A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 22 de Outubro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


16/05/2014 06:00

Bernal e os aviões da FAB

Edivaldo Bitencourt

Fotos – Servidoras municipais aproveitaram a lavada da Prefeitura pelos aliados do prefeito Alcides Bernal (PP) para registrar o momento histórico. A diferença é que o registro era o selfies, para postar no Facebook.

RápidoAlcides Bernal não esperou nenhum segundo para reassumir o cargo de prefeito. Logo ao saber da liminar da Justiça, ele foi ao Fórum e pediu para o oficial de Justiça acompanhá-lo até o Paço Municipal e lhe “empossar no cargo”.

Limpa – Uma das primeiras medidas de Bernal no cargo será exonerar todos os comissionados nomeados por Gilmar Olarte. Ele estima que serão aproximadamente 1,4 mil pessoas demitidas de hoje até segunda-feira.

Parceiro – Bernal só não vai conseguir se livrar de Gilmar Olarte. Tudo porque ele volta a ser vice-prefeito e com direito a ter espaço na Prefeitura da Capital, incluindo-se o salário de vice-prefeito.

De acordo – A votação pela manutenção de vetos uniu base e oposição. A vereadora Grazielle Machado (PR) disse para Paulo Pedra (PDT) que esta é a primeira vez que ambos entram em acordo. Os dois andam se estranhando desde que a cassação de Bernal entrou na pauta do legislativo e Pedro conseguiu nomear um aliado no município.

Sim e não? – Confusa, a forma de votar virou piada da vereadora Luiza Ribeiro (PPS). “É fácil! Sim para não e não para sim. Entendeu?”, explicou a parlamentar aos colegas que caíram na risada.

Minuto caro – O duelo entre Chiquinho Telles (PSD) e Pedra, com tema eleitoral, rendeu críticas da petista Thaís Helena (PT). “É um minuto muito caro usar a tribuna para ficar discutindo eleição”, comentou a petista. Pedra e Telles quase entraram nas vias de fato.

No diálogo – Grazielle também disse que seu partido, o Partido da República, está no “período de diálogo” para definir com quem seguirá nas eleições deste ano. Inicialmente seria com o pré-candidato Delcídio do Amaral (PT), mas já houve abertura uma “embrionária” conversa com Reinaldo Azambuja (PSDB). Quanto a Nelsinho Trad (PMDB), a sigla ainda aguarda diálogo.

Coincidência - No dia da cassação de Alcides Bernal, um avião da Força Aérea Brasileira caiu, mas o piloto se salvou. Ontem, no dia do retorno do progressista, uma avião da FAB quase caiu e fez pouso de emergência, com interdição do aeroporto, após ser atingido por um pássaro.

Samu - Nas oito horas como prefeito, Bernal até mudou o coordenador do Samu (Serviço de Atedimento Móvel de Urgência). O médico Eduardo Cury foi "substituído" por Tonhão, o polêmico coordenador que estava a frente da pasta quando teve as duas mortes. 

(colaboraram Kleber Clajus, Zana Zaidan, Marcos Ermínio e Filipe Prado)

Crise da JBS rouba atenção de Temer
Foco na JBS - No Governo do Estado, a vinda do presidente Temer a Mato Grosso não teve a mobilização típica de visitas anteriores de presidentes. Na ...
Temer oscilou sobre decisão de vir para agenda em MS
Às pressas – A vinda do presidente Michel Temer para Mato Grosso do Sul neste sábado foi confirmada em cima da hora. A coluna apurou que tudo indicav...
Detran de MS avalia adesão a parcelar multa no cartão
Ainda não sabemos – O Detran de Mato Grosso do Sul avalia se vai fazer convênios que permitam parcelamento de multas no cartão de crédito. A autoriza...
Delcídio foi "fantasma" em sessão que manteve Aécio
Lembrado – O ex-senador e ex-petista Delcídio do Amaral está longe do Senado desde maio de 2016, quando foi cassado, mas nesta terça-feira foi bastan...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions