ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SEXTA  23    CAMPO GRANDE 24º

Jogo Aberto

Bernal apaga as marcas de Trad Filho

Por Edivaldo Bitencourt | 26/03/2013 06:00

Apagando – O prefeito Alcides Bernal (PP) vem trabalhando, literalmente, para apagar as marcas do antecessor, Nelson Trad Filho (PMDB). No entanto, o “pacote” é mais modesto, sem obras ou prestação de serviços. O progressista vem usando adesivos para “esconder” as marcas de Trad Filho nas placas de sinalização da ciclovia da Via Parque.

Míope – O secretário estadual de Habitação e deputado licenciado, Carlos Marun, aliás escorregou em discurso contra o prefeito Alcides Bernal em encontro do PMDB, ontem. Na sua avaliação, o povo votou pela “voz mais suave” e pelo cabelo “mais bonito”. Cabelo? Bonito? Como assim, Marun? Bernal está careca e os parcos fios de cabelo vivem despenteados.

Visitante ilustre – Agora, virou moda a Câmara Municipal da Capital conceder título de “Visitante Ilustre”. A próxima a ser contemplada com a mania é a ex-senadora Marina Silva, que vem ao Estado para participar de um culto e articular o lançamento do novo partido, denominado Rede de Sustentabilidade. A médica Ana Lúcia Farah Valente também será agraciada com a “nobre condecoração”.

Reação – A bancada sul-mato-grossense no Congresso Nacional promete reagir ao esvaziamento do Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte). O aviso foi dado em alto e bom som no facebook pelo senador Delcídio do Amaral (PT). “É preocupante e altamente prejudicial ao Estado “, alertou o petista.

Em alta – Aliás, o senador Delcídio do Amaral também repercutiu matéria do Lado B do Campo Grande News sobre o fechamento do cine Center na antiga Rodoviária. O título “Cine pornô fecha e deixa clientes na mão” repercutiu até na coluna popular do Macaco Simão, do jornal Folha de São Paulo.

O comentário – No twitter do petista, ele repercutiu, mas resumiu que o título da matéria dispensava qualquer outra análise. “Deu no Campo Grande News ( ele colocou o link da materia). A manchete dipensa comentários”, reagiu o senador Delcídio do Amaral.

Olho do dono – O ex-senador Tasso Jereissati levou ao pé da letra o ditado popular de que o “olho do dono engorda o boi”. A cada 15 dias, no mínimo, o empresário desembarca em Campo Grande para acompanhar a inauguração do Shopping Bosque dos Ipês, na saída para Cuiabá. O novo centro comercial deve entrar em operação em maio deste ano.

Presidenta? – Os aliados da presidente Dilma Rousseff (PT) acabam se atrapalhando com os termos usados. Na semana passada, o presidente da Assembleia Legislativa, Jerson Domingos (PMDB), tentou chama-la de presidenta, como os petistas e o Governo chamam a chefe de Governo. Mas o peemedebista acabou se confundindo e saiu-se com essa: presidenta Lula.

Fervura – Incorporadora comemorou o aquecimento do mercado imobiliário de Campo Grande, que continua fervendo, literalmente. O Residencial Damha IV vendeu, em questão de horas, todos os 340 lotos postos a venda na semana passada. O investimento é de aproximadamente R$ 30 milhões.

Justiça - A OAB/MS vai apostar na pressão popular para condenar os acusados pelo assassinato do advogado Nivaldo Nogueira de Souza, ocorrido em março de 2009. A entidade convoca, desde ontem, os advogados para acompanhar o júri de três dos sete acusados pelo homicídio. O júri será hoje, a partir das 8h30 no Tribunal do Júri, na Capital.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário