ACOMPANHE-NOS    
ABRIL, DOMINGO  11    CAMPO GRANDE 26º

Jogo Aberto

Nova gestão do TJMS privilegia divulgação de atos políticos

Por Marta Ferreira | 01/03/2021 06:00
Foto publicada na sexta-feira (26) no site do TJMS de visita de representantes da colônia libanesa. (Foto: Divulgação)
Foto publicada na sexta-feira (26) no site do TJMS de visita de representantes da colônia libanesa. (Foto: Divulgação)

Tá diferente – A mudança de comando no TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) deu o que falar diante do discurso do novo chefe, o desembargador Carlos Eduardo Contar, e também tem produzido mudanças significativas na divulgação de atos da justiça estadual. É nítido o espaço maior dado aos eventos “políticos”, por assim dizer, em contrapartida às decisões judiciais em si.

Entenda – Essa mudança no “jeitão” do Tribunal pode ser conferida no conteúdo do setor de notícias do portal na internet. São poucos os despachos de juízes explorados e muitas as divulgações de eventos do setor administrativo e de visitas de cortesia do presidente, como a que recebeu do cônsul libanês Eid Toufic Anbar, e de representantes da colônia libanesa .

Menos espaço – Com esse comportamento, há dentro do Judiciário quem entenda que perde o princípio da publicidade do andamento dos processos. Afinal, quase ninguém lê Diário da Justiça, às vezes nem as próprias partes envolvidas.

Trâmite - A reorganização da estrutura administrativa da Agepan (Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Mato Grosso do Sul) já está tramitando na Assembleia Legislativa. O projeto enviado pelo Executivo coincide com a reforma administrativa em fase de conclusão.

Mudança – Prestes a deixar o comando do órgão, o ex-deputado estadual Youssif Domingos disse ter sido surpreendido. “Não tomamos conhecimento de absolutamente nada sobre essa reorganização e modernização”, afirmou.

No aquecimento – Youssif deixa o cargo por impedimento legal de manutenção na função. O ex-secretário de Estado de Administração Carlos Alberto de Assis é o nome mais forte para substituí-lo, depois da validação pela Assembleia Legislativa.

Limpando as gavetas – O diretor da Agepan comunicou que fica na agência reguladora até o dia 11 de abril. Está preparando balanço dos projetos e números que foram alcançados em sua gestão. Sobre a possibilidade de migrar para outro órgão, o agora futuro ex-presidente diz que ainda não há previsão neste sentido. “Ainda não conversaram comigo, mas vamos aguardar, deixar nas mãos de Deus”.

Positivo – O advogado Junior Mochi, ex-presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul passou a fazer parte da estatística da covid-19. Há uma semana, confirmou estar com a doença. Está isolado em casa e o estado de saúde é bom.

“Vitória” -  Ao som de "We Are The Champions", do Queen, o deputado federal Fábio Trad (PSD), postou nas redes sociais o cancelamento da votação da pec 53, na semana passada. A proposta, já apelidada de “PEC da Impunidade”, é criticada pelo parlamentar por ampliar as dificuldades de mandar para a prisão políticos.

Na lista – Material divulgado pela CNN no sábado à noite revela que o procurador Deltan Dallagnol comemorou em grupo do Telegram a derrota do ex-senador Delcídio do Amaral na eleição de 2018 na disputa pelo Senado. O ex-petista está numa relação de nomes enviada por Delan a colegadas da operação, com indicação de aprovação pelo resultado obtido.

Torcedor - Com o final do campeonato brasileiro, o que não falta é flamenguista comemorando o título nas redes sociais. Um deles é o secretário de Infraestrutura e pré- candidato ao governo do Estado, Eduardo Riedel. Em meio às publicações de atos de governo, comuns na rede social dele, tem foto de celebração do resultado, vestido à caráter com a camiseta rubro negra.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário