A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


16/01/2015 06:00

Adicionais elevam salário de juiz para quase R$ 40 mil em MS

Edivaldo Bitencourt

Vagos – O Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul está com dois cargos de desembargador vagos. Dos 31 titulares, só 29 estão nomeados e exercem a função. Um dos postos é alvo de aguerrida disputa na Justiça entre OAB/MS, MPE e Associação dos Magistrados.

Remuneração – O reajuste no subsídio de R$ 26,5 mil para R$ 30,4 mil também vai beneficiar os magistrados de uma forma geral. Em Mato Grosso do Sul, o reajuste de 14% beneficia mais 179 juízes da ativa, 82 aposentados e 29 pensionistas.

Base – A remuneração de R$ 30,4 mil é a base. Na ativa, o magistrado tem direito a 20% de auxílio moradia, 5% de auxílio alimentação e mais 5% para a saúde. No total, o vencimento pode superar R$ 39,5 mil por mês. A remuneração é legal e tem aval até do CNJ (Conselho Nacional de Justiça).

Mídia – O prefeito de Campo Grande, Gilmar Olarte (PP), determinou, ontem, que se faça a pintura de todas as quadras no entorno da casa onde fica a Secretaria Municipal da Mulher. Ele aposta que o prédio terá visibilidade nacional com a inauguração da Casa da Mulher Brasileira.

Presidencial – Olarte espera levar a presidente da República, Dilma Rousseff (PT), ao prédio para conhecer os programas municipais para ajudar as mulheres vítimas de violência. A petista deve vir ao Estado para inaugurar a primeira Casa da Mulher Brasileira no dia 26 de janeiro deste ano.

Bate chapa – Os prefeitos vão às urnas nesta sexta-feira para sacramentar a eleição de Juvenal Neto para presidente da Assomasul (Associação dos Municípios). Ele virou candidato único coma desistência do prefeito de Amambaí, Sérgio Barbosa (PMDB).

Próximo – Com a eleição definida na Assomasul, o Governo do Estado se volta para a escolha do novo presidente da Assembleia Legislativa. O candidato governista é Zé Teixeira (DEM). No entanto, até ele admite que Reinaldo Azambuja (PSDB) pode abrir mão para apoiar o candidato do PMDB, Júnior Mochi.

Boatos – Continuam fortes os boatos de que a próxima a deixar a administração municipal é a presidente da Fundação de Cultura, Juliana Zorzo. O mais cotado para substituí-la seria o carnavalesco Valdir Gomes, que está de férias no Rio de Janeiro. No entanto, ninguém confirma a substituição.

Saúde – Olarte decidiu que vai mudar o atendimento na rede pública de saúde. Ele decidiu intervir pessoalmente para corrigir os problemas no atendimento à população nas UPAs e centros regionais de saúde.

Roubo – Os ladrões não se intimidam com local nem horário para agir em Campo Grande. Na quarta-feira, no início da tarde, uma equipe de TV foi alvo dos bandidos. Eles quebraram o vidro do carro e levaram mochilas e equipamentos de toda a equipe nos altos da Avenida Afonso Pena.

(colaboraram Klever Clajus, Aline dos Santos, Elverson Cardozo e Paula Maciulevicius)

Reinaldo apoia crescimento dos evangélicos
Decisão divina - Palestrante principal do Fórum Evangélico realizado nesta segunda-feira em Campo Grande, a cantora e pastora Damares Alves disse que...
2018 será ano mais curto para o Legislativo
Três meses – Carnaval, Semana Santa, campanhas eleitorais, Copa... Tudo isso encurta 2018 para os trabalhos legislativos. A observação é de Fábio Tra...
Máfia do Cigarro passa quase livre nas estradas
Esquema antigo - A atuação da Máfia do Cigarro em Mato Grosso do Sul vem de décadas e, de tempos em tempos, surge uma nova denúncia envolvendo polici...
MS também tem "bunker" cheio de dinheiro
Versão tupiniquim - O “bunker”de Geddel Vieira, que escondeu R$ 51 milhões de propina, tem versão pantaneira. Paredes de apartamento de um político e...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions