A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


21/01/2014 06:00

Na Semed, vereador se vangloria de ter estudado pouco

Edivaldo Bitencourt

Ato falho – O vereador Ayrton Araújo (PT) empolgou-se durante discurso em evento na Secretaria Municipal de Educação na manhã de ontem. “Comi muito lanche e estudei pouco”, gabou-se o petista. Em seguida, tentou se justificar: “mas trabalhei muito”.

Mal estar – Araújo não estava em local apropriado para discurso. Em seguida, ele constrangeu professores e o prefeito Alcides Bernal (PP) ao dizer como as coisas devem funcionar. “Quem deve cuidar somos nós (políticos e pais), vocês (professores) devem educar”, recomendou. Os professores não gostaram.

Minhoca – O secretário municipal de Administração, Ricardo Ballock, também voltou no tempo ontem. Ele contou que a professora da educação infantil costumava dizer que “minhoca não tem perna e anda, então vai”.

Base qualificada – O prefeito Alcides Bernal (PP), que passou um ano sendo defendido por nove vereadores, disse que o nível da base aliada melhorou com a adesão de Paulo Pedra (PDT). Ele menosprezou os fieis escudeiros ao confirmar a análise feita por um jornalista.

Fiel escudeiro – Bernal mostrou que o nível de fidelidade continua o mesmo em relação a Cazuza (PP). Ele disse que o vereador não foi a evento na Semed porque “trabalha como formiguinha, sem fazer barulho”.

Publicidade – O prefeito da Capital afirmou que não gastou nada no ano passado. Em seguida, contrariando a declaração, prometeu apresentar um balanço sobre os gastos efetuados em 2013. E ainda prometeu comparar com os antecessores, Nelson Trad Filho e André Puccinelli. Agora, gastou ou não gastou?

Política 24 horas –O governador André Puccinelli (PMDB) está de férias, mas não deixou de trabalhar durante a passagem de 48 horas pela Capital. Ele conversou com a governadora em exercício Simone Tebet (PMDB) no domingo e reuniu-se com secretários e líderes comunitários ontem.

Parada – Os casos de violência contra a mulher continuam causando repercussão, mas a atenção com os criminosos continua a mesma. Dois acusados por crimes no fim de semana, um estupro e um assassinado, continuam livres e ainda ameaçam as vítimas. Enquanto isso, a Polícia Civil ainda nem iniciou as investigações.

Digitais – A Polícia começa a chegar perto dos responsáveis pelos fakes criados para atacar os vereadores na Câmara Municipal. Segundo o delegado Wellington Oliveira, três dos quatro suspeitos ocupam cargos comissionados na gestão de Bernal.

Internet – Os partidos políticos estão preocupados com a nova legislação sobre as regras para internet nas eleições deste ano. Eles querem saber como reagir aos fakes criados para atacar os candidatos e como divulgar as candidaturas sem ofender a Justiça Eleitoral.

(colaboraram Kleber Clajus e Helton Verão)

Após "perder" cargo, deputado muda o tom
Mudou – Antes cotado para assumir uma secretaria do governo do Estado, o deputado Coronel David (PSC) está agindo ultimamente como oposição ao Govern...
Reinaldo apoia crescimento dos evangélicos
Decisão divina - Palestrante principal do Fórum Evangélico realizado nesta segunda-feira em Campo Grande, a cantora e pastora Damares Alves disse que...
2018 será ano mais curto para o Legislativo
Três meses – Carnaval, Semana Santa, campanhas eleitorais, Copa... Tudo isso encurta 2018 para os trabalhos legislativos. A observação é de Fábio Tra...
Máfia do Cigarro passa quase livre nas estradas
Esquema antigo - A atuação da Máfia do Cigarro em Mato Grosso do Sul vem de décadas e, de tempos em tempos, surge uma nova denúncia envolvendo polici...


Na politica brasileira infelizmente o povo vota nesses semianalfabetos para cargos públicos importantes, de presidente a vereador. O Barbudo se gaba disso e ainda diz que se ele chegou (à presidência) todos podemos.
 
jota soares em 21/01/2014 17:22:32
este vereador ayrton araujo deveria ficar quetinho.ele esta constrangendo seu padrinho politico cb almi , mas pensando bem sao farinha do mesmo saco. tao inerti como o outro , que sabe depois dessa toma vergonha e vai estudar ,vereador não trabalha quem sabe o povo fez um bem para esse vereador
 
roberto pereira sanches em 21/01/2014 15:07:36
Tentou falar bonito e se queimou, faltou mais estudo, com certeza calado seria um poeta.
 
Antonio Carlos em 21/01/2014 12:51:11
Mal estar – Araújo não estava em local apropriado para discurso. Em seguida, ele constrangeu professores e o prefeito Alcides Bernal (PP) ao dizer como as coisas devem funcionar. “Quem deve cuidar somos nós (políticos e pais), vocês (professores) devem educar”, recomendou. Os professores não gostaram.
Pegando a fala do vereador, acho que ele esta mal informado educar é obrigação dos pais, e ensinar é do professores, políticos de cuidar da cidade para que o cidadaõ tenha uma cidade melhor.
Agora como elegemos uma pessoa dessa? Culpa totalmente nossa......
 
Eliete Moraes em 21/01/2014 10:16:57
Que mal exemplo este vereador, o secretário nem se fala, mas fazer o que? fazem parte daquilo que o povo escolheu. Afinal o ex presidente fez ufanismo da sua falta de escola, porém todos eles gostam muito do dinheiro público e são experts em ficarem milionários. Que povo é esse?, só mesmo através dos votos dos iguais.
 
Reinaldo Ferreira dos Santos em 21/01/2014 09:08:35
Esse vereador perdeu a oportunidade de ficar quieto.Tá totalmente fora da casinha.A frase correta seria" Os pais educam e os professorem ensinam".
 
Marcia França em 21/01/2014 08:33:26
Eu estudei muito e continuo estudando, o mercado corporativo exige muito conhecimento e habilidades, perfis de diretoria, e um cargo desses contrata um semi analfabeto, é um disparate... zombar debaixo de nossas barbas...
 
Sergio Lima em 21/01/2014 08:13:50
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions