A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


29/03/2016 06:00

A vida no lixão, o tráfico de drogas e a tragédia da pobreza

Waldemar Gonçalves

Até o tráfico – Tentando mostrar o quanto a região do Dom Antônio Barbosa é dependente economicamente do lixão, localizado próximo dali, um dos líderes dos catadores de recicláveis disse que "até as bocas de fumo do bairro estão passando por dificuldades". O comentário de Rodrigo Leão foi durante reunião no MPT (Ministério Público do Trabalho), ontem à tarde, onde estavam representantes do próprio órgão e de outras esferas do Poder Público. Sua observação foi sucedida de alguns risos discretos.

Favela feliz – Questionado pela imprensa sobre a situação das famílias transferidas da Cidade de Deus para o Vespasiano Martins, o prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), parece ter exagerado no tom. “As famílias estão felizes, uma pena que choveu”, disse, referindo-se à lama e barracos descobertos pela chuva no fim de semana. “Mas, armamos tendas e tem equipe nossa lá a postos”, finalizou.

“Desce, Bernal!” – Estava afinado o coro dos servidores que gritavam “desce Bernal, desce Bernal” em frente à Prefeitura, ontem de manhã. Mas, quem compareceu foi o secretário municipal de Governo, Paulo Pedra, dizendo que o prefeito adoraria estar ali, pois gosta desse contato “de perto” com servidores. “Ele só não desceu porque não está na Prefeitura”, justificou.

Pesquisa – A vice-governadora, Rose Modesto, garante que o PSDB ainda não definiu se ela será a candidata tucana à Prefeitura de Campo Grande. Afirma que falta o partido avaliar uma pesquisa, feita este mês, antes de se reunir e definir o nome. Se for a escolhida, Rose tem até quatro meses antes das eleições, em outubro, para deixar o governo.

Ruim para as prefeituras – As prefeituras têm muitas obrigações, mas poucos recursos, já que 66% dos impostos seguem para o governo federal, deixando as administrações municipais com pouco dinheiro. A análise é do senador Waldemir Moka (PMDB-MS), que em agenda ontem na Assomasul (Associação dos Municípios de MS) defendeu mudanças no setor. “Temos que mudar esta dinâmica, fazer uma reforma tributária que seja mais justa, pois as pessoas vivem nas cidades”.

Buracos – Foi difícil para a reportagem do TV News gravar diante de cratera em rua do bairro Tiradentes. Toda vez que o repórter segurava o microfone para falar sobre a gravidade da situação, motoristas e pedestres paravam e gritavam sobre “o buraco do Bernal”.

Por aclamação – A cúpula nacional do PMDB definiu que será “por aclamação” seu desembarque do governo Dilma. Em Mato Grosso do Sul, os cinco membros do diretório nacional se posicionaram oficialmente neste sentido. A senadora Simone Tebet, inclusive, postou foto no Facebook, no aeroporto, e a seguinte mensagem: “Indo a Brasília para a Convenção do PMDB. Votaremos amanhã (hoje) pela saída imediata do governo. Cargos e Ministérios têm que ser entregues”.

Cadê os cães? – A Prefeitura de Campo Grande fez festa para inaugurar o canil da Guarda Municipal. Por enquanto, no entanto, só três cães vivem por lá, dos quais apenas dois já foram treinados e estão aptos ao trabalho. No caso do terceiro, uma fêmea de cinco meses, o treinamento efetivo só começará quando ela completar sete meses, idade mínima recomendável para atuar no faro de entorpecentes.

Divisões – O Brasil está tão dividido que até as divisões se veem divididas. Já não são raros casos em que movimentos ou setores divergem em relação a um lado ou outro da história política recente. Ontem a demonstração veio do mundo jurídico. A OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) nacional chegou a receber manifestação de advogados contrários a pedido de impeachment de Dilma, feito pela instituição sob protestos na Câmara dos Deputados.

Ordem unida – "A OAB não se manifesta de acordo com as paixões políticas e partidárias. A OAB se manifesta de forma técnica e é isso que foi feito aqui hoje. Tivemos a demonstração clara de que a OAB está absolutamente unida no trabalho técnico que foi aqui apresentado", disse à Folha de S. Paulo o presidente nacional, Claudio Lamachia.

(com a redação)

Após "perder" cargo, deputado muda o tom
Mudou – Antes cotado para assumir uma secretaria do governo do Estado, o deputado Coronel David (PSC) está agindo ultimamente como oposição ao Govern...
Reinaldo apoia crescimento dos evangélicos
Decisão divina - Palestrante principal do Fórum Evangélico realizado nesta segunda-feira em Campo Grande, a cantora e pastora Damares Alves disse que...
2018 será ano mais curto para o Legislativo
Três meses – Carnaval, Semana Santa, campanhas eleitorais, Copa... Tudo isso encurta 2018 para os trabalhos legislativos. A observação é de Fábio Tra...
Máfia do Cigarro passa quase livre nas estradas
Esquema antigo - A atuação da Máfia do Cigarro em Mato Grosso do Sul vem de décadas e, de tempos em tempos, surge uma nova denúncia envolvendo polici...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions