A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 22 de Outubro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


06/09/2011 06:00

Choque de opiniões

Jogo Aberto

Pressão

Prefeitos e vereadores que vão tentar a reeleição começam a buscar suporte para a disputa de 2012. E o primeiro endereço é a Assembleia Legislativa.

De qualquer modo, a pressão maior recai sobre a bancada federal, numericamente bem menor e com a responsabilidade de atender a todos os municípios. Daí a corrida aos Ministérios para garantir o pagamento de emendas parlamentares.

Campo minado

Como era previsto, o ex-governador Zeca do PT avisou que não cumpre a orientação aprovada pelo partido no domingo, de facilitar as alianças com o PMDB e partidos mais à direita, como o PSD e o DEM.

No caso em questão, da eleição em Campo Grande, Zeca diz preferir abandonar o barco a ter que se aliar ao PMDB do governador André Puccinelli que, por seu turno, diz conversar semanalmente com petistas na Capital.

Bola dividida

Ficou clara a divisão na classe dos taxistas depois dos episódios em que houve a necessidade de mobilização por mais segurança.

Um grupo considera exagerada a pressão sobre os órgãos de segurança pública, enquanto outro grupo quer manifestação mais dura de cobrança às autoridades.

Controvérsia

O economista Áureo Torres criticou a divulgação do levantamento da Fiems (Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul) sobre os postos de trabalho criados pelo setor industrial.

Segundo Torres, os números que mais se aproximam à realidade são os publicados no site da Prefeitura de Campo Grande. Para o economista, os dados divulgados pela entidade estariam “inflados” por uma questão de marketing do segmento.

Controvérsia 2

A Fiems divulgou que diante dos números do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), o setor industrial, composto pelas indústrias de transformação, de extrativismo mineral, de construção civil e de serviços de utilidade pública, já gerou 11.454 novos postos de trabalho nos primeiros sete meses deste ano.

O economista diz que pela metodologia oficial, extrativismo mineral (setor forte em Corumbá), construção civil e serviços de utilidade pública, não são componentes da atividade industrial, podendo se afirmar que o setor teria contribuído com 5.872 e não 11.454 empregos.

Preparativos

O TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral) começou a reformular o site, que será padronizado com o portal do TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

Por outro lado, no dia 19 o TSE faz audiência pública sobre a instrução que disporá sobre a arrecadação, inclusive por meio de cartão de crédito, e os gastos de recursos por partidos políticos, candidatos e comitês financeiros e, ainda, sobre a prestação de contas nas eleições de 2012.

Lógica obviana

Depois da frustração pela tendência do Congresso de rejeitar a PEC 300, que alinha os salários de policiais e bombeiros, a organização da mobilização pró-aprovação terá injeção de ânimo com a vinda a Mato Grosso do Sul do deputado federal e líder do DEM na Câmara, Antônio Carlos Magalhães Neto.

ACM Neto viria a convite de sindicalistas para repetir que o DEM continuará obstruindo as votações na Câmara enquanto a PEC 300 não for à votação.

Protesto

O deputado federal Giroto (PR-MS) utilizou a tribuna ontem para criticar a exclusão da ciclista sul-mato-grossense Luciene Ferreira da Silva da convocação para os Jogos Pan-Americanos, em Guadalajara, no México, entre 13 e 30 de outubro.

Luciene é a primeira colocada no ranking nacional da Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC) e foi preterida por critério não esclarecido pela CBC. Além de fazer a denúncia em plenário, Giroto encaminhou ofício ao ministro do Esporte, Orlando Silva.

Expectativa

Organizadores ainda tentavam ontem a última cartada para trazer ao Congresso Nacional de Economia em Bonito o ministro da Fazenda Guido Mantega.

O consolo é a confirmação da presença do ministro da Ciência e Tecnologia, Aluizio Marcadante. O Congresso será aberto amanhã e vai até o dia 9.

Cidadãos eméritos

A Assembleia Legislativa faz sessão solene no dia 15, às 19h, para entrega de títulos de Cidadão e da Comenda do Mérito Legislativo a personalidades reconhecidas por relevantes serviços prestados ao Estado, proposta pelos deputados Junior Mochi e Eduardo Rocha.

Receberão o título de Cidadão o desembargador Hidelbrando Coelho Neto, e os empresários Gustavo Trindade Correa, Roberto Luiz Leme Klabin, Mário Celso Lopes e Plínio Dias Bicalho. Com a Comenda do Mérito Legislativo, serão homenageados Teresa Cristina Ralston Bracher e André Esteves.

Crise da JBS rouba atenção de Temer
Foco na JBS - No Governo do Estado, a vinda do presidente Temer a Mato Grosso não teve a mobilização típica de visitas anteriores de presidentes. Na ...
Temer oscilou sobre decisão de vir para agenda em MS
Às pressas – A vinda do presidente Michel Temer para Mato Grosso do Sul neste sábado foi confirmada em cima da hora. A coluna apurou que tudo indicav...
Detran de MS avalia adesão a parcelar multa no cartão
Ainda não sabemos – O Detran de Mato Grosso do Sul avalia se vai fazer convênios que permitam parcelamento de multas no cartão de crédito. A autoriza...
Delcídio foi "fantasma" em sessão que manteve Aécio
Lembrado – O ex-senador e ex-petista Delcídio do Amaral está longe do Senado desde maio de 2016, quando foi cassado, mas nesta terça-feira foi bastan...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions