ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, QUINTA  17    CAMPO GRANDE 18º

Jogo Aberto

Associação de delegados terá "referendo" em 3 de julho

Por Marta Ferreira, Nyelder Rodrigues e Tainá Jará | 21/05/2021 06:00
Fachada da sede da associação dos delegados, que terá eleição no dia 3 de julho. (Foto: Divulgação)
Fachada da sede da associação dos delegados, que terá eleição no dia 3 de julho. (Foto: Divulgação)

Escolha – Vai ser no dia 3 de julho a eleição para escolher a nova diretoria da Adepol (Associação dos Delegados de Polícia Civil) em Mato Grosso do Sul. A nova diretoria fica no cargo no próximo triênio.

Consenso – As chapas podem se inscrever até o dia 28 de maio, na semana que vem. A apuração da coluna, porém, indica que só deve haver uma chapa. Vai ser, então, espécie de “referendo” entre as autoridades policiais. São cerca de 400 votantes em todo o Estado.

Desabafo - Sem fazer perguntas, a senadora Simone Tebet (MDB) usou seus 15 minutos da CPI da Covid para comentar a situação do País durante o depoimento do ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello.  Revelou que uma funcionária de sua casa, com quem trabalha há 23 anos, está internada com covid-19

Internação - "Me ajudou a criar as minhas filhas", assinalou, informando ainda ter recebido mensagem dela afirmando que o antibiótico não está fazendo efeito. "Está com o pulmão comprometido por conta do coronavírus", disse.

Sem lado - No decorrer do discurso, a senadora frisou que apesar de ser apontada como de oposição,  se considera “independente”. Considera provas disso suas posições favoráveis em reformas e projetos econômicos propostos pelo governo.

“Desce do salto” - Simone também disparou acreditar que faltou humildade de Pazuello em muitos momentos. Como general e como ex-ministro, defendeu, deveria admitir algo errado em sua estratégia de enfrentamento a um inimigo em comum

Luto– O vereador João Rocha (PSDB) apresentou moção de pesar pela morte do prefeito de São Paulo, Bruno Covas. Colega de partido de Rocha, Covas morreu no último domingo ao 41 anos, vítima de um câncer.

Corredor gastronômico – O vereador Júnior Coringa (PSD) tenta viabilizar projeto de aproveitamento de terminal de ônibus das Moreninhas. O espaço, subutilizado, pode ser tornar corredor gastronômico e cultural. Conforme o vereador, 75% do prédio pertencem à prefeitura e 25% ao Consórcio Guaicurus. Pelo que foi anunciado,  o deputado federal Fábio Trad (PSD) vai sugerir emenda de R$ 500 mil para ampliação do local.

Desce do salto - Simone também disparou acreditar que faltou humildade de Pazuello em muitos momentos. Como general e como ex-ministro, defendeu, deveria admitir algo errado em sua estratégia de enfrentamento a um inimigo em comum

Alvo fácil - "Estamos numa guerra civil não declarada contra um vírus mortal. O Ministério da Saúde sob o seu comando nos deixou nesta guerra em campo aberto, sem armas, ministro, porque não temos vacina", finalizou Tebet

Acordo com a Justiça -  Réu em ação de improbidade administrativa, ex-funcionário da empresa HBR Medical, firmou acordo com o Ministério Público Estadual para se livrar de processo por fraude em licitação, lavagem de dinheiro, corrupção ativa e passiva, reflexo da Operação Redime, que investigou esquema criminoso  na locação de equipamentos médico-hospitalares no Estado de Mato Grosso do Sul, .

Salário - Ele vai pagar R$ 3.398.13, o que que corresponde ao salário dele na época dos fatos – 2017. Além de valor bem menor que normalmente se vê em caso de processos por corrupção, o ex-gerente administrativo vai poder parcelar a dívida em 12 parcelas a serem depositadas em conta do Poder Judiciário.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário