parque São Jorge venceu o primeiro confronto por 1 a 0.

No jogo disputado neste domingo na Arena Palmeiras, jogadores do time da casa e o visitante (que pela primeira vez na temporada pode contar com o técnico Cuca no comando em campo) não pouparam fôlego. O jogo foi ágil e bem disputado no meio. Porém, nenhum dos lados conseguiu furar as metas adversárias. Na etapa final, o VAR (árbitro de vídeo) foi acionado e anulou gol marcado por Liziero para o São Paulo, flagrando o impedimento. O Palmeiras respondeu com Deyverson e Gustavo Scarpa em lances perigosos e também teve tento anulado –Deyverson também estava impedido.

Terminado o tempo normal, o 0 x 0 da primeira partida persistiu no placar. A disputa foi para os pênaltis. Nas duas primeiras cobranças para cada lado, Nenê e Everton Felipe converteram os chutes são-paulinos, e Bruno Henrique e Gustavo Gómez marcaram para o Verdão.

Depois, Hudson converteu para o São Paulo e viu o colega Tiago Volpi pular à direita e defender o chute de Ricardo Goulart. A alegria Tricolor aumentou quando Gonzalo Carneiro, de cavadinha, marcou o seu.

Luan marcou para o Palmeiras e, na sequência, o goleiro do São Paulo foi para a marca do pênalti. O chute à esquerda foi defendido por Prass. Depois, Diogo Barbosa anotou mais um tento Alviverde.

Nas cobranças alternadas, Bruno Alves deixou o seu e colocou o São Paulo novamente em vantagem. Foi aí que Tiago Volpi se esticou e defendeu o chute de Zé Rafael, garantindo a presença do Tricolor na final do Paulistão depois de 16 anos.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions