ACOMPANHE-NOS    
JULHO, QUINTA  02    CAMPO GRANDE 19º

Jogo Aberto

Sorriso da Xuxa

Por Jogo Aberto | 27/01/2011 06:00

Delcídio Amaral e o empresário Antonio João, dono do jornal Correio do Estado, ex-suplente e amigo do senador, estão em guerra via Twitter. Trocam farpas diárias, mas sempre em citações indiretas.

O presidente da OAB/MS (seccional da Ordem dos Advogados do Brasil), Leonardo Duarte, resumiu porque se demorou tanto para tomar uma atitude sobre as pensões para ex-governadores, mesmo com o parecer que cassou o benefício de Zeca do PT pronto desde 2007: “falta de vontade política”, disse.

Apesar da repercussão do erro em Insensato Coração sobre a localização de Bonito, não é a primeira vez que acontece exatamente a mesma coisa em uma novela da Globo. Em 2004 foi a vez da personagem Maria Clara Diniz (Malu Mader) cometer o erro em Celebridade. Após a Fundação de Turismo enviar um ofício à Globo, a novela tratou de corrigir. Malu Mader foi a Bonito e Maria Clara apareceu na novela dizendo “Ah, Bonito, no Mato Grosso do Sul".

O governador André Puccinelli acordou cedo ontem para pessoalmente ver a situação das obras do PAC Lagoas, no bairro Buriti, em Campo Grande, onde sete famílias serão reassentadas. Ele quer as obras viárias em ritmo acelerado.

Todo mundo jura que o candidato a prefeito de Dourados Geraldo Sales (PSDC) usa peruca, mas ninguém teve coragem de perguntar para ele.

A dúvida começou em 2008. Nos bastidores, o professor Wilson Biasotto espalhava que Geraldo Sales usava peruca. Dizem que Biasotto chegou a puxar a peruca dele.

O escritor sul-mato-grossense Abílio Leite de Barros está prestes a lançar um livro de crônicas apimentadas sobre os oito anos da Era Lula.

É de Três Lagoas o dentista que atende a Xuxa, o Pelé e alguns artistas como Aracy Balabanian e Arlete Sales. Ele é Dilson Pires, que mora desde os 17 anos no Rio de Janeiro.

Dílson Pires foi servente de pedreiro e bancário antes de passar no vestibular na UERJ (Universidade Estadual do Rio Janeiro) para ser dentista. Na verdade ele queria ser engenheiro, mas não tinha dinheiro e conseguiu a bolsa na área de saúde.

Em entrevista ao site Perfil News, Dílson Pires disse que quando tem que atender a Xuxa precisa fechar a clínica, a pedido dela, por causa do assédio. “A minha profissão é muito difícil, eu não posso errar, pensa quanto custa o sorriso da Xuxa?".