A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


12/07/2013 06:02

"Visita" à Câmara é diversão certa

.

Mímico - O vereador Chocolate (PP) voltou aos tempos de mímico de TV para descrever porque anda descontente com o parceiro Alcides Bernal. Questionado sobre o prefeito, ele disse que até apoia a administração, mas com gestos em câmera lenta tentou mostrar que o ritmo do chefe é devagar demais.

Animado - A Câmara de Vereadores virou uma atração à parte na política de Campo Grande. Praticamente todos os dias têm barraco na Casa. Além das sessões normais, a gritaria toma conta das audiências das duas CPIs criadas pelo Legislativo Municipal.

Ponto alto - Mas ontem o bate-boca chegou a tal ponto que depoimentos na CPI do Calote tiveram de ser interrompidos para apaziguar os ânimos entre Marcos Alex (PT) e Eliseu Dionísio (PSL). O primeiro na defesa do prefeito e o segundo no ataque.

De mal - Foram 500 mil os motivos que provocaram o rompimento de empresa de Comunicação com político recém empossado em Campo Grande.

Sem linha - Em Mato Grosso do Sul, os problemas com as operadoras da telefonia fizeram 21.762 mudaram de empresa, apelando para portabilidade numérica. Foram 10.588 pedidos de assinantes do serviço fixo e 11.174 de celulares.

S.O.S - Os senadores Delcídio do Amaral (PT), Rubem Figueiró(PSDB) e Waldemir Moka(PMDB) bateram à porta da ministra-chefe da Casa Civil da Presidência da República, Gleisi Hoffmann, para cobrar a retomada do projeto de revitalização do Rio Taquari.

Na TV - Já se vão quase 40 anos de discussões sobre o desastre ambiental sul-mato-grossense com o assoreamento do rio. Nos próximos dias, o Taquari também será tema de programa de 15 minutos, produzido pela TV Senado, transmitido no sábado, às 12h e 19h30 e no domingo, às 08h15 e 16h45.

Respaldo - Com o tema em alta, o desembargador federal Luiz de Lima Stefanini apresenta hoje o livro Código Indígena no Direito Brasileiro, durante debate sobre o assunto na casa dos fazendeiros, a Famasul (Federação de Agricultura de Mato Grosso do Sul).

Reforço - O Ministério Público Estadual terá duas novas Promotorias de Justiça em Campo Grande, uma só para tratar de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher, e outra para atuar na área de cidadania, especializada em combate ao racismo, à discriminação, defesa das pessoas com deficiência e promoção dos direitos humanos.

Esmola - Mato Grosso do Sul produz campeões em rodeios Brasil afora, mas sempre que a equipe do Estado precisa viajar, tem de esmolar patrocínio. Agora, os atletas de rodeio em touros pedem doações para participar da Festa do Peão de Boiadeiro de Barretos.

A missão espinhosa de Marun
Casa cheia - No discurso em que saudou Carlos Marun como seu novo ministro da Secretaria de Governo, Michel Temer disse ter ficado preocupado com a p...
Só praças estão presos por cobrar propina
Só praças – A investigação sobre o envolvimento de policiais militares com a “Máfia do Cigarro” indica que, por ora, não há oficiais entre os policia...
Pezão pede dica a Reinaldo sobre dívida
Pedido de ajuda - Ao anunciar ontem o depósito do décimo-terceiro salário dos servidores, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) reforçou o discurso d...
Após "perder" cargo, deputado muda o tom
Mudou – Antes cotado para assumir uma secretaria do governo do Estado, o deputado Coronel David (PSC) está agindo ultimamente como oposição ao Govern...


EU ACREDITO QUE NA MAIORIA DAS CIDADES ESTÁ ASSIM, FUI COM MINHA AMIGA NA CÂMARA DE TERENOS E NÃO É DIFERENTE, FOI MUITO DIVERTIDO.
 
RITA ROCHA em 12/07/2013 08:39:03
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions