A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 20 de Outubro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


12/11/2015 06:00

Olarte vai a julgamento e Câmara tem 2º dia histórico

Edivaldo Bitencourt

Dia de azar – O prefeito Alcides Bernal (PP) não estava em um bom dia ontem. Ou a motorista que não estava no dia de sorte ao perder o pneu do carro em um buraco no local onde o chefe do Executivo lançava a retomada da operação tapa-buracos.

Apressado – Bernal estava com tanta pressa para lançar a operação que nem combinou os dados do programa com o secretário interino de Infraestrutura, Amilton Cândido. Ele chegou a ser corrigido pelo subordinado, que o alertou que serão gastos R$ 6 milhões com a ação e não R$ 2 milhões.

Sem sorte – Mal corrigiu o prefeito, Amilton Cândido também foi corrigido pelos subordinados. Ele disse que a massa asfáltica utilizada seria fria. Técnico corrigiu e informou que lama asfáltica quente mesmo, que tem durabilidade maior.

E para fechar – Não bastassem as trapalhadas, Bernal ainda colocou máquinas só para posar para fotografias. Apesar dos 300 buracos na Avenida Coronel Antonino, a equipe não começou os trabalhos pelo local do lançamento, Bernal até se recusou a jogar a primeira pá para cobrir o primeiro buraco.

Culpados – O Governo estadual vai promover reajuste na pauta fiscal dos combustíveis. Segundo o secretário estadual de Fazenda, Márcio Monteiro, o Estado foi “obrigado” a adotar a medida, que vai encarecer, ainda mais, os preços da gasolina, etanol e óleo diesel.

Julgamento – O prefeito afastado, Gilmar Olarte (PP), será julgado nesta quinta-feira pelos vereadores de Campo Grande. Acusado de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, ele pode ter o mandato cassado porque se tornou réu em ação no Tribunal de Justiça. A Câmara Municipal vive, pela segunda vez na atual legislatura, um dia história. O outro foi a cassação de Bernal em 12 de março de 2014.

Round – Na verdade, este é o primeiro round de Olarte para se reabilitar politicamente. Depois de passar pelos vereadores, ele vai a julgamento na Justiça no dia 27 deste mês, quando o tribunal começa a ouvir as testemunhas de defesa e acusação. Neste caso, também pode ser condenado a perda do mandato e ainda ser preso.

Ajuste – Com o plano de ajuste fiscal aprovada pela Assembleia Legislativa, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) começa a definir as prioridades para o próximo ano. A primeira tarefa deverá ser adequar o orçamento aos aumentos dos impostos como ICMS, IPVA E ITCD.

Mudança – A prisão do ex-deputado federal Edson Giroto vai lhe custar o comando regional do PR em Mato Grosso do Sul. O nome mais cotado para voltar ao comando da legenda é do ex-deputado estadual Londres Machado.

Eleições 2016 – Com a paz selada com o PMDB, o deputado Marquinhos Trad pretende esperar para definir o novo partido. Ele vai trocar de sigla para disputar a prefeitura da Capital em 2016. Por enquanto, o destino analisado é o PSD ou a Rede.

(colaboraram Flávia Lima, Leonardo Rocha e Priscila Peres)

Temer oscilou sobre decisão de vir para agenda em MS
Às pressas – A vinda do presidente Michel Temer para Mato Grosso do Sul neste sábado foi confirmada em cima da hora. A coluna apurou que tudo indicav...
Detran de MS avalia adesão a parcelar multa no cartão
Ainda não sabemos – O Detran de Mato Grosso do Sul avalia se vai fazer convênios que permitam parcelamento de multas no cartão de crédito. A autoriza...
Delcídio foi "fantasma" em sessão que manteve Aécio
Lembrado – O ex-senador e ex-petista Delcídio do Amaral está longe do Senado desde maio de 2016, quando foi cassado, mas nesta terça-feira foi bastan...
"Nem a pau", diz Correa sobre desistir de ação contra JBS
Negativo - “Nem a pau”. Essa foi a reação do presidente da CPI da JBS, Paulo Correa (PR), à cogitação de retirar a ação contra a empresa, para preser...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions