A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 21 de Fevereiro de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


13/02/2018 06:00

O Carnaval e a rainha "sem roupa"

Marta Ferreira

Improviso – Trabalhar com o Carnaval em Campo Grande, quando se trata daquele mais tradicional, das escolas de samba, é para abnegados, mesmo. Exemplo disso é que, em plena segunda-feira, a poucas horas da Corte de Momo participar do primeiro dia do desfile das escolas, a rainha, Valdirene, ainda estava à caça de uma roupa para usar.

Prazo curto – Coroada no dia 2 de fevereiro, Valdirene teve 10 dias para providenciar o traje. Como ela decidiu buscar fora de MS, acabou sendo prejudicada pela entrega.

“Presas” – Vindas do Rio de Janeiro e de Porto Alegre (RS), as mercadorias ficaram com os Correios ainda. Uma parte até chegou a Campo Grande, segundo o rastreamento do pacote, estava no centro de distribuição da Capital, fechado em razão dos feriados.

Bloco na rua – O MDB não pretende esperar para retomar a caravana que percorre o Estado a fim de elaborar a cartilha a ser seguida pelos candidatos do partido nas eleições. Na sexta-feira (16) e sábado (17), o partido promete levar medalhões a Naviraí e Nova Andradina. Os convites virtuais para o evento começaram a ser distribuídos ontem por meio de redes sociais.

Sem feriado – Deputado federal e evangélico, Elizeu Dionízio (PSDB) aparentemente não deu bola para o Carnaval. Nesta segunda-feira (12), por exemplo, manteve agenda de trabalho, reunindo-se com agentes comunitários de saúde e de combate a endemias que prometem a ir a Brasília discutir a regulamentação das carreiras.

Resquício – Cenas do trágico acidente no qual o condutor de uma carreta morreu na MS-475, na região de Novo Horizonte do Sul, destacaram, além do caminhão, uma caminhonete vermelha entre escombros da rodovia. Trata-se do veículo que, em 19 de janeiro, sofreu acidente no local –duas pessoas ficaram feridas, mas, felizmente, ninguém morreu.

Não passou – O atacante Rodrigo Grahl, do Operário, gravou seu pedido de música para o Fantástico por ter feito 3 gols no clássico contra o comercial no sábado. Mas quem assistiu o programa não viu o vídeo. Apertado em razão do desfile das escolas de samba, o programa exibiu apenas os gols da rodada.

Folia e festas – O Carnaval não foi só de bloquinho e clubes no fim de semana. O mercado de organização de festas também lucrou com quem aproveitou o “feriadão” bem brasileiro para fazer formaturas, casamentos e aniversários.

(Com Humberto Marques)

Futebol de MS perde oportunidade
Céu e inferno – Era para o atacante Rodrigo Gral, do Operário, ter sido destaque positivo nacional no fim de semana do Carnaval, quando marcou três g...
Reforma está acabando com garçons
Na rua - A reforma trabalhista já começou a prejudicar uma categoria em especial aqui de Campo Grande: os garçons. Até os que dedicaram anos apenas a...
Executivo terá "blitz" durante eleições
Tutorial – O secretário Eduardo Riedel (Governo e Gestão Estratégica) afirma que a Procuradoria-Geral do Estado ficará “em cima” da administração est...
Prefeitos ansiosos por socorro federal
Carimbado – Prefeitos de Mato Grosso do Sul contam as horas para que, finalmente, o governo federal libere os R$ 2 bilhões em ajuda financeira aos mu...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions