ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SEXTA  30    CAMPO GRANDE 

Esportes

UFMS retoma projeto e governo prevê entregar Morenão em um ano

Governo estadual se propôs a custear obras de reforma, mas projeto e licitação dependem da Universidade, que detém o estádio

Por Guilherme Correia e Clayton Neves | 26/02/2021 12:27
Interior do Morenão, estádio que deverá receber obras para melhorar acessibilidade (Foto: Henrique Kawaminami/Arquivo)
Interior do Morenão, estádio que deverá receber obras para melhorar acessibilidade (Foto: Henrique Kawaminami/Arquivo)

O Estádio Pedro Pedrossian, conhecido popularmente como "Morenão", não será utilizado na temporada 2021 do Campeonato Sul-mato-grossense de futebol, já que tem previsão de receber reformas neste ano, ficando pronto apenas em 2022, e sua utilização para a próxima temporada também não é garantida.

O governo estadual assinou convênio com clubes sul-mato-grossenses de futebol nesta manhã (26) em reunião na governadoria para definir algumas tratativas em relação a competição.

De acordo com o diretor-presidente da Fundesporte (Fundação de Desporto e Lazer), Marcelo Miranda, reunião junto ao MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) e UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), definiu para 12 de março o prazo de entrega do projeto de reforma.

Diretor-presidente da Fundesporte, Marcelo Miranda, durante reunião nesta manhã (Foto: Marcos Maluf)
Diretor-presidente da Fundesporte, Marcelo Miranda, durante reunião nesta manhã (Foto: Marcos Maluf)

Caso seja isso seja cumprido pela instituição federal, a PGE (Procuradoria Geral Estadual) garante o repasse de R$ 4,5 milhões até o fim de março. Em seguida, será feita licitação que deve levar mais algumas semanas, e então o projeto será executado em um período de 10 meses.

Segundo Miranda, essa previsão de estar pronto não garante que seja utilizado para a temporada de 2022.  "Em cerca de um ano, finalmente vai acontecer a entrega do Morenão [...] quando o Campeonato começar, vai estar no 'finalmente' das obras. O governo vai tentar a liberação parcial do estádio para que não haja prejuízo", garante.

Obras - Previstas para serem iniciadas em abril de 2020, a reforma no Morenão teve de ser interrompida no início da pandemia em Mato Grosso do Sul devido a interrupção do campeonato desse ano, que alterou cronograma pré-estabelecido.

Projeto inicial foi entregue pela UFMS em 2019, incluindo construção de um elevador para melhoria na acessibilidade, extinção do fosso entre arquibancadas e gramado, e emprego de cadeiras também no setor descoberto do estádio. As alterações que devem ser entregues agora contemplam vestiário e banheiros.

"O governador [Reinaldo Azambuja (PSDB)] já liberou R$ 4,5 milhões de recursos. Estamos aguardando os projetos, a UFMS está há um ano trabalhando com isso para serem encaminhados, mas entendemos que devido a complexidade, o projeto tem de ser detalhado. [O estádio] é grande e antigo, e precisa de atenção nesse estudo", finalizou o diretor-presidente da Fundesporte.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário