ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, QUINTA  13    CAMPO GRANDE 22º

Jogo Aberto

Conta de terrenos que prefeitura limpou chega ainda este mês

Por Caroline Maldonado e Anahi Zurutuza | 08/04/2024 06:00
Terreno abandonado no Nova Lima que dá dor de cabeça para vizinhos (Foto: Direto das Ruas/Arquivo)
Terreno abandonado no Nova Lima que dá dor de cabeça para vizinhos (Foto: Direto das Ruas/Arquivo)

Nova regra – Está completando cinco meses a regulamentação da lei que permite a Prefeitura de Campo Grande fazer limpeza e "mandar a conta" aos proprietários de terrenos com matagal que não resolveram a situação após serem multados.

Primeirinhos – Após os prazos para adequação e multas, neste mês, a Sisep (Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos) receberá da Semadur (Secretaria de Meio Ambiente e Gestão Urbana) a primeira relação de endereços com terrenos a serem limpos.

Conta – A prefeitura não divulgou ainda os valores, mas informou que a cobrança de cada limpeza depende da medida do lote. O custo da limpeza será vinculado à inscrição imobiliária do imóvel e caso o proprietário não pague vai para a dívida ativa.

Continua – O vereador André Luís Soares, o “Prof. André” (PRD), vai “continuar batendo” na proposta da tarifa zero no transporte coletivo, que levantou há um ano com a realização de um seminário na Câmara Municipal. Como sabe que haverá eleições, o parlamentar espera que o tema vire compromisso de campanha dos candidatos a prefeito.

Direito universal – Assim sendo, se não chegar ao fim da corrida eleitoral, o vereador que é pré-candidato a prefeito, ao menos terá emplacado o assunto vislumbrando que o fim da cobrança vire realidade na Capital, assim como ocorre em diversas outras cidades Brasil afora.

Mais uma vez – Nesta semana, ele promoverá uma audiência pública e, desta vez, vai argumentar que já há uma proposta federal para colocar o transporte como direito universal do cidadão. Com isso, o Governo Federal também teria que ajudar a custear a tarifa para que o usuário não pagasse. Alguém que trabalha 20 dias por mês paga quase R$ 200,00, lembra ele. Portanto, seria um alívio para o trabalhador.

Mais que isso – O vereador lembra ainda que não se trata de uma melhoria apenas para o transporte, mas à mobilidade urbana e à proteção da vida humana, porque atualmente entre 20% e 30% dos leitos de UTI (Unidades de Terapia Intensiva) da Capital estão ocupados por vítimas de acidentes de trânsito. Em um ano, a discussão não evoluiu muito no que depende da prefeitura, mas a prefeita de Campo Grande, Adriane Lopes (PP), declarou há alguns dias que a tarifa zero é possível e disse até que já está prevendo um estudo técnico. No entanto, ela alertou que não será algo fácil.

De costas, olhando para trás, André Puccinelli bem jovem, quando atuava como médico em Fátima do Sul (Foto: Instagram/Reprodução)
De costas, olhando para trás, André Puccinelli bem jovem, quando atuava como médico em Fátima do Sul (Foto: Instagram/Reprodução)

Fundo do baú – Lembrança de André Puccinelli (MDB) movimentou a rede social do ex-governador. A foto mostra o emedebista trabalhando como médico em Fátima do Sul. “Onde tudo começou, sem saber que a vida política me aguardava para desempenhar um grande papel na Prefeitura de Campo Grande”, disse na legenda.

Desenterrando – O #tbt desenterrou recordações de outros internautas, ex-pacientes do médico. “Era o médico que fez parto do meu irmão em Fátima do Sul no ano de 1978”, revelou Sandra Maria. Os filhos do ex-governador também comentaram a postagem. Puccinelli Júnior contou que o pai fez o parto dele e o da irmã mais velha, enquanto Vanessa Puccinelli, também médica, afirmou: “Nesta área você me influenciou”, deixando claro que diferente do pai, ela não tem interesse na política.

Campanha on-line? – A página de Puccinelli no Instagram fez questão de responder a todos os comentários e ao que parece, pelo menos parte deles, foram respondidos pelo próprio e não por um administrador, como acontece muito nas contas de pessoas públicas. Um dos comentários é sobre a avó do internauta, professora de Fátima do Sul com quem André tomava café e a resposta demonstra certa intimidade com a história. Além disso, o ex-governador se mostra "pré-candidatíssimo" a prefeito de Campo Grande, porque aproveita os elogios para dizer que quer “fazer mais” pela Capital.

Nos siga no Google Notícias