A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 23 de Abril de 2019


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


12/04/2019 06:00

André tenta, mas não escapa das garras federais

Humberto Marques e Leonardo Rocha.

Segue o jogo – O Tribunal Regional Federal da 3ª Região manteve na 4ª Vara de Justiça Federal de Campo Grande ação contra André Puccinelli e seus ex-secretários de Fazenda, Jader Afonso, e de Saúde, Antônio Lastória. O ex-governador questionava a manutenção do caso na esfera federal em vez de no Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul.

Rombo – Na ação, o Ministério Público Federal afirma que o governo estadual deixou de investir R$ 370 milhões em ações e serviços públicos de saúde. Além de acusar o trio de improbidade, a Procuradoria quer que Puccinelli e os dois ex-secretários paguem R$ 10 milhões a título de dano moral coletivo.

Solidário - O deputado Rinaldo Modesto (PSDB) elogiou o colega Zé Teixeira (DEM) por suas declarações em relação a agronegócio, assim como a defesa que fez em relação a ministra da Agricultura, Tereza Cristina. "Ele é um autodidata, sabe falar de uma unha encravada a energia nuclear", disse o tucano.

Na defesa - Seguindo a mesma linha, Rinaldo elogiou o trabalho de Tereza Cristina, citando qualidades da ministra. "Além de ser um dos melhores quadros do presidente, admiro seu espírito altruísta, sendo alguém simples e humilde". O tucano fez a defesa após as críticas do deputado Pedro Kemp (PT), sobre a declaração da ministra na Câmara dos Deputados.

Maria da Penha - O deputado José Carlos Barbosa (DEM) pediu vistas em dois projetos, que tratam de restrições a pessoas condenadas na Lei Maria da Penha. O parlamentar quer avaliar melhor se as propostas atendem aos parâmetros jurídicos, para poderem se tornar leis estaduais.

Fora do jogo - Entre as penalidades dos projetos, eles proíbem, por exemplo, agressores de mulheres de participar de programas sociais e de habitação, além de vetar a contratação deles no serviço público estadual.

No ar - A Assembleia lançou um telejornal do legislativo que tem um interprete de libras para traduzir este conteúdo para este público especifico. O programa passa na TV Assembleia.

Meta nacional – Adotada neste ano pela Prefeitura de Campo Grande, a extensão dos horários de funcionamento das UBSs (Unidades Básicas de Saúde) e UBSFs (Saúde da Família) vão ganhar estímulo federal. O ministro Luiz Mandetta (Saúde) anunciou mais dinheiro às unidades que aderirem ao sistema: dependendo do número de equipes, os valores subirão mais de 100%, chegando a até R$ 109,3 mil.

Pressão – A medida, conforme o ministro, visa a permitir que a população acesse consultas, exames e vacinas, entre outros serviços fora do horário em que estão trabalhando. Mandetta lembrou que, enquanto o posto de saúde está fechado, são as UPAs (Unidades de Pronto Atendimento) e hospitais que ficam lotados. As UBSs, porém, devem funcionar sem intervalo de almoço (ao contrário de algumas unidades da cidade).

Bons amigos - A Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) assinou ontem parceria com o Instituto Ação pela Paz’, de São Paulo. A entidade vai desenvolver ações para reverter a dependência química dentro de 10 presídios. O Instituto também recebeu uma máquina de fabricação de tijolos para a construção da sede da Associação de Proteção e Assistência aos Condenados.

 

Defesa quer julgamento ao vivo da Lama Asfáltica
Presença - Advogados querem acompanhar julgamento que pode colocar o ex-deputado federal Edson Giroto e o empresário João Amorim em liberdade. Requer...
Preocupação com água tóxica chega à Assembleia
Investiguem – O deputado estadual Pedro Kemp (PT) quer que o MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) investigue se água que abastece municípi...
Depois das demarcações, vem ai o fim da mata nativa
Menos mata - Para felicidade do produtor sul-mato-grossense, o senador Flávio Bolsonaro (PSL) apresentou Projeto de Lei que retira do Código Floresta...
Vítima até desiste de ação, porque ONG sumiu do mapa
Tomou Doril – Locadora de veículos que tenta na Justiça receber R$ 19.151,68 da ONG Morhar desistiu de receber o dinheiro. Advogados pedem o arquivam...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions