A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 20 de Agosto de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


20/02/2018 06:00

Futebol de MS perde oportunidade

Marta Ferreira

Céu e inferno – Era para o atacante Rodrigo Gral, do Operário, ter sido destaque positivo nacional no fim de semana do Carnaval, quando marcou três gols no Comerário e chegou a gravar pedido de música no Fantástico, que acabou não sendo exibido. Uma semana depois, Gral e o time acabaram em posições invertidas, sendo notícia nacional pela pancadaria no Estádio.

Pito em rede nacional – O atacante, de 40 anos, foi alvo de broncas de comentaristas de futebol. Um deles, André Rizek, da Sportv, apontou falta de maturidade em um atleta já calejado.

Às moscas – Apontado como líder de um esquema que fez 25 mil vítimas em todo país, Celso Eder Gozada Araújo está em liberdade, mas aparentemente ainda não visitou o escritório Company Consultoria Empresarial, que fica na rua Arthur Jorge. Vizinhos garantem que não há movimentação no local desde novembro do ano passado, quando a operação Ouro de Ofir foi desencadeada. Além disso, o descuido com o jardim e sujeira na parte interna atestam que o escritório não é aberto nos 90 dias que Celso esteve preso.

Lembrança - Durante lançamento do sistema Jucems Digital, na tarde de ontem, o deputado estadual Paulo Corrêa (PR) lembrou uma frase frequentemente dita pelo ex-governador Pedro Pedrossian, falecido há seis meses: “Governo foi inventado para dar errado, quando dá certo a gente assusta”.

Elogio - A fala foi em alusão ao que o deputado chamou de ne citando o empenho de Eduardo Riedel, frente à Secretaria de Governo e Gestão Estratégica, em conseguir aparar arestas e chamar todos os segmentos do governo para “um forte comprometimento”.

Assento – Custará R$ 76.480 à Câmara de Campo Grande a reforma de 320 poltronas de auditório, com adaptação de oito lugares para pessoas obesas –um custo per capita de R$ 239 por assento. Os bancos pertencem ao plenário, que passou por reformas dentro das intervenções no prédio do Legislativo que serão realizadas ao longo do ano.

Rumores - O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Junior Mochi (MDB), disse ontem que, por enquanto, "não passa de conversa" a eventual indicação de seu nome para a vaga de conselheiro do TCE (Tribunal de Contas Estadual). Afirmou, ainda, que só pode se manifestar sobre o assunto, caso a vaga seja de fato aberta.

Possibilidade - A tal vaga é ocupada atualmente por Flávio Kayatt, que estuda pedir aposentadoria do cargo por recomendação médica. O deputado licenciado substituiu Marisa Serrano, que também pediu aposentadoria antes do tempo previsto.

Boas práticas – O prefeito Marquinhos Trad (PSD), assim como o procurador-geral Alexandre Ávalo, devem palestrar no próximo mês durante o Congresso Nacional de Municípios, em São Paulo. Eles foram escolhidos para o painel “alternativas inteligentes” devido a parceria entre a prefeitura e o TJMS (Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso do Sul) para reduzir ações fiscais e facilitar quitação de débitos judicializados.

(Com Guilherme Henri, Leonardo Rocha, Humberto Marques e Kleber Clajus)

Os presos da Lama Asfáltica em números
1 mês – Nesta segunda-feira (19), o ex-governador André Puccinelli (MDB), o filho dele André Puccinelli Júnior e o advogado João Paulo Calves complet...
Rotatória da Coca-Cola e a falta de educação
Boca-suja– O diretor-presidente da Agetran (Agência Municipal de Trânsito), Janine de Lima Bruno, contou nesta semana que mudanças na confluência ent...
MDB teve divisões sobre Mochi candidato
Opinião – O deputado Eduardo Rocha (MDB) admite que a escolha de Junior Mochi para candidato na legenda não teve consenso desde o início, após a desi...
Senador critica "descaso" com Paraguai
Vizinho desprestigiado – O ministro Carlos Marun, da Secretaria de Governo, e o senador Pedro Chaves (PRB/MS) foram os dois únicos representantes de ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions