A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 16 de Outubro de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


01/10/2018 06:00

Eleitor venderia o voto, mostra pesquisa

Anahi Zurutuza

Nem aí – Eleitor não está nem aí para o horário eleitoral gratuito. Pesquisa do Ibrape, divulgada na semana passado, aponta que 60% do eleitorado ignora a propaganda na TV e no rádio e outros 24% dificilmente assistem.

Na rua nada – Neste ano, também quase não se vê a campanha nas ruas. Os tais bandeiraços e adesivaços que tomavam as ruas, pelo menos nos fins de semana, estão bem mais minguados.

Virtual – Em compensação, nas redes sociais, o debate está quente. Candidatos também têm investido em impulsionamento. Teve concorrente que chegou a gastar quase todo o orçamento com as mídias sociais.

Proposta indecente – Ao Ibrape, 20% do eleitorado respondeu que já lhe foi oferecido vantagens para votar em determinado candidato. Teve quem preferiu nem responder sobre o assunto. Mas, o dado positivo é que 59% dos entrevistados nunca recebeu uma “proposta indecente”.

Quem é o corrupto? – Numa eleição que tanto se fala em honestidade, o que mais assusta na pesquisa é que 26% dos entrevistados admitiram que aceitariam vantagens em troca de voto. Outros 15% responderam “depende”.

Equipe hostilizada – Jornalistas do Campo Grande News foram hostilizados por alguns dos manifestantes do manifesto pró Jair Bolsonaro (PSL) neste domingo (30). Depois de falar com os organizadores para a coleta de dados, um dos manifestantes apontou para a equipe e gritou “mídia comprada”. Na sequência, veio o coro de vaias. Repórteres se afastaram do grupo.

Cobertura – Isso porque só sobre os protestos do movimento #EleSim entre sábado e domingo, o Campo Grande News colocou no ar seis matérias. Ontem, foram duas entradas ao vivo no Facebook .

Do outro lado – A duas equipes que passaram pela manifestação organizada pelo movimento “Mulheres Unidas contra Bolsonaro” saíram ilesas do protesto #EleNão no sábado.

Palanque – Soraya Trhonick, aproveitou o ato em apoio à Bolsonaro no sábado para subir no trio elétrico parado nos altos da avenida Afonso Pena e pedir votos. Ele é a candidata do PSL ao Senado em Mato Grosso do Sul.

Na multidão – Candidatos até apareceram no protesto #EleNão, mas ninguém falou ao microfone. A reportagem viu por lá Pedro Kemp (PT), que tenta a reeleição para deputado estadual, Ítalo Milhomen (PT), que também quer um dos assentos na Assembleia Legislativa, e o candidato ao Senado Mario Fonseca (PCdoB).

(Com Marta Ferreira, Liniker Ribeiro e Ricardo Campos Jr.)

#FicaTemer: governo vai deixar saudades, avalia Marun
#FicaTemer – A hastag bombou nas redes sociais impulsionada por eleitores que fazem oposição ao candidato à Presidência Jair Bolsonaro, e o ministro ...
O ato falho de Odilon ao anunciar apoio
Tropeço – No ato em que recebeu apoio do MDB na disputa pelo governo estadual, Odilon de Oliveira (PDT) também aproveitou para declarar seu apoio a J...
Deputada não reeleita critica regras
Justificativa - A deputada Mara Caseiro (PSDB) comentou ontem na Assembleia Legislativa que não se elegeu pelas regras da legenda, já que sua votação...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions