A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Maio de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


04/12/2017 06:00

A aposta do PMDB em André para 2018

Marta Ferreira

Confiança a mil - Nove entre cada 10 peemedebistas na convenção do partido no sábado (2) consideraram que a pré-candidatura de André Puccinelli ao governo do Estado é fato consumado. Não por acaso, a maioria dos discursos teve pedidos para o italiano disputar o Executivo pela terceira vez.

Exceção - Durante as falas, aliás, o deputado estadual Eduardo Rocha chamou a atenção. Em um aceno para o colega de partido recém-filiado Waldeli dos Santos Santos, prefeito de Costa Rica, afirmou que este e Puccinelli são “O” plano do PMDB para as eleições.

8 ou 80 - Waldeli disse que segue a orientação do partido em relação a Puccinelli. E vai a campo para ajudar na campanha, se preciso. Só não lhe peçam para renunciar à Prefeitura de Costa Rica para disputar algum outro cargo. Segundo ele, a chance de isso acontecer é zero.

É com o professor - Carlos Marun mantém o discurso em relação à provável nomeação à Secretaria de Governo da Presidência da República. Sua chegada à Esplanada dos Ministérios, voltou a dizer, depende só da avaliação do presidente Michel Temer sobre onde o aliado poderá ter mais valor.

Saindo do galho – A nomeação pode sair antes do dia 9, data em que Antônio Imbassahy deve atender a apelos do PSDB, prestes a romper politicamente com o Governo Temer, e deixar a pasta –para a qual foi uma escolha pessoal de Temer. O cenário, porém, ficou ligeiramente nebuloso.

Ausente – Apesar de continuar cotado para chefiar a interlocução política do governo Temer, Marun disse à coluna que não participaria do jantar que o presidente marcou com deputados ontem à noite. O peemedebista afirmou que estava em Mato Grosso do Sul.

Passadinha- O prefeito Marquinhos Trad (PSD) e o ex-prefeito Nelsinho Trad (PTB) não se demoraram no evento do PMDB na Capital. Chegaram pouco depois do início dos discursos oficiais, mas, vale anotar, subiram ao palanque e cumprimentaram o novo presidente regional –deixando o local antes do discurso de Puccinelli.

Contando - Em tempo: PSD e PTB, assim como seus dois principais expoentes estaduais, estiveram entre os partidos nominados por Puccinelli como importantes no cenário estadual, e obviamente estão na mira para uma aliança em 2018.

É obrigação– Marquinhos Trad fez a conta durante evento cheio de servidores: disse que em 12 meses foram pagos 15 salários ao funcionalismo público. Na sequência, afirmou, que "pagar em dia não deve ser discursos de gestor".

Explicadinho - "Pagamos o salário de dezembro e o 13º salários que estavam atrasados e vamos pagar o 13º deste ano”, elencou o prefeito. Como tem sido frequente, Marquinhos afirmou foram adotadas medidas contra o cenário de crise. Caso contrário, defende, servidores “passariam fome e deixariam de cumprir obrigações do orçamento familiar”.

(Com Humberto Marques e Anahi Gurgel)

 

 

Maioria prefere Lava Jato à Copa do Mundo
Copa? – Pesquisa do Instituto Paraná mostra que, a menos de um mês do Mundial da Rússia, o brasileiro não está muito motivado com o assunto. A consul...
Ex-ministro não errou o “do Sul”, mas...
Gafe - O ex-ministro Henrique Meireles (MDB) em um dos diversos discursos no evento em Campo Grande neste sábado (19) confundiu Mato Grosso do Sul co...
PMs presos têm “festival de ações”
Conhecidos da justiça - Entre as duas dezenas de policiais militares de Mato Grosso do Sul presos esta semana por suspeita de facilitar a vida dos co...
O entrave no cadastro de pedófilos
Entrave burocrático – Autor do projeto de lei que criou o cadastro de pedófilos em Mato Grosso do Sul, o ex-deputado estadual Carlos Alberto David, d...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions