A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 16 de Outubro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


13/11/2015 06:00

Escândalo abala família e filha de político perde o bebê

Edivaldo Bitencourt

Visita ilustre – O ex-presidente da República, Fernando Henrique Cardoso (PSDB), vem a Campo Grande nesta sexta-feira. Ele participa, a partir das 10h, do lançamento do programa Rede Solidária – Unidade Ruth Cardoso. O tucano deverá ficar poucas horas em Mato Grosso do Sul, segundo a assessoria do Governo estadual.

Cronograma – FHC chega e concede entrevista coletiva na unidade do programa na Rua Adelaide Maia Figueiredo, 1.879, no Bairro Dom Antônio Barbosa. Em seguida, acompanhado pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB), ele percorre as instalações do local e deve se reunir com dirigentes estaduais do partido.

Vitória – O prefeito afastado Gilmar Olarte (PP) teve a primeira vitória desde que começaram as denúncias e investigações feitas pelo Ministério Público Estadual. Com o arquivamento do processo de cassação pela Câmara Municipal, ele ganha fôlego político para eventual retorno ao cargo.

Esperança – Agora, os aliados de Olarte apostam em decisão de instância superior, em Brasília, para ele ficar se livrar do afastamento do cargo, determinado pelo Tribunal de Justiça. Olarte vai a julgamento no TJ, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, no dia 27 deste mês.

Perda – O ex-deputado Beto Mariano, um dos nove presos na sequência da Operação Lama Asfáltica, está muito abalado. Segundo o advogado Hilário Carlos de Oliveira, a única filha do político estava grávida e abortou após a denúncia envolvendo o pai em julho deste ano, quando o escândalo foi detonado pela Polícia Federal.

Novo abalo – Mal a família recuperou-se da primeira ação, realizada pela Polícia Federal em 9 de julho, Beto Mariano foi preso por determinação da Justiça a pedido do MPE. De acordo com Hilário, a família está abalada e a filha dele, novamente, tem uma gravidez de risco. “A família está abalada e constrangida”, destacou.

Exemplar – Beto Mariano vem destacando que só cumpriu o papel de servidor público e não tem nenhuma ligação com o suposto desvio de R$ 2,9 milhões na pavimentação da MS-228, no Pantanal. Ele não vai pedir habeas corpus para esperar o fim da prisão temporária, previsto para amanhã.

Revolta – Os advogados estão inconformados com as prisões determinadas pela Justiça na Operação Lama Asfáltica. Eles destacam que sempre mantiveram seus clientes a disposição do MPE para prestar os esclarecimentos necessários. Eles comparam a atual conjuntura ao tempo da ditadura militar.

Necessária – O juiz da 1ª Vara do Tribunal do Júri, Carlos Alberto Garcete, acatou os argumentos dos promotores da força-tarefa, de que as prisões são importantes para a conclusão das investigações. Ele também destacou que havia risco de destruição de provas.

Um problema a menos – Depois de lançar a retomada da operação tapa-buracos, o prefeito Alcides Bernal (PP) deve solucionar outro problema. O Parque Ayrton Senna deve ser reaberto no sábado, após ficar cinco meses fechado.

(colaboraram Alan Diógenes e Thiago de Souza)

Bonito quer bombar com shows gringos no Carnaval
Bombando - Empresários estão investindo pesado no Carnaval de Bonito 2018. Além da celebridade internacional Paris Hilton, uma das atrações em negoci...
Fábrica planeja investimento de meio bilhão em porto
Projeto ambicioso – Depois de inaugurar mais uma unidade em Três Lagoas, ampliando a produção de celulose, a Fibria negocia com a ampliação da estrut...
MS cumpre "regra de ouro" na finança pública
Melhor que os outros – Existe uma máxima em finanças públicas de que os governos, para não cair em estado de insolvência, não devem custear despesas ...
Reinaldo diz que ação contra o crime não pode ser só no RJ
Mal gerido – Neste ano, o Ministério da Justiça e Segurança Pública gastou R$ 185,77 milhões do FNSP (Fundo Nacional de Segurança Pública), conforme ...



Impressionante como a propria familia não percebe que o que a pessoa tem de dinheiro não é compativel com o que ela ganha.......muito estranho.
 
Max em 13/11/2015 12:30:36
O que esperar quando membros da camara,arrolados no esquema,são indicados para a comissão de cassação do ex prefeito,já era sabido de todos o resultado.
 
Leandro em 13/11/2015 08:39:51
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions