A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


23/05/2012 06:00

Fura fila

Jogo Aberto

Pressão

A inspeção que está sendo feita em todas as esferas do Ministério Público estabeleceu datas diferentes para receber denúncias referentes a cada uma delas. A do MPF está marcada para hoje, mas representantes dos produtores rurais conseguiram fazer sua queixa ontem, dia do MPE, contra a atuação do procurador federal Marco Antônio Delfino, de Dourados.

O motivo

A reclamação dos ruralistas é contra uma recomendação de Delfino que impede a concessão de financiamentos agrícolas para atividades em fazendas que estejam envolvidas em disputas judiciais, por serem reivindicadas como terras indígenas.

Simplificando

O experiente deputado Jerson Domingos (PMDB) deu uma pequena travada ao anunciar a votação do projeto do deputado Marquinhos Trad (PMDB) que prevê vacina contra o “Human Papiloma Virus”. Jerson perguntou se não tinha um projeto com um nome mais simples e acabou resumindo o projeto: “contra o HPV”.

Recado

Após a brincadeira, o deputado parabenizou a iniciativa de Marquinhos ao apresentar o projeto, que há algumas sessões provocou discussões na Assembleia Legislativa sobre ser ou não constitucional. A proposta acabou passando batida, diante da polêmica sobre o reajuste da Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal).

Sugestivo

Em meio a reivindicações dos servidores da Iagro, o deputado Pedro Kemp (PT) fez confusão com o número de modificações exigidas pela categoria, sem saber se eram 13 ou 15.

Humorista

O deputado Antônio Carlos Arroyo (PR) aproveitou o gancho para dizer que se fossem 15 reivindicações, com certeza poderiam ser analisadas.

Saída estratégica

Com tanta polêmica, a oposição não fez acordo de liderança para votar o projeto, frente à Casa lotada de servidores. Na saída do plenário, Londres Machado (PR) brincou: “Vota amanhã, quando não tiver ninguém”.

Condições

Embora alguns digam que não é o mais importante, as constantes reclamações sobre falta de estrutura para campanha evidenciam que pedir voto sem dinheiro é algo impensável para os políticos. Por isso, muitos já pensam em desistir.

Registrando tudo

É só em agosto que os programas eleitorais vão estar no ar, mas o registro de imagens dos pré-candidatos já está a toda prova. Alguns já andam com cinegrafistas a postos onde vão.

Fazemos qualquer negócio

Depois de ficar conhecida, em março, como uma das jovens que reivindicam a autoria do hit "Ai se eu te pego", música gravada por Michel Teló, a estudante da Paraíba Maria Eduarda Lucena dos Santos voltou aos holofotes ontem. Agora, ela é apontada como funcionária fantasma do gabinete do senador Vital do Rego(PMDB/PR), presidente da CPI do Cachoeira.

2018 será ano mais curto para o Legislativo
Três meses – Carnaval, Semana Santa, campanhas eleitorais, Copa... Tudo isso encurta 2018 para os trabalhos legislativos. A observação é de Fábio Tra...
Máfia do Cigarro passa quase livre nas estradas
Esquema antigo - A atuação da Máfia do Cigarro em Mato Grosso do Sul vem de décadas e, de tempos em tempos, surge uma nova denúncia envolvendo polici...
MS também tem "bunker" cheio de dinheiro
Versão tupiniquim - O “bunker”de Geddel Vieira, que escondeu R$ 51 milhões de propina, tem versão pantaneira. Paredes de apartamento de um político e...
Secretário torce e comemora venda da folha
Torcida - Parecia um jogo valendo título a forma como o secretário de Finanças e Planejamento de Campo Grande, Pedro Pedrossian Neto, acompanhava a a...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions