A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 21 de Outubro de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


25/03/2016 07:00

Polícia demora mais de um mês para ir a local de acidente

Waldemar Gonçalves

Descaso – Nesta Sexta-Feira Santa faz 36 dias que a pedestre Julia Nobuco Shiroma Oshiro, de 71 anos, morreu ao ser atropelada por uma moto no cruzamento das ruas Rui Barbosa e Calarge, em Campo Grande. Somente quarta-feira (23), no entanto, é que a Polícia Civil apareceu no local do acidente para começar a investigar o caso.

Lamentação – Naquela manhã de 17 de fevereiro, dona Julia acabara de sair da academia e tentava atravessar a rua quando foi atingida pelo motociclista. Ele, inclusive, ficou no local e lamentou o ocorrido, justificando que um ônibus teria atrapalhado sua visão.

Pressão – Para a polícia, só mais uma morte na estatística. A investigação só começou a ser feita por pressão da família da vítima, disse um policial a um morador próximo.

Componente político – “Estamos em ano eleitoral e tem pessoas que utilizam desses artifícios para suprir suas deficiências”, disparou o ex-prefeito Nelson Trad Filho (PTB) ao comentar investigação em contratos do tapa-buraco durante sua gestão. Ele entende que o objetivo seja jogar poeira sobre eventual tentativa dele de voltar à Prefeitura. “Deve ter componentes políticos nesta história. Agora, não vou admitir que tentem macular a minha imagem e da minha família com algo de errado”.

Nas convenções – Ainda que demonstre preocupação do ponto de vista político, Nelsinho ainda despista quando perguntado se será o candidato do PTB a prefeito este ano. Diz que o assunto precisa ser amadurecido dentro do partido e, até as convenções em julho e agosto, “tudo será definido”.

Da área – Correligionário de Nelsinho, o vereador Edson Shimabukuro interrompeu entrevista do ex-prefeito, ontem, para defender que sempre houve lisura no processo de tapa-buraco. Engenheiro, detalhou termos e procedimentos técnicos para tal, ressaltando haver uma série de etapas e fiscalizações até o efetivo pagamento pelo serviço.

Exemplo do pai – Pré-candidato a prefeito da Capital pelo PMB (Partido da Mulher Brasileira), Pedro Pedrossian Filho diz que, caso se lance efetivamente em campanha, os comuns ataques aos ex-gestores não serão pautas de seus discursos. A exemplo do pai, o ex-governador Pedro Pedrossian, defende que o importante é se ater ao que precisa ser feito na cidade.

Sondagem – Convidado oficialmente para comandar a Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública), o deputado estadual José Carlos Barbosa (PSB) acredita já ter o aval das principais forças da área, leia-se polícias Militar e Civil, Corpo de Bombeiros e agentes carcerários. Segundo consta, até o momento não há integrantes da tropa descontentes com a ideia.

Pré-candidato – O deputado estadual Renato Câmara (PMDB) já começa a pensar em projetos e prioridades de campanha pela Prefeitura de Dourados. A área de saúde deve receber atenção especial porque, segundo ele, precisa de mudanças e um sistema que funcione de forma adequada. Geraldo Resende (PSDB), inclusive, potencial adversário no pleito, é deputado federal e médico por formação.

Elevador novo – Um novo elevador começou a funcionar na Assembleia Legislativa, substituindo equipamento que operava há 30 na casa. O novo comporta 450 quilos e tem botão viva-voz para situação de emergência. Além da modernização, a promessa é de economia, já que o antigo aparelho gerava muito custo de manutenção.

(com a redação)

 

Adeus a "Playboy" tem foto de bebida na mesa de bar
Despedida – Tem gosto amargo e dolorido, principalmente para as pessoas próximas, a última foto postada nas redes sociais por Marcel Colombo, conheci...
Campanha, tiro na escola e oportunismo
“Guerra virtual” – Não podia ser diferente. O episódio lamentável em que uma criança de 9 anos entrou armada na sala de aula em Campo Grande e atirou...
Justiça agora pode até cobrar Delcídio
Ainda à espera - A Justiça Eleitoral rejeitou o registro de candidatura de Delcídio Amaral (PTC) ao Senado, depois da derrota nas uras. A juíza Eliza...
Clima de campanha não poupa nem festões
Todo lugar - O clima de campanha, neste segundo turno polarizado, não deixa escapar nem os casamentos. Durante festa no sábado no bufê Murano, na Ave...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions