A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 22 de Outubro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


12/07/2013 06:02

"Visita" à Câmara é diversão certa

.

Mímico - O vereador Chocolate (PP) voltou aos tempos de mímico de TV para descrever porque anda descontente com o parceiro Alcides Bernal. Questionado sobre o prefeito, ele disse que até apoia a administração, mas com gestos em câmera lenta tentou mostrar que o ritmo do chefe é devagar demais.

Animado - A Câmara de Vereadores virou uma atração à parte na política de Campo Grande. Praticamente todos os dias têm barraco na Casa. Além das sessões normais, a gritaria toma conta das audiências das duas CPIs criadas pelo Legislativo Municipal.

Ponto alto - Mas ontem o bate-boca chegou a tal ponto que depoimentos na CPI do Calote tiveram de ser interrompidos para apaziguar os ânimos entre Marcos Alex (PT) e Eliseu Dionísio (PSL). O primeiro na defesa do prefeito e o segundo no ataque.

De mal - Foram 500 mil os motivos que provocaram o rompimento de empresa de Comunicação com político recém empossado em Campo Grande.

Sem linha - Em Mato Grosso do Sul, os problemas com as operadoras da telefonia fizeram 21.762 mudaram de empresa, apelando para portabilidade numérica. Foram 10.588 pedidos de assinantes do serviço fixo e 11.174 de celulares.

S.O.S - Os senadores Delcídio do Amaral (PT), Rubem Figueiró(PSDB) e Waldemir Moka(PMDB) bateram à porta da ministra-chefe da Casa Civil da Presidência da República, Gleisi Hoffmann, para cobrar a retomada do projeto de revitalização do Rio Taquari.

Na TV - Já se vão quase 40 anos de discussões sobre o desastre ambiental sul-mato-grossense com o assoreamento do rio. Nos próximos dias, o Taquari também será tema de programa de 15 minutos, produzido pela TV Senado, transmitido no sábado, às 12h e 19h30 e no domingo, às 08h15 e 16h45.

Respaldo - Com o tema em alta, o desembargador federal Luiz de Lima Stefanini apresenta hoje o livro Código Indígena no Direito Brasileiro, durante debate sobre o assunto na casa dos fazendeiros, a Famasul (Federação de Agricultura de Mato Grosso do Sul).

Reforço - O Ministério Público Estadual terá duas novas Promotorias de Justiça em Campo Grande, uma só para tratar de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher, e outra para atuar na área de cidadania, especializada em combate ao racismo, à discriminação, defesa das pessoas com deficiência e promoção dos direitos humanos.

Esmola - Mato Grosso do Sul produz campeões em rodeios Brasil afora, mas sempre que a equipe do Estado precisa viajar, tem de esmolar patrocínio. Agora, os atletas de rodeio em touros pedem doações para participar da Festa do Peão de Boiadeiro de Barretos.

Crise da JBS rouba atenção de Temer
Foco na JBS - No Governo do Estado, a vinda do presidente Temer a Mato Grosso não teve a mobilização típica de visitas anteriores de presidentes. Na ...
Temer oscilou sobre decisão de vir para agenda em MS
Às pressas – A vinda do presidente Michel Temer para Mato Grosso do Sul neste sábado foi confirmada em cima da hora. A coluna apurou que tudo indicav...
Detran de MS avalia adesão a parcelar multa no cartão
Ainda não sabemos – O Detran de Mato Grosso do Sul avalia se vai fazer convênios que permitam parcelamento de multas no cartão de crédito. A autoriza...
Delcídio foi "fantasma" em sessão que manteve Aécio
Lembrado – O ex-senador e ex-petista Delcídio do Amaral está longe do Senado desde maio de 2016, quando foi cassado, mas nesta terça-feira foi bastan...



EU ACREDITO QUE NA MAIORIA DAS CIDADES ESTÁ ASSIM, FUI COM MINHA AMIGA NA CÂMARA DE TERENOS E NÃO É DIFERENTE, FOI MUITO DIVERTIDO.
 
RITA ROCHA em 12/07/2013 08:39:03
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions