A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


03/10/2011 06:00

Prática e teoria

Jogo Aberto

Autonomia ou juízo

O governador André Puccinelli disse, em relação ao processo político eleitoral 2012-2014, que o PMDB não tem interlocutor e cada um fala por si, mencionando a capacidade e o discernimento das principais lideranças do partido.

Quanto a divergir da orientação do chefe, ficou claro a unanimidade sobre as teses do governador de que o PMDB levou anos para se estruturar e se consolidar. Qualquer projeto fora do partido não teria a mesma força. Ficou a dúvida se o recado tinha relação com o encaminhamento da chapa PR-PMDB à sucessão na Capital.

Segue leal

Em ato de filiação ao PMDB, o deputado Edson Giroto, depois de várias defesas pelo seu ingresso no PMDB, disse que ainda não é o momento de deixar o PR. Mas ressalvou que mantém lealdade ao grupo político comandado pelo governador André Puccinelli.

“Eu sou do PR, mas reafirmo minha lealdade ao grupo político liderado pelo nosso governador e meu grande amigo, André Puccinelli”, declarou.

Coro

Durante o ato de filiações promovido pelo PMDB sábado na Câmara da Capital, o senador Waldemir Moka disse que não teria nenhum constrangimento em apoiar Giroto mesmo ele estando no PR, mas ressaltou que o ingresso dele no PMDB deixaria o governador André Puccinelli e o prefeito Nelsinho Trad muito mais à vontade para abraçar a campanha.

O secretário de Habitação, Carlos Marun, foi outro a reiterar convite:

“Venha com a gente, Giroto! As portas estão abertas para você”, implorou.

Beligerância

O ex-governador Zeca do PT e o senador Delcídio Amaral estão longe de uma reconciliação. Na sexta-feira, em ato de repúdio à expulsão de petistas pelo diretório em Maracaju, com a participação do deputado Vander Loubet, Zeca disse que por infrações partidárias muito maiores o partido já teria que ter expulsado o senador Delcídio do Amaral, “que fez campanha contra o PT, contra a minha campanha defendendo outros nomes”.

Incitado a dizer para quem Delcídio teria feito campanha, Zeca citou o senador Waldemir Moka e o governador André Puccinelli. “Em alguns lugares omitiu o nome da nossa presidenta Dilma“, emendou. Em Maracaju três petistas (Ermetto Lazaretti, Iraci Padilha e Paulo Kuramoto) são acusados de não obedecerem a ordem de rompimento com o prefeito Celso Vargas (PDT). Zeca do PT disse que vai recorrer ao diretório nacional contra as punições em Maracaju.

Dois rumos

Corumbá viveu na última sexta-feira uma queda-de-braço explícita. Enquanto grupo de militantes e partidários do senador Delcídio do Amaral anunciava uma pré-candidatura alternativa à Prefeitura de Corumbá, outro grupo, com a presença do ex-governador Zeca do PT destacava a preferência pela pré-candidatura do deputado estadual Paulo Duarte.

Organizadores do primeiro grupo disseram ter reunido 300 militantes, incluindo os ‘observadores’ de Dourados e da Capital. O segundo grupo informou ter mobilizado 400 militantes, incluindo aliados do PSB, PDT, PSL, PCdoB e DEM.

Fidelidade

Zeca do PT declarou que a preferência por Paulo Duarte não anula o debate sobre outras propostas, mas não abre mão de sua posição.

“Defendo a candidatura própria em prol do partido, porque esta é a maneira do PT governar e tem dado certo em Corumbá. Por isso serei um soldado da campanha do Paulo Duarte, o diálogo será fundamental para a vitória nas próximas eleições, quem me conhece sabe que tenho posições definidas, sou da paz”, afirmou.

Socializando

O PT de Dourados faz hoje às 18h30 a festa de filiações ao partido, com a presença do prefeito Murilo Zauith (PSB). A cúpula estadual do PT e o deputado Vander Loubet participam do ato, que deve sinalizar a manutenção da aliança com o agora socialista Murilo Zauith.

Modus operandi

Uma reunião interna da Mesa diretora da Assembleia Legislativa e integrantes da comissão vai definir qual será a forma de abordagem e inquirição nas audiências da CPI das Construtoras, que marcou para a próxima quinta-feira, 6, o início dos trabalhos.

Agenda MS

Começou ontem a agenda de atos e inaugurações do programa de comemorações do aniversário do Estado. Ontem foram entregues 86 casas em Mundo Novo. Hoje serão entregues 30 moradias em Bonito.

No dia 5, está prevista inauguração de asfalto urbano em Alcinópolis, que vive impasse administrativo por causa de disputas políticas e envolvimento de autoridades em crimes. A situação política no município foi mostrada nesse fim de semana em reportagem especial de Aline dos Santos no Campo Grande News.

Rotina

A CGU (Controladoria Geral da União) seleciona hoje 60 municípios, com população de até 500 mil habitantes, exceto capitais, para avaliar a aplicação dos recursos públicos descentralizados para os programas federais na área social (Saúde, Educação e Desenvolvimento Social e Combate à Fome).

É a 35ª seleção da CGU e não se tem um balanço significativo dessas inspeções por sorteio.

Reinaldo apoia crescimento dos evangélicos
Decisão divina - Palestrante principal do Fórum Evangélico realizado nesta segunda-feira em Campo Grande, a cantora e pastora Damares Alves disse que...
2018 será ano mais curto para o Legislativo
Três meses – Carnaval, Semana Santa, campanhas eleitorais, Copa... Tudo isso encurta 2018 para os trabalhos legislativos. A observação é de Fábio Tra...
Máfia do Cigarro passa quase livre nas estradas
Esquema antigo - A atuação da Máfia do Cigarro em Mato Grosso do Sul vem de décadas e, de tempos em tempos, surge uma nova denúncia envolvendo polici...
MS também tem "bunker" cheio de dinheiro
Versão tupiniquim - O “bunker”de Geddel Vieira, que escondeu R$ 51 milhões de propina, tem versão pantaneira. Paredes de apartamento de um político e...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions