A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 19 de Outubro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


25/08/2011 06:00

Produtividade parlamentar

Jogo Aberto

Tribuna cheia

O chamado ‘grande expediente’ da sessão de ontem da Assembleia Legislativa foi aproveitado como há muito não se via. Com uma pauta rala de projetos prontos para votação, houve tempo para os pronunciamentos mais detalhados. Pelo Regimento Interno, cada deputado pode falar até 40 minutos.

O deputado Marquinhos Trad (PMDB) usou seu tempo para retomar a polêmica sobre a automação da tarifa de ônibus urbano. Tudo indica que foi o epílogo da discussão. De qualquer modo, a tribuna tem o mérito de qualificar o debate.

Alerta

Da tribuna, o deputado Laerte Tetila (PT) fez apelo para a apuração de 70 assassinatos de índios ocorridos nos últimos 10 anos, reportando-se ao recente caso em que um ônibus escolar foi incendiado em Miranda.

“Ontem [terça-feira] faleceu uma das vítimas do atentado a um ônibus escolar que transportava indígenas em Miranda. O crime aconteceu no dia 3 de junho e ainda não se sabe a autoria“, cobrou o deputado.

Atrasado

Ontem a OAB nacional lançou o Observatório Anticorrupção, três meses depois da Seccional de Mato Grosso do Sul ativar o serviço no Estado. Combater a corrupção, como diz a presidente Dilma Rousseff, são ossos do ofício.

Representatividade

Além da visibilidade assegurada ao Estado pelas atuações do senador Delcídio Amaral (PT) na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado, do senador Waldemir Moka (PMDB) nos embates do agronegócio, da eleição de Geraldo Resende (PMDB) para a 1ª Suplência da Mesa da Câmara, ontem mais dois deputados da bancada de MS assumiram cargos estratégicos.

Fábio Trad (PMDB) foi indicado para a presidência da Comissão de Reforma do Código de Processo Civil, e Edson Giroto (PR) na Relatoria de Planejamento e Desenvolvimento Urbano da Comissão Mista de Orçamento.

Novos tempos

O presidente da Assembleia Legislativa, Jerson Domingos (PMDB), disse que o Estado vive o melhor momento político, pela convergência de posições e ações de apoio ao governo, nas três esferas.

“Tanto o Governo do Estado, como nós, os 24 deputados estaduais, independentemente de siglas partidárias, estamos motivamos em fazer com que o Estado se desenvolva cada vez mais”, discursou.

Hora de retribuir

A chefe da Embrapa Pantanal, Emiko Resende, pediu apoio do senador Antonio Russo (PR), ao programa do Governo Federal que busca recuperar pastos degradados. Em MS há 10 milhões de hectares de pastagens degradadas que podem ser recuperadas, mas faltam recursos até para capacitar técnicos.

Emiko também solicitou ao senador, que é empresário do setor frigorífico, emenda para destinar recursos a um programa de controle dos javalis, que começam a destruir plantações.

Mal necessário

As reclamações de demora na liberação de licenças ambientais se avolumam no Imasul - Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul. A explicação é óbvia: é mais caro, senão impossível, reparar o dano ambiental, daí a cautela com que os processos são aprovados.

Abuso

Em situações em que veículos oficiais estão a serviço, são permitidas manobras e assegurada preferência no trânsito, havendo até os casos especiais como viaturas policiais e órgãos de segurança, bombeiros, ambulâncias.

Mas há situações que geram dúvidas sobre os limites, como o caso observado ontem por um leitor do Campo Grande News na rua 13 de Maio entre Maracaju e Antonio Maria Coelho, e na Maracaju próximo da avenida Calógeras. Caminhão de unidade militar estacionou em fila dupla para compra de suprimentos em pleno horário do rush.

Abuso 2

Outra situação no trânsito da Capital que gera indignação e faz parte da coleção de reclamações que chegam à Redação é a parada de carros-fortes em pátios de supermercados e também em fila dupla em horários de intensa movimentação de pessoas.

Acredita-se também que viatura policial não estando em operação ou investigação, não deveria estacionar sobre a calçada.

Lacuna

A Agepan - Agência de Regulação de Serviços Públicos de MS - prepara um Plano Diretor de Transportes para levantar as regiões do Estado onde a população não dispõe de meio de locomoção suficiente, deixando moradores de cidades distantes totalmente isoladas da Capital. Prazo de elaboração é de dois anos.

Detran de MS avalia adesão a parcelar multa no cartão
Ainda não sabemos – O Detran de Mato Grosso do Sul avalia se vai fazer convênios que permitam parcelamento de multas no cartão de crédito. A autoriza...
Delcídio foi "fantasma" em sessão que manteve Aécio
Lembrado – O ex-senador e ex-petista Delcídio do Amaral está longe do Senado desde maio de 2016, quando foi cassado, mas nesta terça-feira foi bastan...
"Nem a pau", diz Correa sobre desistir de ação contra JBS
Negativo - “Nem a pau”. Essa foi a reação do presidente da CPI da JBS, Paulo Correa (PR), à cogitação de retirar a ação contra a empresa, para preser...
Bonito quer bombar com shows gringos no Carnaval
Bombando - Empresários estão investindo pesado no Carnaval de Bonito 2018. Além da celebridade internacional Paris Hilton, uma das atrações em negoci...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions