A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 20 de Agosto de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


07/03/2018 06:00

Odilon não quer abrir mão de vencimentos

Marta Ferreira

Decidido – Odilon de Oliveira rechaçou burburinho de bastidor de que trocaria a pré-candidatura ao governo de Mato Grosso do Sul pelo PDT por vaga à disputa para o Senado. “Não haverá retrocesso”. Depois, chegou a afirmar que se fosse assim, "era melhor viajar".

Renda extra – O juiz federal aposentado também está firme em outra decisão. Não vai abrir mão de vencimentos. “Vou apenas complementar”. Odilon diz que 40% dos R$ 28,5 mil que ganha hoje são descontos de Imposto de Renda e previdenciários. “É direito meu”.

Prontos, vamos – Depois de fechar aliança, figurando como pré-candidato ao Senado, Chico Maia (Podemos) declarou que o “carro está abastecido e o soldado se apresenta”. Ele será aliado do pré-candidato ao governo e juiz federal aposentado, Odilon de Oliveira (PDT).

Tem que ganhar – Animada, a vereadora do Podemos Cida Amaral brincou que a eleição não vale só pela vitória .“Quem entra quer ganhar, nem que seja experiência”.

Retrato - Se o Legislativo é a representação da sociedade, pelo menos em um aspecto os parlamentares têm sido fiel: o uso exarado dos celulares. Em toda sessão, tanto na Câmara de Vereadores de Campo Grande quanto na Assembleia, é possível ver vereadores e deputados mais atentos ao telefone do que ao assunto em debate.

Rio na pauta - Na sessão de ontem da Assembleia, o Rio de Janeiro voltou a ser tema de discussões, em razão da intervenção federal, com a presença do Exército na "Cidade Maravilhosa". O discurso mais comum, contra ou a favor, é de que pouco adianta combater o crime só lá, e não investir na fronteira.

Vítima virtual – Vander Loubet (PT) correu para as redes sociais na manhã desta terça-feira (6) para desmentir informação, que começou a circular na internet, de que teria votado contra a regulação dos aplicativos de transporte como a Uber em 28 de fevereiro. “É fake news”, afirmou o deputado federal, que admite apoiar a regulamentação do serviço no país.

Pingos nos ‘is’ – A fim de não deixar brecha para críticos, Vander disse ter votado para derrubar a obrigatoriedade da placa vermelha nos veículos usados nos aplicativos e pela regulamentação do transporte via apps, de forma a permitir um melhor controle de qualidade sobre os serviços. “Se buscar uma regulamentação não significa querer impedir ou atrapalhar”.

Velinhas – No estaleiro devido a problemas de saúde que obrigaram sua ida a São Paulo para tratamentos médicos, Zé Teixeira (DEM) retornou nesta terça-feira (6) à Assembleia Legislativa O deputado estadual decidiu retornar ao batente no mesmo dia em que completou 78 anos.

Parece que foi ontem... – A formatura dos 215 cabos da Polícia Militar, na segunda-feira (5), teve ares diferentes para Barbosinha (PSB). Presente à solenidade, o deputado estadual lembrou de ações por ele tocada nos 20 meses à frente da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública –da qual saiu no fim de 2017 para tentar a reeleição.

(Com Mayara Bueno, Humberto Marques e Kleber Clajus)

 

 

Os presos da Lama Asfáltica em números
1 mês – Nesta segunda-feira (19), o ex-governador André Puccinelli (MDB), o filho dele André Puccinelli Júnior e o advogado João Paulo Calves complet...
Rotatória da Coca-Cola e a falta de educação
Boca-suja– O diretor-presidente da Agetran (Agência Municipal de Trânsito), Janine de Lima Bruno, contou nesta semana que mudanças na confluência ent...
MDB teve divisões sobre Mochi candidato
Opinião – O deputado Eduardo Rocha (MDB) admite que a escolha de Junior Mochi para candidato na legenda não teve consenso desde o início, após a desi...
Senador critica "descaso" com Paraguai
Vizinho desprestigiado – O ministro Carlos Marun, da Secretaria de Governo, e o senador Pedro Chaves (PRB/MS) foram os dois únicos representantes de ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions