A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 16 de Outubro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


06/02/2017 06:00

Até vereador ficou devendo IPTU em Campo Grande

Ângela Kempfer

IPTU - Mesmo com salário de R$ 15 mil ao mês, durante o tempo que era vereador, Vanderlei Matos, o Vanderlei Cabeludo (PMDB), não conseguiu pagar o IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano). Ao ser indagado pela reportagem do Campo Grande News, sobre sua visita ao paço municipal, Cabeludo disse que estava negociando o imposto pois a dívida ficou grande.

“Bons tempos” - Com a volta ao trabalho na Câmara Municipal nos próximos dias, a expectativa é que os tempos agora sejam de harmonia, ao contrário do arranca rabo costumeiro da gestão Alcides Bernal. O prefeito Marquinhos Trad (PSD) diz que os vereadores terão de aprovar os bons projetos e não precisarão se preocupar com as propostas “nocivas”, porque essas não serão enviadas.

Ajustes - Marquinhos e os vereadores ainda devem se reunir antes da Câmara Municipal voltar à ativa no dia 15 de fevereiro. O prefeito diz que só está aguardando o presidente da casa de leis, vereador João Rocha (PSDB), marcar o encontro.

Já pode estudar - Agora é pra valer: a Fapec (Fundação de Apoio à Cultura e Ensino) vai mesmo aplicar o concurso da Câmara Municipal, que deve acontecer no meio do ano. Detalhe: o último certame foi realizado em 2004 e, na ocasião, absolutamente ninguém que trabalhava na casa de leis foi aprovado. Ao ser questionado sobre a ausência de licitação, um dos assessores da Casa respondeu: "a Assembleia (Legislativa) também fez isso".

Antiga Câmara - Com a renovação de 18 vereadores na Câmara Municipal de Campo Grande, quem precisa falar com os antigos basta ir à Prefeitura de Campo Grande. Na sede do Executivo Municipal nesta sexta-feira foi possível encontrar os vereadores não eleitos Carla Stephanini (PMDB), Ademar Vieira Junior, o Coringa (PSD), que já foram nomeados pelo prefeito, além do ex-vereadores Edson Shimabukuro e Vanderlei Cabeludo (PMDB).

Tenso - Enquanto o Governo do Estado promete cortes de comissionados e extinção de pastas, já tem gente se antecipando e pulando fora do barco. É o caso da diretora-geral da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, Andréa Freire, que informou em seu Facebook seu desligamento da gestão pública. Ela também era secretária-adjunta de Cultura, Turismo, Empreendedorismo e Inovação de MS.

Política - Procurada pela reportagem, Andréa Freire limitou-se a dizer que já havia "cumprido sua missão" e que a decisão é pessoal. Agora, diz que retornará às funções de antes, como produtora teatral. Em relação à pasta que deixa, aponta que houve avanços mas que existem projetos que precisam ser revistos. "A experiência obtida na gestão pública só fortalece meu modo de fazer cultura e primorá-la", finalizou.

Tchau - Em seu post, Andréa agradece e se despede do governador Reinaldo Azambuja (PSDB), do seu ex-chefe e secretário de Cultura, Athayde Nery e, ainda, do secretário de Governo, Eduardo Ridel. Procurado durante o fim de semana para comentar o desligamento, Ridel não quis adiantar as duas secretarias que devem ser extintas com a reforma administrativa do Estado.

Nem esquentou a cadeira - O ex-vereador e ex-vice-prefeito Albino Mendes ficou só um mês na presidência da Fundação de Saúde de Dourados. Ele foi exonerado do cargo pela prefeita Délia Razuk (PR). Companheiro de partido e um dos principais coordenadores da campanha da prefeita, Albino deve ser nomeado nos próximos dias para atuar diretamente no gabinete de Délia. O substituto dele na Funsaud ainda não foi definido.

Um sonho - Enquanto o campo-grandense tem feito malabarismo para não cair nos buracos das ruas da Capital, quem circula pelo estacionamento do Tribunal de Contas, no Parque dos Poderes, não tem com o que se preocupar quando o assunto é asfalto. A área de 12 mil metros foi completamente recapeada nos últimos dias. Segundo a assessoria de imprensa do Tribunal, "a obra é de manutenção do espaço que abriga 800 veículos todos os dias e assim como qualquer área, precisa de reparos". Custos sobre a obra não foram divulgados.

*Colaboraram Alberto Dias, Luana Rodrigues, Mayara Bueno e Hélio de Freitas.

 

Bonito quer bombar com shows gringos no Carnaval
Bombando - Empresários estão investindo pesado no Carnaval de Bonito 2018. Além da celebridade internacional Paris Hilton, uma das atrações em negoci...
Fábrica planeja investimento de meio bilhão em porto
Projeto ambicioso – Depois de inaugurar mais uma unidade em Três Lagoas, ampliando a produção de celulose, a Fibria negocia com a ampliação da estrut...
MS cumpre "regra de ouro" na finança pública
Melhor que os outros – Existe uma máxima em finanças públicas de que os governos, para não cair em estado de insolvência, não devem custear despesas ...
Reinaldo diz que ação contra o crime não pode ser só no RJ
Mal gerido – Neste ano, o Ministério da Justiça e Segurança Pública gastou R$ 185,77 milhões do FNSP (Fundo Nacional de Segurança Pública), conforme ...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions