A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 20 de Abril de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


27/10/2017 06:00

Marquinhos se prepara para briga com a Águas Guariroba

Marta Ferreira

Briga à vista – Ao explicar aos repórteres que a prefeitura vai extinguir a tarifa mínima no serviço de água em Campo Grande, o prefeito Marquinhos Trad foi categórico em dizer que se a concessionária reprovar a medida, pode buscar a Justiça e fazer seus próprios argumentos, se quiser.

Apelo divino - "Ela pode até alegar que Deus a abandonou", disse ao responder à suposições do que a empresa pode alegar ou não para tentar reverter a medida.

Lembrança - De volta à UCDB (Universidade Católica Dom Bosco) para uma agenda pública, o prefeito Marquinhos Trad (PSD) lembrou nesta semana dos tempos em que foi professor do curso de Direito, conforme contou o próprio em entrevista para o curso de Jornalismo. Quase que diariamente, contou, passou pelos corredores durante 12 anos desde os 28 anos.

Saudade? - A resposta de Marquinhos é sim, quando questionado se sente falta dos tempos de professor. Andando pelos corredores, o prefeito percebeu as mudanças na universidade, mas também lembrou de um canto ou outro, onde, por exemplo, costumava almoçar entre uma aula e outra.

Não curtiu - O deputado Pedro Kemp (PT) criticou a votação que rejeitou a denúncia contra Michel Temer (PMDB), assim como a comemoração do deputado Carlos Marun (PMDB), que fez uma dancinha no fim da votação. "Houve muitas coisas nos bastidores, portarias sendo publicadas, emendas liberadas, para livrar um presidente que tem, apenas 3% de aprovação, lamentável".

“Desrespeito” - Kemp ainda disse que não respeita o comportamento de Marun, que segundo o petista, ficou "sambando" e "rindo" no final da votação. "Foi uma cena ridícula, eles estavam comemorando a vitória do golpe? Comportamento ridícula, de um deputado que antes defendia o (Eduardo) Cunha e agora o Temer".

O outro lado - Antonieta Amorim (PMDB) fez a defesa do colega de partido, ao dizer que ele estava comemorando o resultado, porque estava ao lado do presidente, diante de uma disputa política. Ela ainda elogiou a atuação de Marun como deputado e quando foi secretário estadual de Habitação.

O que importa - Já Zé Teixeira (DEM) preferiu focar no resultado da votação, ao dizer que no momento foi melhor ao País. "O que adianta tirar o Temer agora? Coloca o Rodrigo Maia, que poderá trocar todos os ministros e não vai dar tempo do Brasil respirar, enquanto que apesar da crise, a economia começou a andar e respirar. Seria trocar 6 por meia duzia".

Que feio - O deputado Maurício Picarelli (PSDB) também criticou alguns discursos feitos por parlamentares, na hora da votação da denúncia contra Temer. "Muitos deputados federais aloprados na votação, com cada discurso". Disse ele, antes de usar a tribuna para falar sobre saúde mental.

Dança famosa - A comemoração de Marun virou notícia nacional e foi rapidamente replicada em vários vídeos pela internet. O deputado, aliado de primeira hora de Temer, também virou alvo de diversos memes distribuídos pelos internautas.

 

Câmara tenta popularizar hino da Capital
Ajudinha – Nos últimos seis meses, a Câmara de Campo Grande já distribuiu pelo menos 6 mil “colas” da letra do Hino Nacional da cidade. Entregue em e...
Vereador provoca "ira" dos médicos
“Inconveniente” – O Sindicato dos Médicos de Mato Grosso do Sul classificou dessa forma a declaração Valdir Gomes (PP) sobre o trabalho nas unidades ...
TJ adia novas decisões da Coffee Break
Para depois – Ficaram para apreciação futura da 1ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado a análise dos recursos movidos pelos ex-vereadores A...
Vaias no debate sobre o Pantanal
Ele, não - A audiência pública sobre uma lei federal sobre o Pantanal começou agitada na Assembleia nesta segunda-feira. Com a maioria do plenário fo...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions