A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 17 de Outubro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


17/01/2012 07:00

Caixa de ressonância

Jogo Aberto

Fora da rota

A companhia não confirma, mas fonte garante que a TRIP solicitou em sua planilha de voos (Hotran) na Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) a exclusão de Dourados de suas rotas a partir de fevereiro.

Atualmente Dourados é servida por dois voos diários que ligam a cidade a Cascavel, Curitiba e Campinas e poderão operar somente entre essas duas últimas cidades. A linha Campo Grande a Curitiba, passando por Cascavel, deve ser mantida.

Passagens à venda

Em meio à especulação sobre o fim dos voos comerciais da TRIP em Dourados, agências de viagens e nos próprios balcões da companhia operam normalmente com venda de passagens na rota regional. Pela internet é possível até programar bilhetes com antecedência de 30 dias.

Isolamento

O isolamento de Dourados dos grandes centros consumidores, como Paraná e São Paulo, por via aérea, é uma preocupação antiga. O prefeito Murilo Zauith (PSB) tenta reestruturar o aeroporto para pousos de grandes aeronaves, mas as companhias alegam falta de passageiros. De qualquer modo, com 200 mil habitantes e em processo de expansão industrial, Dourados precisa se integrar ao transporte aéreo.

Mazelas

Decisão da OAB-MS de acionar a Polícia Militar por manter presos nos camburões por tempo acima do normal, desencadeou série de críticas à morosidade do atendimento nas delegacias de Polícia. Viaturas do 10º BPM teriam formado fila na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) da Vila Piratininga.

Mazelas 2

Moradores estão reclamando da velocidade empreendida por condutores de carros e motos na rua Brasília, desde a Aveida Duque de Caxias. O mirante está sendo devassado nos fins de semana e a falta de iluminação gera reclamações. Por outro lado, a marginal da Lagoa, recém inaugurada, sobre as conseqüências das últimas chuvas.

Eloquência

O deputado Fábio Trad (PMDB-MS) não herdou apenas o mandato, mas também o dom da oratória que marcou a trajetória do deputado Nelson Trad. Ao analisar o sistema legislativo brasileiro, Fábio Trad defendeu a recuperação da capacidade do Parlamento de legislar, numa alusão ao excesso de medidas provisórias.

"Castrada fundamentalmente em sua essência, a tarefa da deputação revela o seu anêmico perfil institucional através de múltiplas colorações. A mais contrastante delas, é a sua macunaímica tendência em conformar-se com ser um apêndice do Poder Executivo, mera carimbadora de medidas provisórias que, a mais das vezes, expõe ao país o seu canhestro papel de mero adjuvante da política executiva do governo central", discursou.

Eloquência 2

Fábio Trad vai mais fundo em sua análise sobre o papel da Câmara.

"Em regra, deputar deixou de ser missão; agora é prática operativa de interesses de segmentos e facções. Não mais advogada da nação, mas despachante subalterna de poderosas forças econômicas que prostituem o mandato e corrompem a política. Não retrata a Nação. Não traduz a vontade geral. Não resgata o sentimento coletivo do povo. Deixou de ser uma referência e passou a rascunhar um medíocre roteiro de fingimentos e hipocrisias. Às vezes, para camuflar, investe no poder midiático das CPIS, mas não consegue sair do atoleiro imposto pela distorção do sistema".

Cadê a crise?

Mato Grosso do Sul segue como paraíso do oeste brasileiro, não apenas pelas projeções de investimentos corporativos, mas também pelos indicadores da poupança, sustentada basicamente por pequenos investidores. Em apenas uma instituição federal, sem contar a captação dos bancos privados, nada menos que 4,2 mil contas foram abertas nas agências da Caixa no mês de dezembro.

Quesito fundamental

Os prefeitos que buscam a reeleição em 7 de outubro estão sendo aconselhados pelos partidos a se credenciarem junto aos eleitores a partir de um quesito fundamental para o enfrentamento eleitoral. Manter os salários dos servidores, rigorosamente em dia. Algumas prefeituras já pensam em seguir o exemplo de Nova Andradina, onde a folha é dividida em duas parcelas dentro do mês: 40% no dia 15 e 60% no último dia útil de cada mês.

Balanção

Ontem o senador Delcídio do Amaral (PT-MS) fez balanço contabilizando R$ 127 milhões em investimentos este ano no Estado, atribuindo o feito a esforço da bancada federal, em que pese o “grande sufoco ao longo de praticamente todo o ano passado, com dificuldade para liberar recursos não só para os projetos já em andamento mas também para novos investimentos“. Delcídio diz ter feito parcerias na apresentação de emendas com o senador Waldemir Moka (PMDB) e os deputados Antonio Carlos Biffi (PT), e Vander Loubet(PT).

Bonito quer bombar com shows gringos no Carnaval
Bombando - Empresários estão investindo pesado no Carnaval de Bonito 2018. Além da celebridade internacional Paris Hilton, uma das atrações em negoci...
Fábrica planeja investimento de meio bilhão em porto
Projeto ambicioso – Depois de inaugurar mais uma unidade em Três Lagoas, ampliando a produção de celulose, a Fibria negocia com a ampliação da estrut...
MS cumpre "regra de ouro" na finança pública
Melhor que os outros – Existe uma máxima em finanças públicas de que os governos, para não cair em estado de insolvência, não devem custear despesas ...
Reinaldo diz que ação contra o crime não pode ser só no RJ
Mal gerido – Neste ano, o Ministério da Justiça e Segurança Pública gastou R$ 185,77 milhões do FNSP (Fundo Nacional de Segurança Pública), conforme ...



Parabens ao Dep. Fabio Trad, muito feliz em suas colocações, com as quais concordo plenamente. Nosso congresso, deveria estar formado por pessoas, com essa cabeça, posicionando-se extamente como o povo deseja. Deus queira que essa semente, germine.
 
Edil Godoy dos Santos em 17/01/2012 11:46:09
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions