A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 21 de Maio de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


21/01/2014 06:00

Na Semed, vereador se vangloria de ter estudado pouco

Edivaldo Bitencourt

Ato falho – O vereador Ayrton Araújo (PT) empolgou-se durante discurso em evento na Secretaria Municipal de Educação na manhã de ontem. “Comi muito lanche e estudei pouco”, gabou-se o petista. Em seguida, tentou se justificar: “mas trabalhei muito”.

Mal estar – Araújo não estava em local apropriado para discurso. Em seguida, ele constrangeu professores e o prefeito Alcides Bernal (PP) ao dizer como as coisas devem funcionar. “Quem deve cuidar somos nós (políticos e pais), vocês (professores) devem educar”, recomendou. Os professores não gostaram.

Minhoca – O secretário municipal de Administração, Ricardo Ballock, também voltou no tempo ontem. Ele contou que a professora da educação infantil costumava dizer que “minhoca não tem perna e anda, então vai”.

Base qualificada – O prefeito Alcides Bernal (PP), que passou um ano sendo defendido por nove vereadores, disse que o nível da base aliada melhorou com a adesão de Paulo Pedra (PDT). Ele menosprezou os fieis escudeiros ao confirmar a análise feita por um jornalista.

Fiel escudeiro – Bernal mostrou que o nível de fidelidade continua o mesmo em relação a Cazuza (PP). Ele disse que o vereador não foi a evento na Semed porque “trabalha como formiguinha, sem fazer barulho”.

Publicidade – O prefeito da Capital afirmou que não gastou nada no ano passado. Em seguida, contrariando a declaração, prometeu apresentar um balanço sobre os gastos efetuados em 2013. E ainda prometeu comparar com os antecessores, Nelson Trad Filho e André Puccinelli. Agora, gastou ou não gastou?

Política 24 horas –O governador André Puccinelli (PMDB) está de férias, mas não deixou de trabalhar durante a passagem de 48 horas pela Capital. Ele conversou com a governadora em exercício Simone Tebet (PMDB) no domingo e reuniu-se com secretários e líderes comunitários ontem.

Parada – Os casos de violência contra a mulher continuam causando repercussão, mas a atenção com os criminosos continua a mesma. Dois acusados por crimes no fim de semana, um estupro e um assassinado, continuam livres e ainda ameaçam as vítimas. Enquanto isso, a Polícia Civil ainda nem iniciou as investigações.

Digitais – A Polícia começa a chegar perto dos responsáveis pelos fakes criados para atacar os vereadores na Câmara Municipal. Segundo o delegado Wellington Oliveira, três dos quatro suspeitos ocupam cargos comissionados na gestão de Bernal.

Internet – Os partidos políticos estão preocupados com a nova legislação sobre as regras para internet nas eleições deste ano. Eles querem saber como reagir aos fakes criados para atacar os candidatos e como divulgar as candidaturas sem ofender a Justiça Eleitoral.

(colaboraram Kleber Clajus e Helton Verão)

Ex-ministro não errou o “do Sul”, mas...
Gafe - O ex-ministro Henrique Meireles (MDB) em um dos diversos discursos no evento em Campo Grande neste sábado (19) confundiu Mato Grosso do Sul co...
PMs presos têm “festival de ações”
Conhecidos da justiça - Entre as duas dezenas de policiais militares de Mato Grosso do Sul presos esta semana por suspeita de facilitar a vida dos co...
O entrave no cadastro de pedófilos
Entrave burocrático – Autor do projeto de lei que criou o cadastro de pedófilos em Mato Grosso do Sul, o ex-deputado estadual Carlos Alberto David, d...
Assembleia agora tem 8 "independentes"
Mais uma – Depois de votar com o governo por três anos e meio, a deputada estadual Grazielle Machado(PSD) anunciou que agora será “independente”, ass...


Na politica brasileira infelizmente o povo vota nesses semianalfabetos para cargos públicos importantes, de presidente a vereador. O Barbudo se gaba disso e ainda diz que se ele chegou (à presidência) todos podemos.
 
jota soares em 21/01/2014 17:22:32
este vereador ayrton araujo deveria ficar quetinho.ele esta constrangendo seu padrinho politico cb almi , mas pensando bem sao farinha do mesmo saco. tao inerti como o outro , que sabe depois dessa toma vergonha e vai estudar ,vereador não trabalha quem sabe o povo fez um bem para esse vereador
 
roberto pereira sanches em 21/01/2014 15:07:36
Tentou falar bonito e se queimou, faltou mais estudo, com certeza calado seria um poeta.
 
Antonio Carlos em 21/01/2014 12:51:11
Mal estar – Araújo não estava em local apropriado para discurso. Em seguida, ele constrangeu professores e o prefeito Alcides Bernal (PP) ao dizer como as coisas devem funcionar. “Quem deve cuidar somos nós (políticos e pais), vocês (professores) devem educar”, recomendou. Os professores não gostaram.
Pegando a fala do vereador, acho que ele esta mal informado educar é obrigação dos pais, e ensinar é do professores, políticos de cuidar da cidade para que o cidadaõ tenha uma cidade melhor.
Agora como elegemos uma pessoa dessa? Culpa totalmente nossa......
 
Eliete Moraes em 21/01/2014 10:16:57
Que mal exemplo este vereador, o secretário nem se fala, mas fazer o que? fazem parte daquilo que o povo escolheu. Afinal o ex presidente fez ufanismo da sua falta de escola, porém todos eles gostam muito do dinheiro público e são experts em ficarem milionários. Que povo é esse?, só mesmo através dos votos dos iguais.
 
Reinaldo Ferreira dos Santos em 21/01/2014 09:08:35
Esse vereador perdeu a oportunidade de ficar quieto.Tá totalmente fora da casinha.A frase correta seria" Os pais educam e os professorem ensinam".
 
Marcia França em 21/01/2014 08:33:26
Eu estudei muito e continuo estudando, o mercado corporativo exige muito conhecimento e habilidades, perfis de diretoria, e um cargo desses contrata um semi analfabeto, é um disparate... zombar debaixo de nossas barbas...
 
Sergio Lima em 21/01/2014 08:13:50
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions