A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 22 de Maio de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


25/06/2016 07:00

Internet não perdoa e "coloca" Giroto em evento do PR

Waldemar Gonçalves
Montagem em foto inclui Edson Giroto em evento do PR com a candidata do PSDB à Prefeitura (Foto: Reprodução)Montagem em foto inclui Edson Giroto em evento do PR com a candidata do PSDB à Prefeitura (Foto: Reprodução)

Internet não perdoa – “The zuera never ends”. O ditado da ‘era da internet’ resume que, atualmente, qualquer coisa pode virar piada na grande rede. Geralmente acontece, inclusive, quando o assunto é bastante sério. Exemplo disso? Imagens falsas circularam em redes sociais ontem destacando a “presença” do ex-secretário estadual de Obras Edson Giroto em evento de seu partido, o PR.

Quieto – Giroto, ex-deputado federal pelo Partido da República, não estava lá para ver seus correligionários firmarem apoio à candidatura de Rose Modesto (PSDB). Continua, até onde se sabe, recluso e quieto em casa desde que deixou a cadeia, onde ficou por 42 dias por envolvimento em caso de desvio milionário de verbas públicas.

Falha nossa – O presidente estadual do PMDB, deputado estadual Junior Mochi (PMDB), se entusiasmou ao revelar a decisão do partido sobre a eleição em Campo Grande, chamando de Marquinhos Trad (PSD) o também parlamentar Marcio Fernandes. Logo os companheiros notaram a confusão e interromperam o discurso do peemedebista, para que ele fizesse a "correção" pontual.

Votariam em mim? – O ex-governador André Puccinelli (PMDB) disse que vai conversar com a família, sobre o convite do partido para ser candidato a prefeito em Campo Grande. Emocionado, após o pedido dos companheiros, não deixou de brincar, ao perguntar para alguns integrantes da imprensa, se votariam nele caso entrasse na disputa.

No Estado inteiro – A reunião do PMDB ontem teve a participação de muitos filiados do interior, que vieram a Campo Grande se reunir com as lideranças para definir qual será o quadro político em cada cidade. Mochi voltou a dizer que a intenção é ter candidatura própria na maioria dos municípios, mas admite abrir mão onde puder fazer boas alianças.

Agora melhorou – Durante evento que marcou a entrada de 110 novos policiais militares na força estadual de segurança, o chefe da corporação, coronel Jorge Júdice Teixeira, lembrou de um passado difícil, quando faltavam soldados, viaturas, armas e tecnologia. “Vocês não passarão pelas agruras que os antigos passaram”, disse aos novos PMs, anunciando um novo tempo para a corporação.

Missão cumprida – No mesmo evento, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) disse cumprida uma promessa de campanha: todos os remanescentes de concurso público na área de segurança foram chamados. Os 110 novos policiais, formados nesta sexta-feira (24), eram os últimos aprovados, em concurso de 2013. Reinaldo também lembrou que antes “prevalecia muita política” para ascensão nesta carreira e que isso mudou.

Bem na fita – Ao destacar R$ 96 milhões investidos na área de segurança, o governador, Reinaldo Azambuja (PSDB), discursou que Mato Grosso do Sul tem o que comemorar. “Em outros 14 estados, os governos não conseguem nem pagar os salários em dia”, disse, reiterando as prioridades cumpridas em saúde, educação, segurança, emprego e social.

Capital doente – Nas entrelinhas, o governador apontou que o problema na saúde em Campo Grande depende de investimentos, agilidade e boa vontade do prefeito, Alcides Bernal (PP). “Teríamos condição de ampliar as UTIs se a Prefeitura tivesse essa visão”, afirmou, lembrando que o Executivo municipal é o gestor pleno da saúde na Capital e que o Governo ampliou o número de vagas em UTIs de Nova Andradina, Dourados, Ponta Porã e Coxim.

De novo – O projeto de lei do vereador Marcos Alex (PT) que cria ponto especial para táxi em eventos públicos não foi votado, embora estivesse na pauta do dia. De novo, o motivo foi a ausência do petista no plenário. Da primeira vez, Alex tinha dado uma “saidinha” e na última sessão ele não compareceu alegando problemas de saúde. Porém, por telefone, pareceu bem animado para o lançamento da sua pré-candidatura a prefeito.

(com a redação)

Maioria prefere Lava Jato à Copa do Mundo
Copa? – Pesquisa do Instituto Paraná mostra que, a menos de um mês do Mundial da Rússia, o brasileiro não está muito motivado com o assunto. A consul...
Ex-ministro não errou o “do Sul”, mas...
Gafe - O ex-ministro Henrique Meireles (MDB) em um dos diversos discursos no evento em Campo Grande neste sábado (19) confundiu Mato Grosso do Sul co...
PMs presos têm “festival de ações”
Conhecidos da justiça - Entre as duas dezenas de policiais militares de Mato Grosso do Sul presos esta semana por suspeita de facilitar a vida dos co...
O entrave no cadastro de pedófilos
Entrave burocrático – Autor do projeto de lei que criou o cadastro de pedófilos em Mato Grosso do Sul, o ex-deputado estadual Carlos Alberto David, d...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions