A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 18 de Outubro de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


24/04/2014 06:00

Promotor que vem fazendo barulho fica sem férias

Edivaldo Bitencourt

Sem férias – A ação do Gaeco, que investiga ex-assessor da prefeitura da Capital, Ronan Feitosa, e envolve o prefeito, vereadores e secretário municipal, custou as férias do titular do órgão, o promotor Marcos Alex Vera. Ele teve as férias suspensas, conforme portaria publicada ontem no Diário Oficial.

Circo – O ex-governador Zeca do PT, que já foi alvo do Grupo Especial de Combate ao Crime Organizado, criticou, ontem, a ação para notificar três vereadores. Ele viu “circo” na ação e condenou a atuação do Gaeco, que mantém mistério sobre o crime investigado em Campo Grande.

Sem despejo – A Prefeitura entrou com ação na Justiça e evitou o despejo dos vereadores. Bastou um ato do prefeito Gilmar Olarte (PP) e o processo de desapropriação, iniciada na gestão de Nelson Trad Filho, avançou e deve ser concluído.

Valores – A Prefeitura propõe-se a pagar R$ 10,4 milhões pelo prédio construído pela Haddad Engenheiros Associados. A empresa estima que o valor seja três vezes maior e exige R$ 30 milhões. A decisão final caberá ao Judiciário, mas os vereadores já podem dormir em paz, sem risco de despejo.

Senado – O PT deverá apostar na candidatura do presidente da Fiems, Sérgio Longen, para compor a chapa de Delcídio do Amaral (PT). Ele deverá ser candidato ao Senado, já que houve veto da aliança com o PSDB, que lançaria Reinaldo Azambuja.

Alternativa – O PT não é o único a ter um “plano B” em caso da aliança com o PSDB fracassar. Os tucanos também tem a carta na manga e podem lançar Azambuja para o Governo do Estado. E neste cenário, três candidatos competitivos disputariam a sucessão de André Puccinelli.

Sonho meu – Candidato a presidente da República, o senador Aécio Neves (PSDB) admitiu que o seu sonho é contar com um palanque em Mato Grosso do Sul. Ele defendeu, no programa de rádio Boca do Povo, que o ideal é o PSDB lançar candidato próprio ao Governo em MS.

Números – Como parte da estratégia de se tornar conhecido do eleitorado, Aécio Neves concedeu entrevista à Rádio Difusora. Ele citou números de Mato Grosso do Sul, como ter 30% do rebanho bovino nacional e ser destaque na produção de minério.

Lição – O presidenciável tucano contou que já deu a lição de casa para o deputado federal Reinaldo Azambuja. Se for candidato a governador, ele defenderá, conforme Aécio, o corte de gastos e acordo com a iniciativa privada para impulsionar o desenvolvimento econômico.

NomeaçõesGilmar Olarte segue nomeando assessores para a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico. No entanto, o titular, que seria Jorge Martins, indicado pelo PTdoB, ainda não foi nomeado no Diário Oficial de Campo Grande.

(colaborou Leonardo Rocha)

Campanha, tiro na escola e oportunismo
“Guerra virtual” – Não podia ser diferente. O episódio lamentável em que uma criança de 9 anos entrou armada na sala de aula em Campo Grande e atirou...
Justiça agora pode até cobrar Delcídio
Ainda à espera - A Justiça Eleitoral rejeitou o registro de candidatura de Delcídio Amaral (PTC) ao Senado, depois da derrota nas uras. A juíza Eliza...
Clima de campanha não poupa nem festões
Todo lugar - O clima de campanha, neste segundo turno polarizado, não deixa escapar nem os casamentos. Durante festa no sábado no bufê Murano, na Ave...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions