A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 22 de Outubro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


28/01/2017 07:00

A vereadora e a constrangedora novela

Waldemar Gonçalves

Constrangimento – Dentro da Câmara Municipal, a situação da vereadora Dharleng Campos (PP), que nomeou o namorado como assessor no próprio gabinete, pegou mal inclusive com os colegas da casa. O episódio foi classificado como "extremamente constrangedor".

Todo mundo ligado – Enquanto em um canal pago a série "A secretária do presidente" faz sucesso, em Campo Grande surgiram novos capítulos na novela "O assessor da vereadora". Depois de procurar a presidência da Câmara para pedir conselhos, Dharleng resolveu “atender os eleitores” e pedir a exoneração de seu par.

Pontualidade e atraso – Em reunião na superintendência da Caixa Econômica Federal, ontem, para decidir o futuro do convênio entre a Prefeitura de Campo Grande e o Exército, os militares foram pontuais, como é de se esperar. Já os representantes da prefeitura foram os últimos a chegar.

Manhã atribulada – Era esperada no encontro a presença do prefeito, Marquinhos Trad (PSD), mas ele não pôde comparecer. Foi chamado para prestar esclarecimentos no Ministério Público do Trabalho sobre pagamentos pendentes de salários de funcionários da Omep e Seleta.

Esperança – Enquanto o secretário municipal de Governo, Antônio Lacerda, dava como certa a manutenção do acordo com o Exercício nos atuais valores, Marquinhos fez questão de dizer que tem esperança de ter um desconto. A ideia é encurtar o tempo de execução das obras e, assim, economizar no custo, estimado em R$ 24 milhões.

Em ponto – O Gaeco realizou ontem a Operação GIRVE, que busca investigar irregularidades na Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário). Os homens chegaram as 6h na casa do diretor-presidente da agência, Ailton Stropa, enquanto outra equipe já estava na sede do órgão.

Sempre aberto – Já no fim da manhã, após as andanças do Gaeco na Agepen, Stropa deu entrevista dizendo que seu gabinete está sempre aberto. Além disso, garante que seu computador e sua pasta estão à disposição para perícia.

Sem celular – O celular do diretor-presidente da Agepen foi apreendido pelo Gaeco. Mas, Stropa disse que em breve terá outro número e espera a devolução do aparelho retido.

Entra mudo, sai calado – Já os promotores iniciaram e terminaram a operação sem falar com a imprensa. Mesmo se declarando inocente, Stropa disse que a investigação faz parte do processo para quem assume um cargo público e elogiou o Gaeco.

Polícia na Câmara – Aposentado desde 2011, depois de 30 anos de serviço, o delegado Jefferson Nereu Luppe será o chefe do gabinete do vereador Wellington de Oliveira (PSDB), que também é delegado. Luppe ocupou diversos cargos na Polícia Civil, entre eles o de assessor de imprensa e assessor de telemática.

(com Alberto Dias, Luana Rodrigues, Richelieu de Carlo e Yarima Mecchi)

Crise da JBS rouba atenção de Temer
Foco na JBS - No Governo do Estado, a vinda do presidente Temer a Mato Grosso não teve a mobilização típica de visitas anteriores de presidentes. Na ...
Temer oscilou sobre decisão de vir para agenda em MS
Às pressas – A vinda do presidente Michel Temer para Mato Grosso do Sul neste sábado foi confirmada em cima da hora. A coluna apurou que tudo indicav...
Detran de MS avalia adesão a parcelar multa no cartão
Ainda não sabemos – O Detran de Mato Grosso do Sul avalia se vai fazer convênios que permitam parcelamento de multas no cartão de crédito. A autoriza...
Delcídio foi "fantasma" em sessão que manteve Aécio
Lembrado – O ex-senador e ex-petista Delcídio do Amaral está longe do Senado desde maio de 2016, quando foi cassado, mas nesta terça-feira foi bastan...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions