A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 21 de Outubro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


18/08/2015 06:00

Inferno astral: PT perde o principal nome para a prefeitura

Edivaldo Bitencourt

Mau exemplo – O secretário municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano, Valdir Gomes, deu mau exemplo ontem de manhã. Durante a inauguração do Horto Florestal, ele foi flagrado fumando dentro do local. Lei federal proíbe o fumo dentro de parques e praças.

Ataque – Em meio a crise política, que levou a instalação da Comissão Processante contra o prefeito Gilmar Olarte (PP), o seu assessor informal, Eliezer David, mantém a artilharia pesada contra tudo e todos. Ele não poupou nem mesmo os vereadores que votaram a favor do prefeito na Câmara Municipal.

Artilharia pesada – Eliezer até acusou dois integrantes da base aliada de serem alvo da investigação do Gaeco no caso da exploração sexual de adolescentes. Ele citou os nomes e ainda proferiu um monte de desaforo contra os vereadores aliados.

Turma do barulho – O protesto dos professores, na manhã de ontem no Horto Florestal, irritou os secretários municipais. Eles foram ao local para vaiar e protestar contra o prefeito Gilmar Olarte (PP). O chefe do Executivo não se intimidou e atacou os grevistas. Ele acusou o movimento de manter a greve por questão política.

Apelo – O presidente da Câmara Municipal, Mario Cesar Oliveira (PMDB), deverá desistir da ideia de renunciar ao cargo para não assumir a prefeitura da Capital. Em eventual afastamento de Olarte, ele deve atender os apelos feitos por aliados e assumir o comando do município para evitar mais desgaste.

Debandada – Presidente da Cassems e médico, Ricardo Ayache, é a primeira grande liderança a abandonar o PT no Estado. Ele anuncia, nesta terça-feira, a saída do PT. Cortejado por vários partidos, ele teria acertado a filiação ao PSB, da deputada federal Tereza Cristina Corrêa Dias. Ele ficou em segundo na disputa do Senado e era um dos principais nomes do PT para disputar a prefeitura da Capital em 2016.

Dia – O deputado federal Vander Loubet (PT) está na pauta do Supremo Tribunal Federal desta terça-feira. O ministro Marco Aurélio é o relator do caso envolvendo o petista em escândalos da época em que foi secretário estadual na gestão do tio, Zeca do PT. Os dois casos são referente ao escândalo da publicidade.

Veto – O prefeito Gilmar Olarte vetou integralmente o projeto de lei que isentava do pagamento de IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) os imóveis atingidos por enchentes, inundações e alagamentos. Ele alega que a medida é inconstitucional.

Ausente – O deputado federal Luiz Henrique Mandetta (DEM) convocou o povo a ir para as ruas contra a presidente Dilma Rousseff (PT), mas não participou da manifestação de domingo. Acusado de desviar recursos da saúde, ele chegou a posar com uma placa convocando para o ato do dia 16.

Lenta – A Comissão Processante, sob o comando do vereador João Rocha (PSDB), ainda nem começou o trabalho. A primeira reunião só deve acontecer na próxima segunda-feira, quando, então, começa a contar o prazo para o prefeito apresentar a defesa prévia. A comissão deve ser concluída em 90 dias.

Crise da JBS rouba atenção de Temer
Foco na JBS - No Governo do Estado, a vinda do presidente Temer a Mato Grosso não teve a mobilização típica de visitas anteriores de presidentes. Na ...
Temer oscilou sobre decisão de vir para agenda em MS
Às pressas – A vinda do presidente Michel Temer para Mato Grosso do Sul neste sábado foi confirmada em cima da hora. A coluna apurou que tudo indicav...
Detran de MS avalia adesão a parcelar multa no cartão
Ainda não sabemos – O Detran de Mato Grosso do Sul avalia se vai fazer convênios que permitam parcelamento de multas no cartão de crédito. A autoriza...
Delcídio foi "fantasma" em sessão que manteve Aécio
Lembrado – O ex-senador e ex-petista Delcídio do Amaral está longe do Senado desde maio de 2016, quando foi cassado, mas nesta terça-feira foi bastan...



Claro que a comissão processante está lenta é interesse deles, quem quer assumir a bomba que Campo Grande virou com um orçamento reduzido a migalhas, com senário de greves e abandono, que propositalmente foi criado. Como que destituíram o Bernal da noite pro dia, mas o Olarte demora tanto. E por que o Olarte diz que vai começar a falar, é lógico que ele foi colocado lá pelos interesses de muitos que estão na câmara, esta mesma que está fazendo esta "Operação Padrão" nesta comissão processante.
Vergonha como estas pessoas se perpetuam no poder.
 
Gilson Pedroso Gomes em 18/08/2015 08:25:10
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions