A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 19 de Junho de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


09/07/2015 06:00

De licença médica, deputado faz caminhada e vai à festa

Edivaldo Bitencourt

Repouso - O deputado federal Vander Loubet (PT) não participou de votações importantes no Congresso Nacional porque estava de licença médica. O petista sofreu um acidente na banheira e ficou afastado por alguns dias.

Ausente – Na quinta-feira passada, Vander foi visto, apesar de estar de licença médica, caminhando no Parque das Nações Indígenas. No sábado, o petista, que ainda estaria de licença, foi visto em uma festa infantil com o presidente da Fundação de Turismo, Nelson Cintra, e o prefeito de Jardim, Erney Cunha (PT).

De volta – O ex-deputado estadual e ex-deputado federal Akira Otsubo (PMDB) deve voltar a ativa em breve. Ele foi indicado para assumir a Superintendência Estadual de Pesca em Mato Grosso do Sul. Outro nome do PMDB, para a Delegacia Federal de Agricultura, é o ex-secretário estadual de Meio Ambiente, Celso Martins.

Pela tangente – O senador Waldemir Moka (PMDB) endossou as indicações para dois órgãos federais. No entanto, o parlamentar descarta barganha. Ele ressaltou que só apoio as indicações. Akira foi uma indicação dos pescadores, enquanto Martins seria “puramente técnica”.

Sem crises – O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) optou pela harmonia entre os poderes e não mudou o percentual de repasse ao Tribunal de Justiça, Assembleia Legislativa, Ministério Público, Defensoria Pública e Tribunal de Contas do Estado.

Ação – O ex-prefeito da Capital, Alcides Bernal (PP), foi alvo de mais uma ação civil pública impetrada pelo Ministério Público Estadual. Ele foi acionado por irregularidades cometidas pela Fundação Municipal de Cultura.

Estratégico – O Aquário do Pantanal impressionou o ministro Mangabeira Unger, da Secretaria de Ações Estratégicas da Presidência da República. Após uma visita analítica e silenciosa, ele surpreendeu ao comparar a obra aos feitos do presidente Juscelino Kubitschek. Classificou o aquário como “ousado”, “grandiosa” e inspiração para outros projetos no País.

Agenda furada – No cargo para pensar o futuro do Brasil, o ministro Mangabeira Unger teve visita marcada por trapalhadas na Capital. A visita da UEMS, que seria às 14h, não ocorreu. E remarcada para depois do passeio no Aquário, a passagem pela universidade também não aconteceu. Como a educação é considerada estratégica no segundo Governo Dilma Rousseff, o ministro não a colocou na pauta durante a visita à Capital.

No meio de tudo – Impressionado com a grandiosidade do Aquário do Pantanal, o ministro Mangabeira não fechou os olhos para a obra inacabada da Casa do Homem Pantaneiro, no Parque das Nações Indígenas. Ele parou e perguntou porque o edifício não estava concluso. Ouviu explicações “fantasiosas”, como de que o prédio será um anexo do Aquário.

Urgência – A LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) vai ser votada em regime de urgência neste ano. O presidente da Assembleia, Junior Mochi (PMDB), contou que fez um acordo para que a proposta seja enviada com 20 dias de antecedência em 2016. Enviada na sexta-feira, o projeto deste ano será votado na próxima semana.

(colaboraram Filipe Prado, Leonardo Rocha e Priscila Peres)

"Ressaca suíça" nas agendas públicas
Baque – O empate com a Suíça na estreia da Copa-2018 foi assunto nas agendas políticas desta segunda-feira (18). Até o ministro Rossieli Soares (Educ...
Investigadora lamenta morte de garota que havia desaparecido
Lamento – A investigadora da Polícia Civil Maria Campos ganhou fama em Mato Grosso do Sul por sua atuação –e envolvimento– em casos de pessoas desapa...
Brasil tem elevador social quebrado
Trote? – Contribuinte sorteado do IPTU Dá Prêmios sempre acha que a ligação para anunciar a vitória é na verdade trote. Ontem, o vencedor não fez dif...
Notícia requentada no Fantástico
Notícia velha - Ao que tudo indica, a matéria do Fantástico, cuja chamada anuncia denúncias sobre a “farra” das terceirizações pelo País, vai requent...


O governo federal considera o aquário mais importante que uma faculdade porque deseja eleitores com memória de peixe.
 
Guilherme Arakaki em 11/07/2015 03:37:15
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions