A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Maio de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


24/04/2014 06:00

Promotor que vem fazendo barulho fica sem férias

Edivaldo Bitencourt

Sem férias – A ação do Gaeco, que investiga ex-assessor da prefeitura da Capital, Ronan Feitosa, e envolve o prefeito, vereadores e secretário municipal, custou as férias do titular do órgão, o promotor Marcos Alex Vera. Ele teve as férias suspensas, conforme portaria publicada ontem no Diário Oficial.

Circo – O ex-governador Zeca do PT, que já foi alvo do Grupo Especial de Combate ao Crime Organizado, criticou, ontem, a ação para notificar três vereadores. Ele viu “circo” na ação e condenou a atuação do Gaeco, que mantém mistério sobre o crime investigado em Campo Grande.

Sem despejo – A Prefeitura entrou com ação na Justiça e evitou o despejo dos vereadores. Bastou um ato do prefeito Gilmar Olarte (PP) e o processo de desapropriação, iniciada na gestão de Nelson Trad Filho, avançou e deve ser concluído.

Valores – A Prefeitura propõe-se a pagar R$ 10,4 milhões pelo prédio construído pela Haddad Engenheiros Associados. A empresa estima que o valor seja três vezes maior e exige R$ 30 milhões. A decisão final caberá ao Judiciário, mas os vereadores já podem dormir em paz, sem risco de despejo.

Senado – O PT deverá apostar na candidatura do presidente da Fiems, Sérgio Longen, para compor a chapa de Delcídio do Amaral (PT). Ele deverá ser candidato ao Senado, já que houve veto da aliança com o PSDB, que lançaria Reinaldo Azambuja.

Alternativa – O PT não é o único a ter um “plano B” em caso da aliança com o PSDB fracassar. Os tucanos também tem a carta na manga e podem lançar Azambuja para o Governo do Estado. E neste cenário, três candidatos competitivos disputariam a sucessão de André Puccinelli.

Sonho meu – Candidato a presidente da República, o senador Aécio Neves (PSDB) admitiu que o seu sonho é contar com um palanque em Mato Grosso do Sul. Ele defendeu, no programa de rádio Boca do Povo, que o ideal é o PSDB lançar candidato próprio ao Governo em MS.

Números – Como parte da estratégia de se tornar conhecido do eleitorado, Aécio Neves concedeu entrevista à Rádio Difusora. Ele citou números de Mato Grosso do Sul, como ter 30% do rebanho bovino nacional e ser destaque na produção de minério.

Lição – O presidenciável tucano contou que já deu a lição de casa para o deputado federal Reinaldo Azambuja. Se for candidato a governador, ele defenderá, conforme Aécio, o corte de gastos e acordo com a iniciativa privada para impulsionar o desenvolvimento econômico.

NomeaçõesGilmar Olarte segue nomeando assessores para a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico. No entanto, o titular, que seria Jorge Martins, indicado pelo PTdoB, ainda não foi nomeado no Diário Oficial de Campo Grande.

(colaborou Leonardo Rocha)

DEM e a disputa entre André e Reinaldo
Já escolhi - Sobre a declaração de Puccinelli que estaria "namorando" o DEM, o deputado Zé Teixeira fez brincadeira para dizer de qual lado da disput...
Maioria prefere Lava Jato à Copa do Mundo
Copa? – Pesquisa do Instituto Paraná mostra que, a menos de um mês do Mundial da Rússia, o brasileiro não está muito motivado com o assunto. A consul...
Ex-ministro não errou o “do Sul”, mas...
Gafe - O ex-ministro Henrique Meireles (MDB) em um dos diversos discursos no evento em Campo Grande neste sábado (19) confundiu Mato Grosso do Sul co...
PMs presos têm “festival de ações”
Conhecidos da justiça - Entre as duas dezenas de policiais militares de Mato Grosso do Sul presos esta semana por suspeita de facilitar a vida dos co...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions