ACOMPANHE-NOS    
MAIO, SEXTA  27    CAMPO GRANDE 28º

Jogo Aberto

Depois do governo, prefeituras concedem reajuste de até 20%

Por Adriel Mattos | 29/01/2022 07:00
Prefeito de Figueirão, Juvenal Consolaro, autorizou aumento de 15%. (Foto: Divulgação)
Prefeito de Figueirão, Juvenal Consolaro, autorizou aumento de 15%. (Foto: Divulgação)

Dinheiro a mais – Após o governo do Estado conceder reajuste geral de 10%, prefeituras de Mato Grosso do Sul também estão aumentando os salários dos servidores. Isso só pode acontecer após a Lei Complementar 173/2020 ter seus efeitos cessados.

Inflação – Em 2021, o acumulado do IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) foi de 10,06%. Alguns municípios foram além e autorizaram reajustes superiores, como em Naviraí, de 13,64%.

Generosos – Outras prefeituras tiveram mais caixa para ir além, como Maracaju, que autorizou 14,59%; e Figueirão, que chegou a 15%.

Categorias – Em Rio Brilhante, o índice geral foi de 12,32%, mas os professores da rede municipal terão 20,52%, para assim igualar seus vencimentos ao piso nacional.

“Vacininha no bracinho” – Como já havia anunciado, o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, levou os filhos Sofia e Tomás para se vacinar contra a covid-19. “Amo meus filhos, eles são tudo para mim. Estou muito feliz e orgulhoso dos meus pequenos, desde cedo, compreenderem a importância deste ato, que os protege e ajuda toda a coletividade na guerra contra esse vírus”, publicou no Instagram.

Emoção – Durante agenda em Maracaju, o secretário de Estado de Infraestrutura,  Eduardo Riedel, relembrou a história de sua família ao visitar o museu da cidade, que será reformado. “Meu avô Tatão foi prefeito de Maracaju. E hoje, ao anunciar a reforma do museu e outras obras na cidade, pude sentir a emoção de reviver a história e toda a trajetória da minha família aqui na cidade”, escreveu no Instagram.

Quem é – Tatão era o apelido de Sebastião Alves Corrêa, prefeito por duas vezes, de 1951 a 1955 e de 1963 a 1967.

Alô? – A prefeitura de Campo Grande aproveitou que o Big Brother Brasil está em alta para mais uma campanha de incentivo à vacinação contra covid-19. O temido Big Fone virou o foco de um vídeo nas redes sociais.

Paredão – Na peça, quem assiste é convidado a indicar três amigos que ainda não se vacinaram. Nos comentários do Instagram, além dos elogios à iniciativa, teve quem seguiu a dica e “intimou” os amigos.

Nos siga no Google Notícias