A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 17 de Outubro de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


01/03/2011 06:00

Interação

Jogo Aberto

Servidores da Assembleia Legislativa estão entre os que ficaram mais sensibilizados com a morte da ex-deputada e conselheira TCE (Tribunal de Contas do Estado) Celina Jallad. É que ela conversava de igual para igual e tratava com carinho os funcionários da Casa.

Ao dar entrevista para a TV Assembleia sobre o falecimento de Celina Jallad, o presidente da Assembleia Legislativa, Jerson Domingos (PMDB), não conseguiu conter as lágrimas.

Celina Jallad foi a 1ª deputada a ser vice-presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul e também a 1ª conselheira do TCE/MS (Tribunal de Contas do Estado), em 30 anos de existência da Corte.

Outra pioneira em MS é a vice-governadora Simone Tebet (PMDB). Ela foi a 1ª mulher a ser prefeita de Três Lagoas, a 1ª a ser vice-governadora e também a 1ª mulher a assumir (interinamente) o governo do Estado.

Reportagem da revista Veja conta que o pecuarista sul-mato-grossense José Carlos Bumlai tinha, no governo Lula, um privilégio sonegado à maioria dos ministros: acesso irrestrito ao gabinete presidencial. Na recepção, um cartaz com a foto de Bumlai informava que ele estava autorizado a entrar “em qualquer tempo e qualquer circunstância”.

Bumlai conheceu o Lula candidato, em 2002, por meio do ex-governador Zeca do PT, diz a reportagem. A amizade começou quando Bumlai cedeu uma de suas fazendas para a gravação do programa eleitoral de Lula.

No entanto, a Veja diz que a relação de Bumlai com o Governo teve problemas porque o pecuarista, supostamente, teria usado a influência e o acesso consentido ao Palácio do Planalto para fazer negócios privados.

O vereador de Porto Murtinho Edicarlos Lourenço (PR) é acusado de usar o programa de rádio que mantém no Paraguai para praticar crime de injúria e difamação. Gravação revela que ele chamava de “sapatão” uma ex-assessora de imprensa da Prefeitura.

“Ninguém aguentava ver mulher beijando mulher no meio da rua”. “O prefeito contrata um diabo de uma sapatão para infernizar ainda mais Porto Murtinho”. São duas das frases usadas pelo vereador.

O layout continua praticamente o mesmo, mas o Portal da Assembleia Legislativa passou na última semana por pequenas e importantes mudanças como a inclusão de links nas matérias para a publicação redes sociais como Facebook e Twitter. Além disso, o site voltou a publicar enquetes, que agora serão atualizadas semanalmente.

Justiça agora pode até cobrar Delcídio
Ainda à espera - A Justiça Eleitoral rejeitou o registro de candidatura de Delcídio Amaral (PTC) ao Senado, depois da derrota nas uras. A juíza Eliza...
Clima de campanha não poupa nem festões
Todo lugar - O clima de campanha, neste segundo turno polarizado, não deixa escapar nem os casamentos. Durante festa no sábado no bufê Murano, na Ave...
#FicaTemer: governo vai deixar saudades, avalia Marun
#FicaTemer – A hastag bombou nas redes sociais impulsionada por eleitores que fazem oposição ao candidato à Presidência Jair Bolsonaro, e o ministro ...


Celina jallad , exemplo de equilibrio ( uma grande mulher )
 
paulo de souza filho em 01/03/2011 10:53:33
Uma mulher de fibra que o nosso estado perdeu, a minha vida ela mudou e do nosso estado também, Celina Jallad descanse em paz. Vamos sentir saudades suas.
 
Marcela Marques em 01/03/2011 08:43:04

A vida, o oposto da morte. Talvez tivesse medo até mesmo de nascer, e não me lembro, por isso me atrevo a dizer, em vida, o que morto não direi,um poema da vida eterna. Um dia enquanto andava pelas ruas do meu pensamento, vi o meu corpo sobre algum lugar, tentei tocá-lo, mas não consegui, foi quando percebi que estava do outro lado da vida, então continuei andando pois do outro lado, têm Deus.
UMA HOMENAGEM À CELINA JALLAD

SMITH Do PT
 
Marcos Smith (PT) em 01/03/2011 04:24:19
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions