A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 19 de Outubro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


26/10/2011 07:00

Banda podre

Jogo Aberto

Raiz do problema

O governador André Puccinelli está cada vez atento aos assuntos financeiros, econômicos, tributários e fiscais, preocupado com a saúde financeira do Estado a médio e longo prazos. Ontem propôs destinação dos juros da dívida ao SUS (Sistema Único de Saúde).

André já palpitou pelo fim das vinculações das receitas da União, defendeu a conversão de parte da dívida em programas de infra-estrutura, apoiou o relatório de Ibsen Pinheiro na polêmica dos royalties, considera razoável o novo texto da partilha do pré-sal e passou a articular e fortalecer o movimento pela revisão dos fundos de participação (FPE e FPM), indexadores das receitas futuras do petróleo.

Alta periculosidade

O fato de coronel da PM ser obrigado a andar com guarda costas para se proteger de bandidos dentro da própria corporação indica que o poderio da quadrilha que está sendo desmantelada hoje chegou ao limite da tolerância do Estado.

Incorporado

O deputado federal Edson Giroto comunicou ontem, oficialmente, à Mesa da Câmara, seu ingresso no PMDB. Será o 82º deputado da bancada do PMDB. Giroto, que já era da base governista, ganha agora mais trânsito como integrante da segunda maior bancada na Câmara. Hoje o PT detém a bancada majoritária, com 85 deputados.

Radiografia

Audiência pública hoje na Assembleia Legislativa, em cumprimento à LRF (Lei de Responsabilidade Fiscal), vai mostrar o retrato da contabilidade pública no âmbito dos três poderes nos meses de maio, junho, julho e agosto. O principal ponto de indignação é com o dinheiro que sai para o pagamento da dívida fundada do Estado.

Segundo o governador André Puccinelli, MS desembolsou R$ 630 milhões no ano passado. Como a dívida cresce em proporção geométrica, o Estado terá outro rombo de mais de meio bilhão até o fechamento do exercício.

Pressa e promessa

Pré-candidato a prefeito e com um pacote de emendas prevendo recursos para Dourados emperradas pelo contingenciamento do governo, o deputado Geraldo Resende (PMDB-MS) faz marcação cerrada na Esplanada dos Ministérios.

Ele começou a semana na porta do ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, para cobrar R$ 6,6 milhões destinados a obras de drenagem de águas pluviais e pavimentação asfáltica de diversos bairros da cidade.

Audiência

As pendências do governo com Dourados estão na pauta de audiência marcada para hoje com a ministra Ideli Salvatti e o coordenador da bancada federal, Geraldo Resende, que será escoltado pelo senador Antonio Russo (PR) e o prefeito de Dourados, Murilo Zauith. Uma emenda de bancada, de R$ 12 milhões, também está travada.

Juizado Especial

O presidente da OAB-MS, Leonardo Duarte, confirmou a implantação de Juizado Especial Federal em Dourados ainda este ano, após reunião em São Paulo com o presidente do Tribunal Regional Federal da 3ª Região – Roberto Haddad. Na reunião Duarte reivindicou a criação de mais Juizados Especiais Federais nas comarcas de Campo Grande e Dourados.

Entre as solicitações de ampliar o atendimento da justiça Federal em Mato Grosso do Sul restam ainda a instalação de mais uma Vara da Justiça Federal em Jardim e Câmaras Regionais destinadas a julgamentos de Processos do Estado.

Expectativa

É grande a expectativa em relação à audiência pública na Câmara da Capital que vai discutir o atendimento na Santa Casa de Campo Grande e apurar as denúncias de tratamento diferenciado entre conveniados e pacientes do SUS, além do questionamento sobre o fechamento do setor psiquiátrico.

Acordando

Depois de uma hibernação de quase 10 meses, em que pesem os temores sobre a retração dos investimentos, o antigo conselho de desenvolvimento industrial do Estado faz hoje a sua primeira reunião do ano para analisar pedidos de incentivos fiscais para 11 projetos de implantação e quatro de ampliação de unidades industriais.

Os projetos preveem investimentos de R$ 95 milhões em Campo Grande, Nova Andradina, Terenos, Ponta Porã, Coxim e Aparecida do Taboado nos setores de indústria química, confecção têxtil, embalagens plásticas e concreto.

Estranheza

Requerimento do deputado Paulo Duarte (PT),solicita à Coordenadoria Geral de Meio Ambiente do DNIT informações sobre a contratação de biólogos e técnicos do Instituto Tecnológico de Transporte e Infraestrutura da Universidade Federal do Paraná para organizar e monitorar os programas ambientais na BR-262, que vai se transformar em rodovia ecológica.

"Por que o DNIT não contratou profissionais da Universidade Federal de Mato Grosso Sul? O DNIT simplesmente ignorou os pesquisadores do Estado, que são profissionais que podem, sem dúvida nenhuma, executar o monitoramento do projeto?", questionou Duarte.

Detran de MS avalia adesão a parcelar multa no cartão
Ainda não sabemos – O Detran de Mato Grosso do Sul avalia se vai fazer convênios que permitam parcelamento de multas no cartão de crédito. A autoriza...
Delcídio foi "fantasma" em sessão que manteve Aécio
Lembrado – O ex-senador e ex-petista Delcídio do Amaral está longe do Senado desde maio de 2016, quando foi cassado, mas nesta terça-feira foi bastan...
"Nem a pau", diz Correa sobre desistir de ação contra JBS
Negativo - “Nem a pau”. Essa foi a reação do presidente da CPI da JBS, Paulo Correa (PR), à cogitação de retirar a ação contra a empresa, para preser...
Bonito quer bombar com shows gringos no Carnaval
Bombando - Empresários estão investindo pesado no Carnaval de Bonito 2018. Além da celebridade internacional Paris Hilton, uma das atrações em negoci...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions