A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 22 de Maio de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


19/04/2014 07:00

Novo prefeito dá mais trabalho a secretário de Obras

Edivaldo Bitencourt

Trabalho – O secretário municipal de Obras, Semy Ferraz, sentiu na pele a mudança de gestão na prefeitura de Campo Grande. Apesar de continuar no cargo, ele está suando a camisa, muito mais, na gestão de Gilmar Olarte do que na do antecessor, Alcides Bernal.

Sem tempo – Ferraz e Kátia Castilho, adjunta na Secretaria de Obras, estão se desdobrando para dar conta da demanda e tirar do papel os projetos iniciados na gestão de Nelson Trad Filho (PMDB). O principal projeto é o PAC da Mobilidade Urbana, com investimento de R$ 180 milhões.

Destravar – Um dos projetos que foram destravados nos últimos dias é o PAC do Bálsamo, que estava parado desde o final do ano passado. O projeto de R$ 63 milhões esbarrou na burocracia e no estilo Bernal de ser, devagar, quase parando. As obras foram retomadas na segunda-feira.

Descanso – A maior parte dos pré-candidatos nas eleições deste ano preferiu aproveitar o último feriadão antes da campanha para descansar. Eles vão retomar o fôlego para iniciar uma campanha longa e difícil, para dizer o mínimo.

Queda – A queda nas intenções de voto e na avaliação do Governo Dilma Rousseff (PT) podem refletir em Mato Grosso do Sul. O grupo do PMDB contra uma aliança com a petista ganha força e deve começar a defender mais abertamente o apoio a um candidato de oposição, Aécio Neves (PSDB) ou Eduardo Campos (PSB).

Estagnado – Os candidatos oposicionistas ficaram estagnados nas pesquisas. Eles não conseguiram pegar os seis pontos perdidos por Dilma na última pesquisa do Ibope. Ou seja, no cenário nacional, apesar dos dissabores da petista, tudo continua igual, já que a oposição não consegue ocupar o espaço perdido pela petista.

Baixaria – O senador Delcídio do Amaral (PT) tem avaliado a repercussão do nível da campanha eleitoral e as armas da oposição. Na disputa do Governo, ele não dorme no ponto e vem fazendo avaliações constantes para decidir os rumos da campanha no Estado.

Em ação – Outro pré-candidato a governador, Nelsinho Trad, também não está parado. Apesar do feriadão, entre um descanso e outro, ele aproveitou para visitar eleitores e lideranças políticas na Capital e no interior.

Ofensiva – O Ministério Público Estadual mantém a ofensiva contra as supostas irregularidades na Prefeitura de Campo Grande. Nos últimos dias, foram abertos inquéritos civis para apurar irregularidades nas contratações de empresas para limpar postos de saúde e dedetizar escolas.

Sem prazo – A Prefeitura continua sem prazo para concluir a entrega dos kits escolares. Olarte tinha prometido concluir tudo no dia 10 deste mês. Dez dias depois, a maior parte das crianças continuam sem o material escolar.

 

Maioria prefere Lava Jato à Copa do Mundo
Copa? – Pesquisa do Instituto Paraná mostra que, a menos de um mês do Mundial da Rússia, o brasileiro não está muito motivado com o assunto. A consul...
Ex-ministro não errou o “do Sul”, mas...
Gafe - O ex-ministro Henrique Meireles (MDB) em um dos diversos discursos no evento em Campo Grande neste sábado (19) confundiu Mato Grosso do Sul co...
PMs presos têm “festival de ações”
Conhecidos da justiça - Entre as duas dezenas de policiais militares de Mato Grosso do Sul presos esta semana por suspeita de facilitar a vida dos co...
O entrave no cadastro de pedófilos
Entrave burocrático – Autor do projeto de lei que criou o cadastro de pedófilos em Mato Grosso do Sul, o ex-deputado estadual Carlos Alberto David, d...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions