ACOMPANHE-NOS    
NOVEMBRO, SEXTA  26    CAMPO GRANDE 27º

Jogo Aberto

Assembleia resolve só agora discutir dignidade menstrual

Por Adriel Mattos e Gabriela Couto | 15/10/2021 06:00
Lucas de Lima é o autor do projeto que cria o Dia da Dignidade Menstrual. (Foto: Wagner Guimarães/Alems)
Lucas de Lima é o autor do projeto que cria o Dia da Dignidade Menstrual. (Foto: Wagner Guimarães/Alems)

Atrasados - Depois do tema virar discussão nacional, a Assembleia Legislativa vai entrar no debate agora. Começou a tramitar nesta quinta-feira (14), projeto de lei que cria o Dia da Dignidade Menstrual em âmbito estadual, a ser comemorado anualmente em 28 de maio.

Ações - Iniciativa é de autoria do deputado Lucas de Lima (Solidariedade), o texto libera o Governo do Estado de realizar ações de conscientização sobre a menstruação. Recentemente, o presidente Jair Bolsonaro vetou projeto que previa distribuição de absorventes para estudantes mulheres cisgênero e transexuais de baixa renda.

Já virou lei - Em Campo Grande, está sendo regulamentada lei que prevê a entrega do item a estudantes da Rede Municipal de Ensino. O projeto foi idealizado pela vereadora Camila Jara (PT), que acabou vetado. Mas sensibilizado pela parlamentar, o prefeito Marquinhos Trad (PSD) garantiu a distribuição às alunas.

Apelido - Brincalhão como sempre, depois de projeto que limita a venda de produtos similares a queijo, o deputado estadual Evander Vendramini (PP) soltou novo apelido entre os colegas. “A gente tem o Renato Guavira, agora temos o João Muçarela”, disparou.

Referência - Renato Câmara (MDB) emplacou lei que tornou a guavira fruto símbolo de Mato Grosso do Sul, além de apoiar eventos de produtores da guavira.

Negado - A deputada Mara Caseiro (PSDB) solicitou liberação para realizar evento do Dia dos Dentistas na Assembleia Legislativa, no final de outubro. Mas a Casa de Leis está fechada para eventos até 22 de dezembro. O presidente Paulo Corrêa (PSDB) tentou levar a discussão ao Plenário, mas foi convencido de que era desnecessário e o Palácio Guaicurus segue fechado.

Aos poucos - A Assembleia vem retomando gradualmente as atividades presenciais. As sessões plenárias já vem sendo realizadas em regime híbrido, que será estendido às comissões. Por enquanto, o público ainda não poderá ir ao Parlamento.

Prévias - O PSDB lançou nesta quinta-feira (14), o aplicativo na loja virtual Google Play para os filiados se cadastrarem para as prévias presidenciais. A votação será totalmente online pelo celular. Até o momento, três nomes disputam internamente entre os tucanos: os governadores de São Paulo, João Doria; do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite; e o ex-prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto.

Visita - Uma comitiva do CNJ (Conselho Nacional de Justiça) visitará o TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) em uma inspeção anual, na próxima semana. O grupo será liderado pela corregedora nacional, ministra Maria Thereza de Assis Moura.

Adiado - A correição estava prevista para maio, mas foi adiada devido à pandemia de covid-19. Serão inspecionados os setores administrativos e judiciais de primeiro e segundo graus de jurisdição da corte. Prazos processuais continuam os mesmos.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário