A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 20 de Outubro de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


08/06/2013 07:00

MS no "Sai de Baixo"

.

Guri - Irritado com “gracinhas” de fazendeiros, o advogado dos índios terena, Luiz Henrique Eloy, usou o Facebook para mandar recado para os ruralistas. “Eles questionaram se esse ‘menino terena’, que se diz advogado tem OAB? Respondo: - Tenho sim. E, consegui com muito esforço. O número é 15.440 OAB/MS”.

Militante - Luiz tem cara de menino mesmo e além de advogar em defesa dos índios que invadiram a Fazenda Buriti, é militante fervoroso. Usa a mídia social para levantar a bandeira da demarcação sem constrangimento ou qualquer pudor.

Desconforto - Ir ao cinema nas últimas sessões exige uma paciência danada na saída. A fila que se forma para pagar o estacionamento é gigante. Só um caixa funciona e o tal atendimento automático, que deveria facilitar as coisas, está sempre fora do ar.

Inimigos - O presidente do Sisem, Marcos Tabosa, ganhou na queda de braço com o prefeito, que apoiou a oposição nas últimas eleições, e agora compra outra briga com Alcides Bernal.

Calote - Cobra R$ 450 mil da prefeitura, referentes a repasse atrasado ao sindicato. A entidade não recebe desde abril, o que na avaliação do presidente do Sindicato dos servidores e funcionários municipais de Campo Grande é pura retaliação política.

Abandonados - O Grupo Pão de Açúcar, que já tem investimento em Campo Grande em andamento, até gostaria de trazer mais três supermercados para a cidade, mas não consegue reunião com ninguém da prefeitura para discutir incentivo fiscal.

Exagerado - A volta do programa “Sai de Baixo”, em episódios inéditos no Canal Viva, terá na estreia uma menção a Mato Grosso do Sul. Ao falar de Aracy Balabanian, Miguel Falabella - na pele de Caco Antibes, lembrou que a atriz nasceu em Campo Grande, Mato Grosso do Sul e foi criada ao lado de capivaras e seriemas.

Ar condicionado - Enquando os fazendeiros desfilavam em cavalos de raça, caminhonetes e carros importados na Afonso Pena, a passeata dos trabalhadores sem terra e operários da construção civil, ontem em Campo Grande, só tinha moto Titan.

Alto padrão - Até o lugar escolhido para a concentração dos ruralistas diz muito sobre as diferenças sociais na briga contra quem defende os índios. O grupo saiu dos Altos da Avenida Afonso Pena, enquanto que os trabalhadores se encontraram no Centro.

 

 

Adeus a "Playboy" tem foto de bebida na mesa de bar
Despedida – Tem gosto amargo e dolorido, principalmente para as pessoas próximas, a última foto postada nas redes sociais por Marcel Colombo, conheci...
Campanha, tiro na escola e oportunismo
“Guerra virtual” – Não podia ser diferente. O episódio lamentável em que uma criança de 9 anos entrou armada na sala de aula em Campo Grande e atirou...
Justiça agora pode até cobrar Delcídio
Ainda à espera - A Justiça Eleitoral rejeitou o registro de candidatura de Delcídio Amaral (PTC) ao Senado, depois da derrota nas uras. A juíza Eliza...
Clima de campanha não poupa nem festões
Todo lugar - O clima de campanha, neste segundo turno polarizado, não deixa escapar nem os casamentos. Durante festa no sábado no bufê Murano, na Ave...


Se alguém conseguir cuidar da lida de fazenda com moto Titan e violão, ensine aos produtores então.
 
Miguel Angelo em 08/06/2013 12:05:50
Podem dizer o que quizerem, mas de verdade o melhor sistema de governo é o CAPITALISMO manda quem pode e obedece quem tem juízo , o resto é balela, UTOPIA, desgoverno ,já está mais que provado.
 
juraci montanha em 08/06/2013 07:47:54
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions