A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 24 de Maio de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


25/09/2015 06:00

1º secretário da Assembleia em rota de colisão com secretário

Edivaldo Bitencourt

Rota de colisão - A relação do deputado estadual Zé Teixeira (DEM) com o secretário da Casa Civil, Sérgio de Paula, não é das melhores. O clima anda tenso ao ponto do parlamentar ter tido uma conversa dura com o governador Reinaldo Azambuja. Nada, no entanto, que ponha em perigo os laços que unem Azambuja e Teixeira.

No limite - Tido como rigoroso na gestão pública, Zé Teixeira anda desanimado com a administração da Assembleia Legislativa. Reclama da herança, das resistências para fazer mudanças na casa e, em conversas reservadas, chega a admitir que pode renunciar ao cargo de primeiro-secretário. O descontentamento chegou ao governador Reinaldo Azambuja.

Reprovados - Se a avaliação dos jornalistas que cobrem o Congresso Nacional tiver influencia no voto, a bancada de Mato Grosso do Sul terá sérias dificuldades para se reeleger. Dos 11 parlamentares do Estado, apenas um, Delcidio do Amaral (PT), e assim mesmo em 13º lugar entre os senadores, está na lista dos melhores.

Vai entender – O prefeito Alcides Bernal (PP) ressaltou, ontem, que não é candidato à reeleição em 2016. No entanto, no mesmo discurso, na abertura da Conferência Municipal de Políticas para as Mulheres, afirmou que não tem medo de cara feia e pode enfrentar outra eleição contra quem quer que seja.

Esperança – Bernal ainda não desistiu de contar com o PT no primeiro escalão. Ele vem negociando com os petistas para assumir algumas secretarias. Nos bastidores, quem participa da negociação, garante que haverá surpresas.

Cotadas – Bernal não deve mais terminar com as secretarias municipais da Mulher e da Juventude, que foram criadas por ele em 2013. As duas pastas podem ser ocupadas por petistas. O PT ainda pode assumir outras secretarias, como Educação, Obras e Assistência Social, ocupadas por interinos.

ForçaGilmar Olarte quase conseguiu tirar o comando regional do PP das mãos de Alcides Bernal. Fora do poder, ele quase conseguiu a façanha de ver o desafeto afastado do cargo de presidente regional da sigla. Na viagem a Brasília, Bernal abortou a manobra, que visava colocar Elizeu Dionizio na chefia da sigla no Estado.

Recusa – Após postar e apagar o convite para assumir a Secretaria da Mulher no Facebook, a ex-vereadora Tereza Name desistiu da empreitada. Ela desiste pela segunda vez, nos últimos 12 meses, da oportunidade de retornar à politica após 12 anos.

Rondas – Após a manifestação dos estudantes, a Polícia Militar passou a realizar rondas e acabou com os arrastões na Escola Estadual José Barbosa Rodrigues, no Bairro Universitário. Os estudantes estão agradecidos pela repercussão do protesto.

Nos bastidores – O Rede, partido criada pela ex-senadora Marina Silva, faz mistério sobre a estratégia em Mato Grosso do Sul. A sigla virou a esperança de quem precisa de mudar de nomenclatura sem correr o risco de perder o mandato.

(colaboraram Antonio Marques e Paulo Yafusso)

Gaeco tem suspeita de vazamento
Desconfiança – O Gaeco (Grupo de Atuação de Combate ao Crime Organizado), responsável pela investigação que aponta envolvimento de policiais militare...
DEM e a disputa entre André e Reinaldo
Já escolhi - Sobre a declaração de Puccinelli que estaria "namorando" o DEM, o deputado Zé Teixeira fez brincadeira para dizer de qual lado da disput...
Maioria prefere Lava Jato à Copa do Mundo
Copa? – Pesquisa do Instituto Paraná mostra que, a menos de um mês do Mundial da Rússia, o brasileiro não está muito motivado com o assunto. A consul...
Ex-ministro não errou o “do Sul”, mas...
Gafe - O ex-ministro Henrique Meireles (MDB) em um dos diversos discursos no evento em Campo Grande neste sábado (19) confundiu Mato Grosso do Sul co...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions