A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 22 de Outubro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


04/11/2015 06:00

Associação de Moradores "ganha" R$ 37 mil de Bernal

Edivaldo Bitencourt

A contemplada – A Associação dos Moradores das Moreninhas I e II não foi atingida pela crise que atinge a Prefeitura Municipal de Campo Grande. A entidade vai receber R$ 37 mil da administração do prefeito Alcides Bernal (PP), conforme quatro contratos publicados ontem no Diário Oficial.

Manutenção – Conforme os contratos, assinados pelo representante do bairro, Jorge Dauri de Oliveira Fernandes, e a secretária municipal de Assistência Social, Marcela Rodrigues Carneiro, os valores oscilam entre R$ 5 mil e R$ 15 mil. O valor é para aquisição de produtos e manutenção.

Sortuda – A Associação das Moreninhas I e II foi a única entidade de bairro contemplada com a liberação de dinheiro. O montante é liberado justamente durante o parcelamento dos salários dos servidores e ainda sob moratória de 90 dias, decretada por Bernal logo após a posse.

Na lama – O vereador Carlos Augusto Borges, o Carlão (PSB), ainda busca explicação para o caos implantado na Capital. Ele brincou que o diabo passou o rabo pela cidade, que não consegue sair da crise e só vê a situação piorar a cada dia.

Enrolada – A vereadora Luiza Ribeiro (PPS) não deve ficar em paz tão cedo. Os vereadores de oposição não perdoam as acusações feitas em depoimento à força-tarefa do MPE que investiga as denúncias da Operação Lama Asfáltica.

Pizza – O vereador Airton Saraiva (DEM) admite que a CPI das Contas Públicas deve acabar em pizza. Ele não deve propor punições nem indiciar ninguém pela situação caótica das finança da Prefeitura de Campo Grande.

Sem resposta – O deputado estadual João Grandão (PT) ainda não liberou o projeto sobre a inclusão de Mato Grosso do Sul no consórcio Brasil Central. O petista justificou que aguarda informação do Governo de onde sairá o recurso necessário para formar o grupo com Goiás, Mato Grosso e Tocantins.

Duas situações – O deputado estadual Pedro Kemp (PT) sentiu os dois lados da moeda, digamos assim, ontem de manhã. Ao defender a presidente Dilma Rousseff (PT), ele foi vaiado pelos empresários. No entanto, ao lembrar que o pacote de ajuste fiscal estadual só não foi aprovado por causa do PT, foi aplaudido.

Metas – O PMDB definiu como prioridade a eleição de prefeitos em 30 cidades. Mais modesto, o PT também já faz as contas para 2016 e quer eleger os prefeitos em 15 municípios.

Mais prazo – Bernal ganhou mais tempo no cargo. O Tribunal de Justiça só vai voltar analisar o recurso, que pode lhe custar o mandato, após as partes se manifestarem. Cada uma terá cinco dias. Ou seja, o caso pode ficar para dezembro ou, quem sabe, para fevereiro de 2016.

(colaboraram Antonio Marques e Leonardo Rocha)

Crise da JBS rouba atenção de Temer
Foco na JBS - No Governo do Estado, a vinda do presidente Temer a Mato Grosso não teve a mobilização típica de visitas anteriores de presidentes. Na ...
Temer oscilou sobre decisão de vir para agenda em MS
Às pressas – A vinda do presidente Michel Temer para Mato Grosso do Sul neste sábado foi confirmada em cima da hora. A coluna apurou que tudo indicav...
Detran de MS avalia adesão a parcelar multa no cartão
Ainda não sabemos – O Detran de Mato Grosso do Sul avalia se vai fazer convênios que permitam parcelamento de multas no cartão de crédito. A autoriza...
Delcídio foi "fantasma" em sessão que manteve Aécio
Lembrado – O ex-senador e ex-petista Delcídio do Amaral está longe do Senado desde maio de 2016, quando foi cassado, mas nesta terça-feira foi bastan...



No caso do Pedro Kemp, me desculpem, mas imbecis os que aplaudiram, se o PT segurou os ajustes fiscais os que aplaudiram esqueceram que foi o PT que nos colocou na crise que estamos atualmente, precisamos de pessoas mais inteligentes assistindo as sessões, porque assim fica dificil...o PT não merece aplauso nem se ele conseguir uma isenção total de impostos e taxas trabalhistas, foi ele quem quebrou o país e ninguem vai ser responsabilizado por isso, pelo menos não as pessoas realmente responsáveis, Lula e Dilma.
 
Max em 04/11/2015 17:02:27
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions