A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 16 de Outubro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


21/11/2011 07:00

Campo das ideias

Jogo Aberto

Tudo azul

O prefeito de Chapadão do Sul, Jocelito Krug (PMDB), presidente da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul), disse que houve ‘grave equívoco’ em dados segundo os quais municípios do Estado estariam ‘sujos’ no CAUC (Cadastro Único de Convênio), ligado ao SIAFI (Sistema Integrado de Administração Financeira do Governo Federal).

O presidente da Assomasul explica que o CAUC “não é um cadastro de inadimplência“. Krug garante que das 28 prefeituras apontadas como inadimplentes, nove ainda providenciam documentos e terão liberação de recursos retardada.

Repercussão

A pacata Terenos, a 30 quilômetros de Campo Grande, ocupou no fim de semana espaço nas principais publicações econômicas e blogs da área de negócios e finanças.

A aquisição pela RF Brasil Foods da empresa Heloísa Indústria e Comércio de Produtos Lácteos de Terenos, por R$ 122,5 milhões, repercutiu e abriu especulações sobre outras transações no Estado na área da agroindústria. O setor de alimentos é um dos que mais cresce em MS e faz parte do plano estratégico de investimentos do grupo de resultou da união das antigas Sadia e Perdigão.

Visibilidade

Terenos também já ganhou o noticiário nacional pela realização, já há quatro anos, da Festa do Ovo, e pela decisão do juiz José Berlange Andrade de levar seu gabinete para as comunidades rurais como solução para garantir o acesso da população aos serviços do Judiciário.

Ranking

Outros números que mostram o ambiente favorável à expansão econômica em Mato Grosso do Sul são da telefonia - O Estado está entre as unidades da federação com maior densidade de telefonia celular, com 1,35 celular por habitante, atrás apenas de São Paulo (1,37) e Brasília, que lidera com 2 celulares por pessoa.

Especulação

O governador André Puccinelli afirmou em Nova Andradina, no fim de semana, que aliança eleitoral com o PT em 2014 será uma discussão natural no processo natural de evolução do quadro político, que pode culminar em "pedido de casamento" do senador Delcídio do Amaral, pré-candidato à sua sucessão. Delcídio, no entanto, é cauteloso e vê um trabalho de engenharia pela frente: "É uma construção".

Esvaziamento

Sem nenhuma articulação para entabular e as pré-candidaturas postas, os partidos entram em uma outra disputa que deve ir até março de 2012 - quem terá melhor estrutura para negociar nas alianças. Poucas legendas vão para o embate eleitoral preocupadas com as ideias.

Controvérsias

O maior desafio da Comissão Especial que analisa o novo CPC (Código de Processo Civil) é garantir uma justiça rápida e justa. Nessa semana, a Comissão, presidida pelo deputado Fábio Trad (PMDB-MS), vai tocar no ponto central do clamor da sociedade - a necessidade de simplificar e agilizar os processos e ao mesmo tempo enxugar a infindável quantidade de recursos.

Problema coletivo

O Campo Grande News esteve na área onde mais um conflito repete a velha constatação de que o as comunidades indígenas herdaram todas as mazelas da sociedade urbana, inclusive a dependência do Estado. No mês passado dono de um bar em Paranhos foi detido por reter identidades e cartões do programa Bolsa Família de mais de 15 indígenas, que foram dados em garantia ao pagamento de bebidas alcoólicas.

Cobrança

O senador Delcídio do Amaral (PT-MS cobrou no Twiter atenção das autoridades de Brasília aos problemas indígenas. “O governo federal continua subestimando os conflitos em MS. A situação é grave!”, avisou. O senador postou também nota oficial do Diretório Regional do PT de repúdio aos acontecimentos.

Aliança fiscal

Mato Grosso do Sul que o Confaz (Conselho Nacional de Política Fazendária) se abstenha pelo menos por enquanto sobre a guerra fiscal ressurgida após a decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) que em junho declarou inconstitucionais leis de incentivo fiscal. O Estado, junto com SP, RJ e PA retomou a política de atração de investimentos, mesmo sem a aprovação unânime de todos os estados da federação, por meio de decreto. O STF agora analisa como analisar a constitucionalidade de decreto.

Bonito quer bombar com shows gringos no Carnaval
Bombando - Empresários estão investindo pesado no Carnaval de Bonito 2018. Além da celebridade internacional Paris Hilton, uma das atrações em negoci...
Fábrica planeja investimento de meio bilhão em porto
Projeto ambicioso – Depois de inaugurar mais uma unidade em Três Lagoas, ampliando a produção de celulose, a Fibria negocia com a ampliação da estrut...
MS cumpre "regra de ouro" na finança pública
Melhor que os outros – Existe uma máxima em finanças públicas de que os governos, para não cair em estado de insolvência, não devem custear despesas ...
Reinaldo diz que ação contra o crime não pode ser só no RJ
Mal gerido – Neste ano, o Ministério da Justiça e Segurança Pública gastou R$ 185,77 milhões do FNSP (Fundo Nacional de Segurança Pública), conforme ...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions