A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 19 de Julho de 2019


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


19/03/2019 06:00

Para ter confiança com milícias, diga que é de MS

Ângela Kempfer e Leonardo Rocha

Fama ruim - Fotógrafo infiltrado nas milícias cariocas revelou um dado curioso sobre a maneira como conseguiu confiança dos bandidos no Rio de Janeiro. "Falei que vinha de Mato Grosso do Sul e que estava esperando ser chamado para um emprego”, disse Nilton Claudino, em entrevista ao jornal Folha de São Paulo, reforçando o quanto é forte o estigma do tráfico de drogas por aqui.

Multados - A família Buainain anda mal na foto em relação aos cuidados com a cidade. Só no Diário Oficial de ontem, foram quatro multas por sujeira e bloqueio ao livre trânsito de pedestre em áreas da Chácara Cachoeira. Dois deles estão em nome de Luiz Fernando Buainain.

Exemplo - Vale lembrar que o proprietário dos terrenos “abandonados” já foi secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia e até março deste ano era adjunto da Controladoria-Geral de Fiscalização e Transparência do Município.

Cabeleira - Durante audiência sobre as mulheres na política, a deputada federal Rose Modesto (PSDB) lembrou que quando era candidata a prefeita, ouviu que "se não muda o cabelo, como vai mudar a cidade". Além da comparação sem o menor sentido, o que mais a revoltou foi o machismo do comentário.

Guarda-roupa - Rose lembra que ficou muito chateada, já que o mesmo comentário não era feito para os candidatos homens. Mas garante que hoje não se afeta. "Temos que evoluir muito sobre isto. Hoje em dia, por exemplo, não perco reunião por não estar com a roupa adequada".

Desbravadora - A senadora Soraya Thronicke (PSL) contou ter ficado emocionada quando viu a foto de Marisa Serrano no Senado Federal, a primeira sul-mato-grossense nesse posto. "Todos que conversaram comigo eram só elogios ao trabalho e atuação da Marisa". Rose Modesto também relatou que sempre quando fala que é de Mato Grosso do Sul, os deputados lembram da Marisa. "Se tornou uma referência para nós".

Bancada do Batom - Marisa Serrano disse que a luta por espaço político começou há muito tempo, lembrando do seu tempo como deputada federal e senadora. "Quando criamos a bancada do batom, muitos deputados não entendiam e até levavam na gozação, mas já era uma iniciativa em busca de espaço e respeito no Congresso".

Pesado - Soraia disse que as mulheres precisam buscar apoio do eleitorado feminino, mas lembrou que também teve muitos votos de homens na eleição do ano passado. "Tem muitos homens que votam na gente". Mas disse que é natural ter diferenças entre homens e mulheres. "Por exemplo, se precisasse levantar um armário aqui iríamos pedir ao (vereador) João Rocha", disse ela, se referindo ao vereador, que estava participando da audiência pública.

Desconfiado - Apontado como provável candidato do PSL à prefeitura de Campo Grande, em 2020, Renan Contar não demonstra muito jeito para a diplomacia e já anda fazendo desafetos entre jornalistas, pela postura desconfiada. Ao ser entrevistado, agora diz que "vai ficar cuidando" para ver se não saiu nada diferente do que foi dito.

Ao pé do ouvido – O presidente da OAB-MS, Mansour Karmouche, reuniu-se ontem com o presidente do Tribunal de Justiça do Estado, desembargador Paschoal Carmelo Leandro, na sede do Judiciário estadual. Levou pessoalmente solicitações da advocacia estadual, incluindo a realização de concurso para juiz substituto (que o TJ, segundo Leandro, fará neste ano) e a lotação de mais servidores no interior –que ainda será analisada.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions